Mostrando postagens com marcador Artistas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Artistas. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Festa á Fantasia \ Dicas de Maquiagem

Para a festa à fantasia mais famosa, a maquiagem mais artística
 

A festa à fantasia do Tite Clausi já é tradição e será realizada no dia 4 de junho. Os convidados mais originais passam pelas mãos da equipe de maquiagem artística do Expert Beauty Center

sábado, 14 de março de 2015

XIV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia, "60/70:

Livro investiga fotografias tiradas por artistas das décadas de 60 e 70

Curitibana Juliana Gisi lança "60/70: as fotografias, os artistas e seus discursos" no dia 31 de março no DeArtes


A professora e artista visual Juliana Gisi mergulhou em fotos clicadas e em textos escritos por importantes artistas plásticos durante os anos 1960 e 1970. Entre nomes como Marina Abramovic, Robert Smithson, Edward Ruscha e Jan Dibbets, ela analisou imagens e documentos para criar sua tese de doutorado, que agora sai reestruturada em forma de livro. Contemplado pelo XIV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia, "60/70: as fotografias, os artistas e seus discursos"  será lançado no dia 31 de março, terça-feira, às 16h, no DeArtes - Departamento de Artes da Universidade Federal do Paraná, com distribuição gratuita de exemplares.

Juliana queria entender o que era a fotografia para aqueles artistas que a tomaram como meio para suas produções plásticas e afirmaram que o resultado que obtinham não possuía qualidade estética. "Voltei-me para os textos que estes artistas haviam escrito na época como uma valiosa fonte de informações que me possibilitaria um confronto com suas ideias", explica a autora. "A análise desses discursos me proporcionou uma aproximação ao modo como eles, naquele momento histórico, abordaram a fotografia na intersecção com sua prática artística", complementa.

Os artistas foram selecionados a partir de uma pesquisa minuciosa feita em antologias de escritos que continham textos das décadas de 1960 e 1970 em que a fotografia era abordada ou discutida. No entanto, a prática era pouco citada em discursos da época em comparação, por exemplo, com a pintura. "Revelou-se, naquele momento histórico, um processo complexo de estabelecimento da fotografia como um objeto para o saber artístico, cujos desdobramentos sentimos na produção atual", continua a pesquisadora.

De acordo com a autora, a fotografia na arte existe pelo discurso – tanto visual quanto textual – que a toma como objeto, e, neste sentido, estava sendo inventada para aquele momento, nos escritos e na produção plástica dos artistas. "De alguma forma, podemos extrair daí uma teoria da fotografia construída pela perspectiva dos artistas", conta Juliana na introdução do livro. A publicação será distribuída durante o lançamento e enviada para universidades públicas de todo o Brasil.

Sobre a autora

Juliana Gisi nasceu em Curitiba, cidade onde cursou o Curso Superior de Pintura na Embap - Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Continuou sua formação com uma Especialização em História da Arte do Século XX na EMBAP, um Mestrado em Educação na PUC-PR e um Doutorado em Artes Visuais na UFRGS. Desde 2005, é professora da Universidade Federal do Paraná no setor de educação.

Sua produção artística, principalmente em fotografia, inclui exposições coletivas como "caixa d'água" (Centro Cultural Solar do Barão, Museu da Fotografia, 2013), "Sobrespaços" (Espaço Tardanza, 2012), "Estado da Arte: 40 anos de arte contemporânea no Paraná – 1970-2010" (Museu Oscar Niemeyer, 2010), "Possíveis Conexões" (Museu de Arte Contemporânea do Paraná, 2008), entre outras.

Artistas citados na obra

Robert Smithson (Estados Unidos), Edward Ruscha (Estados Unidos), Jan Dibbets (Holanda), John Baldessari (Estados Unidos), Douglas Huebler (Estados Unidos), Sol LeWitt (Estados Unidos), Dan Graham (Estados Unidos), Vito Acconci (Estados Unidos), Eduardo Costa (Argentina), Raúl Escari (Argentina), Roberto Jacoby (Argentina), Terry Atkinson (Inglaterra), Hans Haacke (Alemanha), Gerhard Richter (Alemanha), Dennis Oppenheim (Estados Unidos), Arnulf Rainer (Áustria), Richard Hamilton (Inglaterra), Lucas Samaras (Grécia), Giorgio Ciam (Itália), Lynda Benglis (Estados Unidos), Adrian Piper (Estados Unidos), Eleanor Antin (Estados Unidos), Marina Abramovic (Sérvia), Victor Burgin (Inglaterra).

Serviço:
Lançamento do livro "60/70: as fotografias, os artistas e seus discursos", de Juliana Gisi
Dia 31 de março, terça-feira, às 16h
Local: Departamento de Artes da UFPR - Rua Coronel Dulcídio, 638 - Batel
Os livros serão distribuídos gratuitamente no local

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Contemporaneidade \ Galeria Sim

 SIM Galeria apresenta, a partir do dia 20 de janeiro, a exposição Limiar.
Exposição Limiar
Curadoria: Arthur do Carmo e Tony Camargo
Com curadoria de Arthur do Carmo e Tony Camargo, a mostra reúne artistas dez nomes da nova geração paranaense apresentam, por meio dos mais variados suportes ,paranaenses (André Azevedo, C.L. Salvaro, Daniel Duda, Hugo Mendes, Jack Holmer, Janete Anderman, Juan Parada, Lailana Krinski, Samuel Dickow e Willian Santos) que trabalham com os mais variados suportes - pintura, fotografia, escultura e vídeo.

Serviço:
Exposição Limiar
Curadoria: Arthur do Carmo e Tony Camargo
Artistas: André Azevedo, C.L. Salvaro, Daniel Duda, Hugo Mendes, Jack Holmer, Janete Anderman, Juan Parada, Lailana Krinski, Samuel Dickow e Willian Santos.
Local: SIM Galeria – Alameda Presidente Taunay, 130 A – Batel – Curitiba (PR)
Abertura: 20 de janeiro de 2015
Período: de 21 de janeiro a 27 de fevereiro de 2015
Entrada gratuita

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Coluna contemporaneidade.


----------____________________________________________

Arquitetura e Decoração. JUN/14 \2014\ A sua revista virtual.
EDIÇÃO 71 - JUNHO/14
                    
Leia online ou baixe nossos aplicativos
Capa - Revista LUSH
Aplicativo - Revista LUSH
LER EDIÇÃO
EDIÇÃO 71 - JUN/14

DESTAQUES
- Perfil / Entrevista:
  Lucas Bond Schwartsburd
- Especial: Home Theater
- Comportamento: Móveis Multifuncionais
- Matéria: Vegetação Original
- Timeline: Lina Bo Bardi
- Projeto Internacional:
  Londres – Inglaterra
- Projetos Residenciais
- Objetos de Desejo
- Lush in

Add us to your address book
_______________________________________________
 
                   Museu Oscar Niemeyer convida para a Quinta + MON

Museu Oscar Niemeyer convida para a Quinta + MON \ 18 AS 20 HORAS
 entrada franca.


__________________________________________________________________
 
XI Festival de Arte e Cultura Popular do Litoral Paranaense
Inscrições para oficinas gratuitas vão até 10 de julho
Estão abertas as inscrições para as oficinas do 11º Festival de Arte e Cultura Popular do Litoral Paranaense. Com mais de 18 opções de conteúdo, as aulas abordam o entalhe em madeira, desenho, artesanato em argila, cerâmica e cipó, violão, vídeo, caricatura, curtume, teatro de bonecos, canto, dança, entre outras atividades.

O diretor teatral e um dos organizadores do festival parnanguara, Alex Wolf, ministra a oficina "Vídeo do Minuto", que incentiva a produção de vídeos para participar do Festival do Minuto - o maior festival do gênero da América Latina. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 10 de julho na Unespar (campus Paranaguá), das 9h às 12h e das 14h às 19h - ou pelo site http://www.fafipar.br.

O Festival de Arte e Cultura Popular do Litoral Paranaense acontece de 14 a 20 de julho, em Paranaguá. Realizado Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá (Fafipar) e Fundação Municipal de Cultura (Fumcul) de Paranaguá, em parceria com as Faculdades Integradas do Brasil (UniBrasil), Faculdade de Artes do Paraná (FAP), Escola de Músicas e Belas Artes do Paraná (EMBAP), Universidade Federal do Paraná (UFPR Litoral) e Prefeitura de Paranaguá, o evento chega à décima primeira edição e consolida-se como catalisador da riqueza cultural do litoral do Estado.

O Festival tem uma programação repleta de atividades que envolvem a comunidade em uma proposta de valorização da arte produzida no Estado. A programação completa do Festival pode ser consultada no site www.fafipar.br.
 
 
______________________________________________
 
+ ARTE
 
Projeto da FCC leva artistas de rua para tradicionais palcos da cidade

A Fundação Cultural de Curitiba convida artistas de rua, populares e regionais para participarem do projeto “Circulando no TUC, no Kraide e no Cleon Jacques”. Para se inscrever, os interessados devem procurar a Administração Regional mais próxima e ver a disponibilidade de horários e locais para as apresentações.

Para Crizanto Westphalen, idealizador do projeto e coordenador de regionais da Fundação Cultural de Curitiba, o objetivo da ação é oferecer espaços estruturados para a divulgação do trabalho realizado pelos artistas nas regionais. “Muitos destes artistas já são reconhecidos em suas comunidades, mas nunca tiveram a possibilidade de tocar em um palco com recursos técnicos. É importante para cidade reconhecer seus artistas de rua e ajudar na divulgação de seu trabalho’’, explica.

O nome do projeto vem da sua agenda circular que dedica um dia da semana para apresentações em um espaço específico. A programação inicial prevê apresentações na 1ª terça feira de cada mês no TUC, na 2ª terça feira do mês no Cleon Jacques na e 3ª terça-feira do mês no Auditório Antonio Carlos Kraide.

Todas as apresentações serão gratuitas. Os artistas terão acesso a todo equipamento técnico dos espaços. A FCC também fará a divulgação com filipetas, inserção no Guia Curitiba Apresenta e divulgação aqui no site. Como contrapartida, os artistas se comprometem a se apresentar em outro evento da FCC em sua Administração Regional de origem.
A primeira edição do projeto aconteceu no começo de junho no Teatro Universitário de Curitiba (TUC) e recebeu as apresentações dos músicos Pedrinho da Viola, Falcão Cover, Mosca e o grupo peruano La Maquina Del Sabor.
Endereços e contatos das Regionaishttp://goo.gl/tuKzTh