Gente News

Gente News 


 

 


Paraná 
 Câmara Municipal de Ponta Grossa,

Luiz Arthur Montes Ribeiro, poeta,escritor e artista plástico recebeu,
recentemente, uma Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Ponta Grossa,
por seu trabalho literário e artístico, sempre dignificando sua cidade
natal, Ponta Grossa.



A homenagem foi proposta pelo vereador Ede Pimentel com o seguinte teor:


"Esta moção se faz necessário, devido ao Sr. Luiz Arthur Montes Ribeiro,
ter dez livro publicados, sendo 5 de educação e 5 de poesias, sendo que
como artista visual expôs seus trabalhos no Brasil e Exterior, com
premiações tanto na literatura quanto nas artes. O mesmo nasceu em Ponta
Grossa/PR, em 5 de novembro de 1959, sendo de tradicinal família dos
Campos Gerais, aos treze anos iniciou seus esatudos nas artes tendo como
professor Sidney Mariano. Em 1979 fui estudar em Nova York, regressou em
1980 e fixou residência em Curitiba.

Em Ponta Grossa participou de vários movimentos culturais e juvenis.
Mantinha uma coluna de arte, cultura e diversão no extinto Jornal "A
Notícia" e também escrevia as colunas no "Clube Princes dos Campos" nos
Jornais "Diário dos Campos" e "Jornal da Manhã. Foi Presidente da Turma
Tubarão, entre outras atividades, também foi diretor do Clube Princesa
dos Campos.

Em Curitiba graduou-se em Letras Português-Inglês pela Universaidade
Tuiuti do Paraná, frequentou o curso de pós-graduação em Artes Plásticas
na Faculdade de Artes do Paraná e é Mestre em Educação pela Pontifícia
Universidade Católica do Paraná. Também cursou Confeitaria no SENAC-PR e
Chef de Cozinha no Centro Europeu, sendo também diretor do "Instituto
Montes Ribeiro" e membro efetivo do Centro de Letras do Paraná."

A moção foi deferida por unanimidade pelos vereadores e o evento contou
com a presença de familiares e amigos de Montes Ribeiro.

Foto 1: Vereador Eder Pimentel, Montes Ribeiro e Cliceu Ferreira
Foto dois: Luiz Arthur Montes Ribeiro e Roberson Stanislauzuk
Foto três: Luiz Arthur Montes Ribeiro, Ana Claudia Gambassi, Neiva
Montes Ribeiro, João Arthur Montes Ribeiro e Eloisa Bueno Santos
Foto quatro: Miguel Gambassi e Luiz Arthur Montes Ribeiro
Foto cinco: Vereadores Dr. Erick e Eder Pimenel, Montes Ribeiro,
Jurandir Ribeiro e verador Daniel Milla.

Aconteceu

Priscilla Presley falou sobre filho com um brasileiro,que o pai e de Curitiba, tambem sobre o  filme "Elvis" e detalhes da vida com o cantor no The Noite na ultima sexta dia 22 de julho 2o22.
Priscilla Presley


Convidada comentou  ainda divórcio, Graceland, carreira e mais na entrevista cedida.

Falando do filme "Elvis", declara: "vi o filme quando ele estreou e não sabia o que esperar. Foi inacreditável. O Austin Butler fez o Elvis lindamente. Assistir o filme e fazer parte do filme, me deixou bem nervosa. Eu não sabia como eu ia ser retratada, mas a Olivia (DeJonge) fez um trabalho incrível, ela foi sensível, carinhosa, se preocupou e ela gostava muito do Elvis, ela conseguiu uma boa atuação". Priscilla responde ainda a diversas questões envolvendo relacionamento do casal com a imprensa, como era o Coronel Tom Parker, Graceland, diferenças do filme para a vida real, seu filho com um brasileiro e mais. Confira frases da entrevista: para Danilo Gentili .


  • "Sim, ele (Elvis) achava. Ele realmente achava que sua carreira acabaria, que não agradaria mais seus fãs, porque ele já estava com 40 anos. Na época, ter 40 anos já era uma idade. Ele disse para mim isso, que achava que os fãs iam escolher outros artistas e não iam mais querer saber dele" (sobre cena do filme em que Elvis fala sobre a idade e a carreira)

  • "Me lembro de estar no camarim e perguntar para ele (Elvis) “como você sabe se os fãs estão gostando do show, como você sabe, porque você está tão concentrado?”. Ele falava que via se as pessoas estavam olhando para o relógio ou se estavam indo muito ao banheiro. Se isso acontecesse ele ficava preocupado e sabia que teria que melhorar a performance".


  • "O Elvis sabia que tinha um grande público e que as pessoas amavam ele. Mas ele se questionava se existia algo a mais que ele podia oferecer, se estava fazendo a coisa certa, se Deus queria que ele fizesse algo diferente. Ele pensava se deveria estar falando a palavra de Deus ao invés de estar no palco".


  • "No nosso relacionamento, quando falei que ia me divorciar dele, isso aconteceu em Las Vegas. (No filme) ele estava na escada de casa e eu falei para ele (que ia me divorciar). Isso não aconteceu. Aconteceu, de fato, em Las Vegas, no quarto dele de hotel, falei com ele e disse “preciso ir embora”". (sobre diferenças do filme para a realidade)


  • "Quando você vai para Graceland, parece que sente o espírito dele ali. Quando está silêncio, ninguém lá, eu sinto e visualizo como se ele estivesse descendo as escadas, vejo ele ali sentado na mesa de jantar, é como se o espirito dele estivesse em Graceland".


  • "Tenho um filho com o Marco (Garibaldi). A família dele é de Curitiba, é uma família incrível, ele os visita bastante e a família foi para o casamento do meu filho na Suíça. Eles apoiaram muito meu filho. São pessoas incríveis".

Claudia Costin assume o

CNN Educação


Especialista na área, ela entrará ao vivo no CNN Rádio e na TV durante

o CNN Visão 


Julho de 2022 - A especialista da CNN Brasil Claudia Costin assume o quadro CNN Educação, tanto no rádio quanto na televisão, a partir da próxima segunda-feira, 25 de julho (CNN Rádio) e quarta-feira, 27 de julho (CNN Brasil)







Thiago Cavalcante, CEO & CSO da Inflr

REPERCUTE: Mais de 43% dos brasileiros já realizaram uma compra influenciado por uma celebridade ou influencer

Segundo recente estudo com dados da Statista e do HootSuite, o Brasil é o país mais influenciável do planeta. Segundo a pesquisa, mais de 43% dos brasileiros já realizaram uma compra influenciado por uma celebridade ou influencer. já os EUA (o país mais consumista do mundo), os “influenciados” são 17%.


Thiago Calvalcante, especialista em marketing digital, founder & CSO da Inflr, AdTech pioneira em ações com influenciadores digitais, tem disponibilidade para falar sobre o assunto e explicar os fatores que motivam o poder que os influencers tem na população brasileira.


Sobre a Inflr

A Inflr é uma AdTech pioneira em ações com influenciadores digitais. Ela permite que as marcas se comuniquem com 100% dos seguidores de cada influenciador, por meio de diferenciais únicos no mercado, como a multisegmentação e o remarketing. Foi fundada em 2019 pelos sócios Bruno Niro, Thiago Cavalcante e Tiago Brandão.



CNN no Plural celebra a diversidade pelo Dia Internacional

da Drag Queen

Programação explica como nasceu esse movimento e o que ele significa sem resvalar em estereótipos


Julho de 2022 - Nesta quarta-feira, 13, a CNN Brasil traz no programa No Plural em suas múltiplas plataformas a cultura drag queen com programação que explica o movimento e conta como ele nasceu.

 

No Prime Time do canal (19h30 às 21h), Karla Chaves e Letícia Brito apresentam uma reportagem que explica o movimento de uma forma leve e poética, mostrando a importância dessa arte para a comunidade LGBTQIAP+.

 

A equipe foi até o Drag Brunch, que é um café da manhã realizado com drag queens, que geralmente são associadas ao período noturno. Os drag brunches, uma tendência no exterior, brincam com essa dualidade de trazer as caracterizações das drags à luz do dia.

 

No evento, as drags Dacota Monteiro e Penelopy Jean deram entrevistas. Elas falaram sobre a importância de ser drag, que não é uma identidade de gênero e sim um elemento cultural.

 

A repórter também foi até a Casa Fluida, bar do centro de São Paulo, em busca da chamada drag experience, que consiste em pessoas de quaisquer idades, gênero e orientação sexual poderem se transformar em drag queen por uma noite.


No local, Marina Starlight e o modelo Felipe Pedroso contaram a própria experiência do dia da gravação. Após a transformação, o modelo ganhou o seu nome drag: "Mia Stambock".


Além desta reportagem, a equipe de produção do No Plural preparou para as redes sociais do CNN Soft, uma entrevista com Aquaria, drag queen vencedora da 10ª edição do reality show Ru Paul's Drag Race.

 

Oficialmente, a data será celebrada no dia 16 de julho, sábado. O movimento drag começou a ser representado como um pilar da cultura LGBTQIA+ a partir das décadas de 1960 e 1970, apesar de haver registros mais antigos de pessoas que se vestiam com roupas de outros gêneros, seja pontualmente ou de forma mais recorrente.

 

No Brasil não foi diferente e no princípio era chamado de movimento transformista, tendo artistas como Rogéria e outras que ocuparam o Teatro Rival no Rio de Janeiro como precursoras e expoentes

+ Gente News 

Com participação de 23 artistas, MON promove exposição “Ópera Citoplasmática”


Uma exposição coletiva com 23 artistas e cerca de 70 obras, “Ópera Citoplasmática”, ocupará o espaço do Olho, no Museu Oscar Niemeyer (MON), a partir desta sexta-feira (15). A curadoria é de Diego Mauro e Luana Fortes. A curadoria adjunta e concepção é de João GG.


“Ópera Citoplasmática” propõe um diálogo com o próprio espaço expositivo do Olho, fazendo com que a sua especificidade arquitetônica participe do projeto. A luminosidade controlada do local possibilita um desenho expográfico e uma ambientação experimental, incorporando a curvatura do teto e o vidro escuro das janelas imensas como elementos importantes.


A seleção dos artistas considerou a multiplicidade de linguagens, que inclui desde as mais tradicionais pintura e escultura, passando por instalações, vídeos, projeções de texto, intervenções sonoras feitas especialmente para a exposição e interferências espaciais.


Os participantes são Boto, Darks Miranda, Fernanda Galvão, Gabriel Pessoto, Giulia Puntel, Hugo Mendes, Iagor Peres, Ilê Sartuzi, Janaína Wagner, João GG, Juan Parada, Juliana Cerqueira Leite, Luiz Roque, Mariana Manhães, Marina Weffort, Maya Weishof, Miguel Bakun, Motta & Lima, Paola Ribeiro, Rafael RG, Renato Pera, Rodrigo Evangelista e Wisrah Villefort.


Serviço:

“Ópera Citoplasmática”

Data: a partir de sexta-feira (15)

Local: sala expositiva do Olho – Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico – Curitiba

Uma exposição coletiva com 23 artistas e cerca de 70 obras, “Ópera Citoplasmática”, ocupará o espaço do Olho, no Museu Oscar Niemeyer (MON), a partir desta sexta-feira (15). A curadoria é de Diego Mauro e Luana Fortes. A curadoria adjunta e concepção é de João GG.


“Ópera Citoplasmática” propõe um diálogo com o próprio espaço expositivo do Olho, fazendo com que a sua especificidade arquitetônica participe do projeto. A luminosidade controlada do local possibilita um desenho expográfico e uma ambientação experimental, incorporando a curvatura do teto e o vidro escuro das janelas imensas como elementos importantes.


A seleção dos artistas considerou a multiplicidade de linguagens, que inclui desde as mais tradicionais pintura e escultura, passando por instalações, vídeos, projeções de texto, intervenções sonoras feitas especialmente para a exposição e interferências espaciais.


Os participantes são Boto, Darks Miranda, Fernanda Galvão, Gabriel Pessoto, Giulia Puntel, Hugo Mendes, Iagor Peres, Ilê Sartuzi, Janaína Wagner, João GG, Juan Parada, Juliana Cerqueira Leite, Luiz Roque, Mariana Manhães, Marina Weffort, Maya Weishof, Miguel Bakun, Motta & Lima, Paola Ribeiro, Rafael RG, Renato Pera, Rodrigo Evangelista e Wisrah Villefort.


Serviço:

“Ópera Citoplasmática”

Data: a partir de sexta-feira (15)

Local: sala expositiva do Olho – Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico – Curitiba





  




 Catia Fonseca surpreende Datena no dia de seu aniversário

A apresentadora do Melhor da Tarde - Band, emocionou o amigo Datena, ao invadir seu estúdio empurrando um carrinho, com uma enorme caixa de presente.

Jose Luiz Datena, recebeu da apresentadora um delicioso bolo de chocolate, com direito a mesa de docinhos.

Mas as surpresas não pararam por aí....

Ao abrir a caixa Datena deparou com mais homenagem, um bolo muito especial. Trazendo o boneco do apresentador do Brasil Urgente com um helicóptero no topo do bolo.



Nenhum comentário: