Cinema

Filmagens de ‘Níobe’, de Fernando Mamari, chegam ao fim no Rio de Janeiro

ELENCO CONTA COM NOMES COMO ANDRÉ RAMIRO, BARBARA FRANÇA KADU MOLITERNO, ROBERTO PIRILLO E TIMÓTEO HEIDERICK  

 

Cenas de ‘Níobe’, longa-metragem de Fernando Mamari (crédito: Ana Carolina Mamari)


Uma casa em Santa Tereza, no Rio, foi o cenário principal de Níobe, longa de Fernando Mamari, que encerrou as filmagens em agosto. Durante cerca de 20 dias, o local foi palco para as cenas do jogo de poder que envolveu os personagens de Kadu Moliterno (Presidente Naya), Roberto Pirillo (General Honório), Timóteo Heiderick (empresário John) e Breno de Filippo (Deputado Braga). As intrigas e as traições dos poderosos acabaram interferindo no destino dos personagens de Bárbara França (prostituta Rita) e de André Ramiro (segurança Chicão).


- Foi maravilhoso! O elenco brilhou e esteve em sintonia proporcionando um encontro fabuloso. O trabalho da equipe foi excelente, da fotografia à arte, dos figurinistas aos operadores de câmera. Conseguimos realizar um belo filme e agora iniciamos o processo de pós-produção. Espero imprimir no filme o prazer e orgulho de todos que participaram do projeto – comenta o diretor Fernando Mamari.


O longa faz um retrato distópico do país e a história acontece em um só dia. Para a reunião organizada em sua casa, o empresário John aguarda o Presidente Naya; o General Honório e o Deputado Braga. O objetivo é subornar o parlamentar e assim obter a liberação para a exploração de um metal valioso em território indígena. Mas nada sai como planejado quando os convidados se confrontam.


Lideradas por Rita, as garotas de programa convidadas para o encontro e, até então coadjuvantes na noite, acabam desempenhando um papel inesperado que mudará o rumo de suas vidas para sempre. Ao lado delas está o segurança Chicão que, dependente do patrão ganancioso e sem escrúpulos, faz uma difícil escolha ao resolver ajudar Rita, por quem sente grande atração.


Participar de Níobe foi muito especial em vários sentidos. Fernando Mamari, além de uma pessoa incrível, é um grande diretor. Seu filme vai dar muito o que falar, principalmente por suas mensagens, sua visão de mundo e da sociedade. Foi um grande encontro, vou guardar no coração bons e divertidos momentos com essa equipe e elenco especial. Fazer cinema no Brasil é um ato de resistência principalmente nos tempos atuais, mas somos vencedores, estamos vivos e unidos. Viva ao Cinema Nacional!!- comemora André Ramiro.


Para Roberto Pirillo, viver o General Honório foi uma experiência singular. “O personagem tem peso e sangue nos olhos. Sua rivalidade com o presidente Naya, evidencia seu desejo de colocá-lo fora do jogo. Tudo nessa reunião tem um único objetivo: cada um espera conseguir de qualquer maneira que suas ideias sejam aprovadas, caso contrário, estarão dispostos a chegar até às últimas consequências. E isso pode ser fatal. Ali está presente o jogo sujo pelo poder e pelo dinheiro” – analisa o ator


Autor do roteiro ao lado de Violeta Rodrigues, Fernando Mamari quis que a história abordasse as escalas de poder numa sociedade e mostrasse que algumas poucas pessoas podem decidir o futuro de milhares. Para ele, a produção vai mostrar a descrença da sociedade nos poderes constituídos do país, onde os jogos escusos parecem ocupar posição central em todas as bandeiras. A direção de produção é de Sonia Freitas, com produção executiva de Júlio Braga. A produção é da Pajé Cultural com coprodução da Jardim Digital.


Legenda das fotos:

Foto 1 Kadu Moliterno e Roberto Pirillo

Foto 2 André Ramiro

Foto 3 Da esquerda para direita: Dayanna Maia, Ellen Oliveira, Aline Deluna, Bárbara França, Clara Niin, Liz Maggini e Mila Matoso

 

FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/drive/folders/1JI7Qnh7Pz1QXtmEwpEEeGj3sATZ4yMm1?usp=sharing


ELENCO

Barbara França - Rita

André Ramiro - Chicão

Timóteo Heiderick -John

Kadu Moliterno - Presidente Naya

Roberto Pirillo - General Honório

Breno de Filippo - Deputado Braga

Aline Deluna - Carla

Liz Maggini -Michele

Dayanna Maia - Cíntia

Ellen Oliveira - Susana

Clara Niin - Amanda

Milla Matoso -Juliana

Iran Gomes - Segurança Juarez

Fellipe Marques - Segurança Antonio

Thiago Paschoa - Homem de Terno Preto

Daniel Gregório - Homem de Farda

Thi Gouveia - Juca

Rafael Delgado - Ex namorado Rita

Charles Paraventi - Mafioso, traficante de mulheres

Mario Hermeto - Empresário

Isau Junior - Empresário

Jorge Luiz Jeronymo - Empresário

Eduardo Lassah - Empresário

 

EQUIPE TÉCNICA

Direção – Fernando Mamari

Direção de Produção - Sonia Freitas

Direção de Elenco - Carla Lima 

Direção de Fotografia - Viviane Rangel e Ricardo Alexandria

Roteiro - Fernando Mamari e Violeta Rodrigues

Direção de Arte - Adriano Farias

Figurinista - Benedito Neto 

Produtora de Locação - Rejane de Paiva

Produção Executiva e Estratégia de Marketing - Julio Braga 

 

PAJÉ CULTURAL


Criada em 2015, a Pajé Cultural busca unir entretenimento com conceitos artísticos e culturais em sua produção de conteúdo. Suas obras foram exibidas internacionalmente e em distintos canais de TV e plataformas de exibição on demand. Entre suas realizações solo ou em parceria estão produções como “Delírius Insurgentes”, “Cidadãos do Mundo”, “Moda sem Medida”, “O Nome do Pai”, “Cinema e Enredo”, “O Diagnóstico” e “Oleguns Olo Fê”.

 

JARDIM DIGITAL


A Jardim Digital é uma produtora de narrativas com foco em textos, sons e imagens que desenvolve histórias e opera em todo Brasil a partir de projetos e serviços há dez anos. Com foco na cultura colaborativa e parcerias de sucesso, tem experiência em realizações audiovisuais para cinema e live commerce, na web e tv, vídeos interativos, transmissões ao vivo em servidores próprios e redes sociais, storytellings, filmes publicitários e sites especializados para instituições de nome como Firjan, Sebrae, Bienal de São Paulo de Arte, UFRJ, Secretaria de Cultura do Município e Estado do Rio de janeiro, Ministério da Cultura, Agência Nacional de Petróleo, Ministério da Saúde, Ongs como Teatro de Anônimo, Criola, Heinrich Boll, Cieds e muitas outras. Em 2020 fortalece seu vínculo com a Pajé Cultural a partir de afinidades temáticas e estéticas, e inaugura um novo momento de criação conjunta para promover novas experiências ao público

 


 



 Cinema ainda mais acessível: estacionamento gratuito para clientes em Curitiba



Clientes da Cinesystem garantem estacionamento grátis aos domingos no Shopping Curitiba

Ir ao cinema, seja sozinho, com a família ou amigos mais próximos, se tornou um passeio ainda mais acessível para o público de Curitiba. Isso porque a Cinesystem, que figura entre as maiores exibidoras do país, está com uma promoção imperdível aos domingos: cliente Cinesystem, apresentando o ingresso no guichê, tem gratuidade no estacionamento. 

Inaugurado em 2009, quando a Cinesystem ainda não sonhava em estar nos quatro cantos do país, o complexo do Shopping Curitiba tem capacidade para receber quase 1000 pessoas em lugares numerados, sistema de som Dolby 7.1 e sistema de projeção que garante imersão e emoção a cada cena. 

Para garantir a gratuidade de estacionamento, basta apresentar o ingresso no guichê no dia determinado. A ação é válida por tempo indeterminado e não possui restrição de horas diárias para utilização da vaga. 

SICES patrocina CINESOLAR, uma estação móvel de arte,

cinema, cultura de paz, sustentabilidade e tecnologia


 





 

Lançado em 2013, o CINESOLAR é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável. O grande diferencial dessa iniciativa pioneira no Brasil é que ela utiliza energia solar fotovoltaica para fazer as exibições dos filmes. Desde 2014 na estrada, o cinema sustentável já atingiu um público espectador superior a 40 mil pessoas, em 130 municípios visitados.

A SICES Solar é patrocinadora do projeto, que estará presente na estrutura da nova estação solar. Mais do que a vertente cultural, o projeto é uma estação móvel de arte, cinema, cultura de paz, sustentabilidade e tecnologia, que viaja por todo o país para exibir filmes a partir de energia solar e promover arte e sustentabilidade por meio de oficinas artísticas e lúdicas.


Há total sinergia da SICES com o compromisso com a cultura e sustentabilidade das atividades do CINESOLAR. É um projeto com grande impacto social, que garante conteúdo audiovisual de qualidade e inclusivo em um país que tem menos de 10% dos municípios com salas de cinema. O trabalho de educação e cultura com crianças e adolescentes é extremamente importante e faz parte do pilar de educação da SICES e estamos felizes por contribuir para levar os filmes aos locais mais remotos, muitas vezes sem energia elétrica”, comenta Leonardo Pantaleão, CEO da SICES.

O CINESOLAR conta com duas vans equipadas com painéis solares e sistema de conversor de energia que proporcionam até 20 horas de atividades ininterruptas. Cadeiras, sistema de som, projeção e telão são oferecidos para montar uma verdadeira sala de cinema ao ar livre. Desde o início das exibições, já foram economizados mais 2,3 mil kW das redes públicas nas cidades por onde a trupe passou, já que o público desfruta dos filmes por meio da alimentação de células fotovoltaicas.

Nestes oito anos de atividade, a estação móvel sustentável do CINESOLAR já percorreu mais de 200 mil km em todo o Brasil, passando por mais de 400 cidades e proporcionando a magia da sétima arte para quase 200 mil espectadores, boa parte deles tendo contato pela primeira vez com uma sessão de cinema.

   

SICES Solar – www.sicessolar.com.br

Fonte – Leonardo Pantaleão – CEO da SICES

 





Cinema









O cineasta Glauber Rocha em “Glauber, O Filme: Labirinto do Brasil” (Divulgação/Curta!On)

No Curta!On, produções sobre Glauber Rocha celebram o diretor morto há 40 anos

Há 40 anos, em um dia 22 de agosto, falecia Glauber Rocha. Além da filmografia deixada por ele, considerado o principal diretor do Cinema Novo, seu importante legado para a cultura brasileira continua ecoando até as novas gerações de cineastas. A intensidade da vida e da obra de Glauber é sempre digna de homenagens dos que conviveram com ele ou admiram sua trajetória.

E, para celebrar sua existência e contribuição artística, o Curta!On disponibiliza dois documentários sobre o artista: “Rocha Que Voa”, de Eryk Rocha – seu filho -, e “Glauber O Filme, Labirinto do Brasil”, de Silvio Tendler; além do episódio da série “Grandes Cenas” sobre o filme “Terra em Transe”, um dos mais famosos do diretor.

O Curta!On é uma plataforma de streaming do canal Curta!, disponível no NOW da NET/ Claro e em www.curtaon.com.br, que conta com mais de 450 produções organizadas por temas de interesse como Música, Artes, MetaCinema, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mitologia e Religião, Sociedade e Pensament






Fassbinder: Ascensão e Queda de um Gênio' estreia no Cinema Virtual na próxima quinta

 

 

'O Lado Engraçado da Vida' também estreia com exclusividade na plataforma

 

 

 

 
Oliver Masucci em 'Fassbinder: Ascensão e Queda de um Gênio'

 

Dois novos filmes estreiam no Cinema Virtual na próxima quinta-feira, 26 de agosto. "Fassbinder: Ascensão e Queda de um Gênio" é uma cinebiografia do cineasta alemão Rainer Werner Fassbinder, que escreveu, produziu, encenou e montou dezenas de produções em uma curta e meteórica carreira que representava o Cinema Novo alemão. Em apenas 20 anos, foram mais de 40 filmes, 24 peças, três curtas e duas séries de TV. Interpretado por Oliver Masucci ("Dark"), Fassbinder era atrevido, temperamental e genial, mas incapaz de se proteger de si mesmo. O longa foir premiado em festivais e participou da seleção oficial de Cannes.






Tocados Pelo Sol' e 'Uma Mulher Contra um País' estreiam dia 5 no Cinema Virtual

 

Filmes chegam com exclusividade à plataforma na próxima quinta-feira

 

 

 

 ‘Tocados Pelo Sol'

 

Dois novos filmes estreiam no Cinema Virtual na próxima quinta-feira, 5 de agosto. Tocados Pelo Sol” é um longa alemão que recebeu três indicações a prêmios internacionais e conta a história da jovem Claire, que tem uma relação difícil com a mãe e durante uma viagem cria um relacionamento curioso com um adolescente estrangeiro.

 

 

A outra estreia é de “Uma Mulher Contra Um País”, longa exibido na 44ª Mostra Internacional de Cinema com o título original "Poppie Nongena". Baseado no livro de grande sucesso, "The Long Journey of Poppie Nongena", escrito por Elsa Joubert, o filme traz a história real de uma mulher que enfrenta o governo e as leis injustas impostas pelo regime do Apartheid, após ser considerada imigrante ilegal em seu próprio país. O longa sul-africano é ganhador de 14 prêmios incluindo melhor filme, direção, roteiro, atriz, atores coadjuvantes, fotografia, entre outros.

 

 

Confira os trailers, cartazes e sinopses:

 
 
 
  • Tocados pelo Sol (Sunburned) | Drama | Alemanha
     
    Claire está de férias com sua irmã Zoe e sua mãe Sophie em um hotel resort no sul da Espanha. Sophie passa os dias na piscina e não mostra o mínimo de interesse pelas filhas. No começo, Claire se apega a sua irmã mais velha Zoe, que misericordiosamente a deixa ir junto. Mas quando Zoe conhece um garoto de sua idade, Claire fica sozinha. Na praia, Claire faz amizade com Amram, um adolescente senegalês que vende produtos na praia. Conforme o relacionamento entre os dois se aprofunda, Claire tenta ajudá-lo, mas sem querer a desoladora situação de Amram fica ainda pior.
     
    Direção: Carolina Hellsgård
    Elenco: Sabine Timoteo, Zita Gaier, Gedion Oduor Wekesa, Nicolais Borger
     
    O longa recebeu três indicações a prêmios: German Film Critics Association Awards (melhor Edição), Göteborg Film Festival (Filme Internacional) e Molodist International Film Festival (Filme Teen)
 
 
 
 

BAIXE AQUI O MATERIAL DO FILME

 

 

 

  • Uma Mulher Contra um País (Poppie Nongena) | Biografia | África do Sul
     
    Inspirado no romance de Elsa Joubert "The Long Journey of Poppie Nongena", “Uma Mulher Contra um País” conta a história real da luta de uma mãe para manter sua família unida durante o Apartheid, na África do Sul. Morando no emprego, Poppie vê seus filhos rapidamente nos fins de semana. Quando seu marido fica doente, ela passa a ser considerada pela lei como uma residente ilegal em seu próprio país. Para ficar, ela terá de lutar contra as leis desumanas do governo.
     
    Direção: Christiaan Olwagen
    Roteiro: Saartjie Botha, Elsa Joubert, Christiaan Olwagen
    Elenco: Clementine Mosimane, Anna-Mart van der Merwe, Nomsa Nene, Chris Gxalada
     
    Filme que recebeu 14 prêmios - Silwerskerm Festival: Melhor Filme, Melhor Som Original, Melhor Roteiro, Melhor Diretor, Melhor Elenco Principal, Melhor Atriz Coadjuvante, Ator Coadjuvante, Melhor Atriz, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem e Cabelo, Melhor Editor, Melhor Fotografia | South African Film and Television Awards 2020: Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Para assistir, o público pode acessar a plataforma pelo NOW ou escolher a sala de exibição preferida em www.cinemavirtual.com.br e realizar a compra do ingresso. O filme fica disponível durante 72 horas para até três dispositivos.

 

Outros 19 filmes já estão disponíveis no Cinema Virtual: Vida de Campeã, Terras Perigosas, O Poder da Voz, 'Desejo, Paixão e Razão', Assassinato em Sparrow Creek, '14 Dias, 12 Noites', A Última Viagem, O Segredo do Lago, Linha Tênue, Elyse - A coragem Vem do Coração, Máfia S.A, A Vida Solitária de Antonio Ligabue, A Vinícola dos Sonhos, Uma Relação Delicada, No Fundo do Poço, Preparativos para Ficarmos Juntos por Tempo Indefinido, Homens Não Choram, Harmonia Silenciosa, Os Esquecidos.

 

 

#CinemaVirtual #EliteFilmes #Trailer #Lançamento #Now #ClaroNow #TocadosPeloSol #UmaMulherContraUmPais

 



 

DIAMOND FILMS LANÇARÁ MOONFALL NOS CINEMAS EM 2022

Superprodução de tirar o fôlego é dirigida por Roland Emmerich


São Paulo, julho de 2021 – O filme-catástrofe MOONFALL, estrelado por Halle Berry (“X-Men”), Patrick Wilson (“Invocação do Mal”), John Bradley (“Game of Thrones”) e grande elenco, é a nova aquisição da Diamond Films. O longa, que está em pós-produção, estreia em 2022 e promete uma experiência cinematográfica impressionante. A distribuidora aposta em um lineup incomparável para o ano que vem, que inclui também os lançamentos de ‘As Agentes 355’, ‘Spencer’ e ‘Orphan – First Kill’.


 

MOONFALL tem roteiro de Spenser Cohen, Harald Kloser e Roland Emmerich, que também assina a direção. No Brasil, o longa ainda sem título em português será distribuído pela Diamond Films. Acompanhe todas as novidades nas redes sociais da empresa.

Sobre a Diamond Films

A Diamond Films é a maior distribuidora independente da América Latina. Fundada em 2010, se destaca por distribuir os melhores filmes independentes da indústria cinematográfica. Atualmente, a empresa atua em sete países da América Latina: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Peru e México. No ano de 2016 começou a atuar no mercado europeu, por meio da sua filial na Espanha. No Brasil desde 2013, a Diamond Films distribuiu títulos como 'Os Oito Odiados'; 'Lion - Uma Jornada para Casa', ‘Moonlight - Sob a Luz do Luar', 'Valerian e a Cidade dos Mil Planetas' e 'Green Book - O Guia'.





14 Dias, 12 Noites’ e 'A Última Viagem' estreiam nesta quinta no



 Cinema Virtual

 

Drama foi o representante do Canadá para Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2021

 

 

 
 ‘14 Dias, 12 Noites’ 

 

Dois filmes estreiam no Cinema Virtual na próxima quinta-feira, 15 de julho. 14 Dias, 12 Noites” é um longa ganhador do prêmio de melhor fotografia no Le Gala Quebec Cinema (2020) e representante do Canadá na categoria Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2021. Estrelado por Andrée Lachapelle, também premiada no Le Gala Quebec como melhor atriz, “14 Dias, 12 Noites” fala sobre a influência das tradições, da perda e do perdão ao contar a história da amizade entre duas mulheres que compartilham um grande amor pela mesma filha.

 

 

Já “A Última Viagem” é protagonizado por Michiel Huisman, estrela de sucessos como “Game of Thrones” e “A Maldição da Residência Hill”. Com música original de Gary Lightbody, do Snow Patrol (Homem-Aranha 3), o longa traz a história Daniel Murphy, um advogado que viaja de Nova York para sua cidade natal na Irlanda, após o falecimento de sua mãe. A comédia irlandesa foi eleita como Melhor Filme pelo público do Cork International Film Festival.

 

 

Confira os trailers, cartazes e sinopses:

 
 
 


  • ​14 dias, 12 noites (14 Jours, 12 Nuits) | Drama | Canadá
     
    Sinopse: Isabelle e seu marido adotaram a filha, Clara, no Vietnã, mas a menina acabou morrendo em um trágico acidente anos depois. Ainda tentando superar o trauma, Isabelle decide viajar para conhecer o país de origem de Clara e visitar a mãe biológica da menina, de quem acaba ficando amiga. Em uma linda jornada na busca por finalmente poder seguir em frente, Isabelle vivencia a terra natal da filha através dos olhos da mulher que a trouxe ao mundo.
     
    Direção: Jean-Philippe Duval
    Roteiro: Marie Vien
    Elenco: Anne Dorval (Eu Matei Minha Mãe), François Papineau (Route 132), Leanna Chea

 



‘O Segredo do Lago’ e 'Linha Tênue' estreiam dia 8 no Cinema Virtual

 

Filmes chegam com exclusividade na próxima quinta-feira

 

 

 
 ‘O Segredo do Lago’ 

 

Dois filmes estreiam no Cinema Virtual na próxima quinta-feira, 8 de julho. O Segredo do Lago” é um longa irlandês dirigido por Phil Sheerin, que traz a história de um segredo sombrio que é acidentalmente descoberto no fundo do lago e irá acabar com a aparente calmaria da região. O elenco reúne Emma Mckaey, Michael McElhatton, Charlie Murphy e Anson Boon.

 

 

Já “Linha Tênue” é coprodução da Rússia, Finlândia e Alemanha exibida em importantes festivais como Toronto, Rotterdam, Trieste. O filme, que conquistou 28 prêmios internacionais, traz a história de Oleg, um paramédico talentoso, que faz de tudo para salvar a vida das pessoas, esquecendo da sua própria. Confira os trailers, cartazes e sinopses:

 
 
 
  • ​O Segredo do Lago (The Winter Lake) | Drama, Suspense |Irlanda
     
    Após fazer uma descoberta assustadora em um lago escondido, um tímido adolescente se depara com a verdade sobre seus vizinhos, um pai e filha que escondem segredos terríveis.
     
    Direção: Phil Sheerin
    Roteiro: David Turpin
    Elenco: Emma Mackey (Sex Educacion), Anson Boon (Predadores Assassinos), Charlie Murphy (O Estrangeiro), Mark McKenna (Operação Overlord), Michael McElhatton (Game of Thrones)
 
 
 
 

BAIXE AQUI O MATERIAL DO FILME

 

 

 
  • Linha Tênue (Arrhythmia) | Drama, Romance |Rússia, Finlândia, Alemanha
     
    Um jovem paramédico, talentoso e dedicado, está enfrentando problemas em seu casamento. Sua esposa está farta dele se importar mais com os pacientes do que com ela, e pede o divórcio. Ao mesmo tempo em que luta para arranjar tempo para a esposa, ele começa a ficar cada vez mais obcecado por sua missão de salvar vidas. Até que o novo chefe do hospital implementa novas regras rígidas que atrapalham o trabalho do paramédico. Presos entre ligações de emergência, a busca por um sentido para a vida, e crises pessoais e profissionais, o casal precisa encontrar a força que os mantém unidos.
     
    Direção: Boris Khlebnikov
    Roteiro: Boris Khlebnikov, Nataliya Meshchaninova
    Elenco: Aleksandr Yatsenko (Comboio 48 – A Última Resistência), Irina Gorbacheva (Indigo), Nikolay Shrayber (O Furioso)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O longa acumula 28 prêmios, entre os quais:
  • Asia Pacific Screen Awards: Vencedor do Grande Prêmio do Júri (Aleksandr Yatsenko)
  • Chicago International Film Festival: Melhor Ator (Aleksandr Yatsenko)
  • Haifa International Film Festival: Melhor Filme Internacional
  • Shanghai International Film Festival: Boris Khlebnikov
  • Trieste Film Festival: Melhor Filme
 
 
 
 
 

Para assistir, o público pode acessar a plataforma pelo NOW ou escolher a sala de exibição preferida em www.cinemavirtual.com.br e realizar a compra do ingresso. O filme fica disponível durante 72 horas para até três dispositivos.

 

Outros 14 filmes já estão disponíveis no Cinema Virtual: Elyse - A coragem Vem do Coração, Máfia S.A, A Vida Solitária de Antonio Ligabue, A Vinícola dos Sonhos, Uma Relação Delicada, No Fundo do Poço, Preparativos para Ficarmos Juntos por Tempo Indefinido, Homens Não Choram, Harmonia Silenciosa, Os Esquecidos, Haifa Street - Corações em Guerra, Clara, Lucky - Uma Mulher de Sorte, Doce Obsessão.

 

 

#CinemaVirtual #EliteFilmes #Trailer #Lançamento #Now #ClaroNow #OSegredoDoLago #LinhaTenue

 





1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico online termina no domingo, 23

VINTE E TRÊS CURTAS-METRAGENS PODEM SER VISTO NO SITE DO EVENTO

A animação ‘Mãtãnãg, A Encantada’ se baseia em uma história tradicional do povo Maxakali (crédito: frame/divulgação)










 

Rio de Janeiro, 21 de maio de 2021 - O desaparecimento dos insetos num futuro próximo; as pessoas que devem morrer após completarem 30 anos e uma índia que segue o espírito do marido até a aldeia dos mortos. Esses são alguns dos temas dos 23 curtas-metragens que seguem disponibilizados, gratuitamente, até o domingo, 23, (23h59) no 1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online. O projeto tem patrocínio dos Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.

As produções, entre 2018 e 2021, fazem parte de duas mostras: Realizadores Fluminenses, com nove curtas produzidos por profissionais nascidos ou residentes no estado do Rio e Inéditos do Brasilcom 14 obras das cidades de Brasília, Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Salvador, Cordisburgo e Manaus, respectivamente. Entre os destaques, o curta-metragem O Prazer de Matar Insetos, de Leonardo Martinelli, vencedor do Prêmio do Público do Panorama Carioca na edição especial de 30 anos do Curta Cinema - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro.

Para assistir aos filmes, basta acessar a plataforma Darkflix/Wurlak através do site www.festivalfantastico.com Será necessário um breve cadastro com nome, e-mail e senha para o login.

Clique aqui para fotos dos filmes e vinheta do festival:

 https://drive.google.com/drive/folders/1t3-XTm9cRzct8vBtBuK58DTux4lKpDFZ?usp=sharing

Clique aqui para a vinheta e trailer dos filmes no yotube:

https://youtu.be/PA7A9mg83UQ

https://www.youtube.com/channel/UCdol7cwli-aSlzJVeg46cDA

 

OS FILMES DAS MOSTRAS

REALIZADORES FLUMINENSES

O Prazer de Matar Insetos dLeonardo Martinelli, Rio de Janeiro (RJ), 10’, 2021, Livre - Com Rosa Iranzo, Alexandre Rosa Moreno

Sinopse: Em um futuro próximo, a crise climática atinge um ponto irreversível. Uma freira e um padre se encontram para conversar sobre o desaparecimento dos insetos.

 

Chiclete de Philippe Noguchi, Rio de Janeiro (RJ), 8’, 2019, Livre - Com Indira Nascimento, Olivia Torres, Pedro Nercessian, Mariah de Moraes

Sinopse: Irene é uma das exiladas de uma fantástica ilha povoada por jovens de curiosos hábitos alimentares, cuja única conexão com o mundo lá fora é um barco de suprimentos. Um evento inesperado coloca Irene no centro de uma estranha catarse coletiva no até então pacato mercadinho da vila.

 

Conte sua História ou Entregue sua Alma de Andrea Avancini, Rio de Janeiro (RJ), 17', 2020, Livre - Com Miguel Schimid, Isabella Rzezinski, Alana Alves e Otávio Calzolari

Sinopse: De castigo em seu quarto por ter feito mil e uma travessuras em sua escola, Thomas – um menino metido a valentão – se depara com um misterioso livro deixado por sua irmã em seu quarto. Ao ler o nome do livro em voz alta, “Conte Sua História ou Entregue Sua Alma”, Thomas inicia uma jornada fantástica e apavorante que o fará refletir sobre a maneira desrespeitosa como trata amigos e colegas de colégio.

 

Broto de Antonio Teicher, Rio de Janeiro (RJ), 20', 2018, Livre - Com Gisele Lisbôa, Thais D'Castro, Guilherme Bianco, Rollo, Sandra Incutto

Sinopse: Uma doce secretária recém-contratada se maravilha com as plantas exuberantes que crescem do chão do escritório. Já para sua rígida colega de trabalho, nem tudo são flores.

 

Egum de Yuri Costa, Rio de Janeiro (RJ), 23’, 2020, 14 anos - Com Paulo Guidelly, Valéria Monã, Bruna Rodrigues, Diomar Nascimento, Francisca Silva, Carlos Bruno, Dayane Simões e João Pedro Oliveira

Sinopse: Após anos afastado devido à violenta morte do irmão, um renomado jornalista retorna para a casa de sua família para cuidar de sua mãe que sofre uma grave e desconhecida doença. Numa noite, o jornalista recebe a visita de dois estranhos, que têm negócios desconhecidos com seu pai. Esse encontro, juntamente com acontecimentos que o levam a desconfiar que algo sobrenatural se abateu sobre sua mãe, fazem-no temer uma nova tragédia.

 

Cenas da Infância de Kimberly Palermo, Rio de Janeiro (RJ), 6’, 2021, 16 anos - 

Sinopse: Um pequeno camundongo vive uma infância tranquila. Ele come biscoitos caseiros, brinca com suas bonecas e ouve contos de fadas antes de dormir - até que uma noite de insônia o faz romper com seu mundo idílico.

 

Nada de bom acontece depois dos 30 - de Lucas Vasconcelos, Rio de Janeiro (RJ), 12’, 2020, 12 anos - Com Pedro Nercessian, Nina Rosa, Rhuan Santos, Paula Furtado, Camila Rocha, Kaique Bastos

Sinopse: Um homem questiona a ideologia governamental em que as pessoas devem morrer ao completar 30 anos.

 

Story.Telling - de Fábio Brandão, Rio de Janeiro (RJ), 27', 2020, 10 anos - Com Raphaela Palumbo, Giovanna Muricy, Ana Clara Lima, Mauricio Piancó

SinopseSeria só mais um curta sobre dois roteiristas que se encontram para escrever um filme de terror. Mas é um plano sequência de 27 minutos que mistura comédia com terror, onde a história se conta ao vivo com inúmeras referências e muitas pizzas.

 

A incrível aventura das sonhadoras crianças Contra Lixeira Furada e Capitão Sujeira - De Beatriz Ohana, Petrópolis (RJ), 15’, 2019, Livre - Com Gilmar Miguel dos Santos, Dafini França, Maicon Douglas Ribeiro, Ryan Teixeira, Daniel Maia dos Reis, Rafael Moura, Ruan Teixeira, Anna Ester da Silva, Ana Kelly Lopes, Gabrielle Tavares, Ana Carolina Lima e Lucas Cassiano

Sinopse: Quando o lixo só cresce e os adultos não dão conta do problema, João Pedro, Sophia e as crianças do QG dos Sonhadores entram em ação para derrotar os inimigos do bairro: O atrapalhado Lixeira Furada e seu comparsa, Capitão Sujeira. Uma aventura repleta de imaginação e fantasia, que apresenta o olhar de crianças sobre o lugar em que vivem.

 

INÉDITOS DO BRASIL

A Melhor Versão de Mim de Kallyo Aquiles, Brasília (DF), 23’, 2020, Livre - Com Marcos Alberto Filho (Lucas), Brenda Barbosa (Marina), Ana Luísa (Suzane)

Sinopse: Lucas se esforça para ser adotado e passa seus dias sendo provocado pelas outras crianças. Seu único amigo é a música, mas isso muda quando ele conhece Marina, uma garota que afirma vir de outro planeta.

 

Mãtãnãg, A Encantada de Shawara Maxakali e Charles Bicalho, Belo Horizonte (MG), 14', 2019, Livre  - Com Alexandre Maxakali, Ariston Maxakali, Eliane Maxakali, Shawara Maxakali

Sinopse: A índia Mãtãnãg segue o espírito de seu marido, morto picado por uma cobra, até a aldeia dos mortos. Juntos eles superam os obstáculos que separam o mundo terreno do mundo espiritual. Uma vez na terra dos espíritos, as coisas são diferentes: outros modos regem o sobrenatural. Mas Mãtãnãg não está morta e sua alma deve retornar ao convívio dos vivos. De volta à sua aldeia, reunida a seus parentes, novas vicissitudes durante um ritual proporcionarão a oportunidade para que mais uma vez vivos e mortos se reencontrem. Falado em língua Maxakali e legendado, Mãtãnãg se baseia em uma história tradicional do povo Maxakali. As ilustrações para o filme foram realizadas em oficina na Aldeia Verde, no município de Ladainha, em Minas Gerais.

 

Claudia e o Crocodilo de Raquel Piantino, Brasília (DF), 12’, 2019, Livre. - Sinopse: Claudia vive em um sossegado bairro com seu animal de estimação, Max, o crocodilo. Em seu cotidiano, Claudia divide seu tempo entre seu trabalho e seu lar, Max quando está sozinho em casa pode encontrar passagens para sair e interagir com a vizinhança

 

Cova Humana de Joel Caetanos, São Paulo (SP), 10’, 2019, 10 anos - Com Joel Caetano, Ivete Zani e Mariana Zani

Sinopse: Ele enterrou sua dor profundamente, mas ela insiste em voltar.

 

Fragile de Ramon Faria, Recife (PE), 11’, 2018, Livre - 

SinopseMr. Nakashima teve um interessante passado mas agora quer viver longe destas lembranças. Após anos de solidão, ele decide adquirir um robô para ajudar nos afazeres diários. A amizade vai crescendo e eles vivem felizes e tranquilos. Porém, uma criatura resolve fazer uma visitinha e as coisas começam a sair do lugar.

 

O Radar de Marisa Mendonça, Brasília (DF), 22', 2019, 12 anos - Com Angelo Macarius, Rose Samyra

Sinopse: Angelo é surpreendido com uma multa de trânsito que revela o paradeiro de sua moto roubada. Enquanto persegue o ladrão, ele descobre aos poucos que mistérios maiores o aguardam em uma estranha aventura.

 

Mamãe Tem um Demônio de Demerson Souza, São Paulo (SP), 25’, 2020, 14 anos - Com Hevelin Gonçalves e Soraia Costa

Sinopse: Tete Barilove está morta, mas seu corpo desapareceu. Beni, uma grande fã, descobre pistas que podem trazer a verdade sobre a cantora brasileira mais famosa dos anos noventa.     

 

Ditadura Roxa de Matheus Moura, Belo Horizonte (MG), 23’, 2020, 12 anos - Com Meibe Rodrigues, Paulo Trindade, Leon Ramos, Chris Geburah e Marcus Labatti.

Sinopse: Yeda, mulher verde, vende pães para sustentar a casa onde vive com seu marido doente. Por meio do contexto das pessoas verdes, conhecemos a realidade de quem vive à margem de uma sociedade roxa e conservadora. Uma oportunidade faz com que Yeda repense sua identidade e seus valores.

 

Em Cima do Muro de Hilda Lopes Pontes, Salvador (BA), 15’, 2019 - Com Nayara Homem, Enoe Lopes Pontes, Karol Senna, Luisa Prosérpio, Paula Lice, Marcelo Praddo e Vinícius Bustani

SinopseMergulhada numa depressão profunda, Amélia tenta encontrar nas redes sociais uma aprovação dos seus seguidores, mas, sua falta de bom senso quebrará todas suas expectativas de se tornar uma digital influencer.

 

A Retirada Para um Coração Bruto de Marco Antônio Pereira, Cordisburgo (MG), 33’, 2018, Livre - Com Manoel do Norte, Geraldo dos Santos, Geraldo Goulart, Wellington Junior, Ivany da Silva

Sinopse: Ozório é um senhor que vive sozinho em um local isolado. Ele passa os dias ouvindo rock no rádio, enquanto vive o luto da sua companheira. Isso até que um movimento no céu quebra sua solidão.

 

Jamary de Begê Muniz, Manaus (AM), 18’, 2021, Livre - Com Julia Cabral, Rosa Maria Malagueta, Elisa Telles, Isabela Catão, Clara de Sousa Leonel, Eduardo Sousa, Alex Lima, Valderes Souza, Moacy Freitas, Jôce Mendes, Begê Muniz.

SinopseAne passa as tardes brincando nos arredores da floresta com seus primos, até se deparar com o Anhangá, um espírito indígena que rodeia a sua comunidade. Mas ao adentrar mais profundamente na floresta, Ane se depara com uma verdadeira assombração

 

Nervo de Pedro Jorge e Sabrina Maróstica, São Paulo (SP), 12', 14 anos - Com William Amaral, Gisele Valeri, Angela Ribeiro e José Eduardo Delfini

Sinopse: Um homem bêbado desaparecido. Uma geladeira trancada. Uma unha no bolo de carne. Uma circunstância suspeita.

 

O conforto das ruínas de Gabriela Lourenzato, São Paulo (SP), 18’, 2020, Livre - Com Ellen Silva e Tamirys Rodrigues

Sinopse: Uma longa e cruel tempestade se aproxima. Ela sumiu. Em busca de pistas do Paradeiro dela, com a perspectiva de quem acaba de descobrir o mundo, Madu observa

atentamente a cidade e suas relações de poder.

 

Os Últimos Românticos do Mundo de Henrique Arruda, Recife (PE), 23’, 2020, 14 anos. - Com Mateus Maia, Carlos Eduardo Ferraz, Gilberto Brito, Sóstenes Fonseca, Sharlene Esse, Raquel Simpson, Odilex Lins, Suelanny Carvalho e Andreia Valois.

Sinopse: 2050. O mundo como conhecemos está prestes a ser extinto por uma misteriosa nuvem rosa. Distantes do caos urbano, Pedro e Miguel buscam apenas a eternidade

 

Nossas redes

Site: https://www.festivalfantastico.com/

Instagram: @festivalfantastico https://www.instagram.com/festivalfantastico/

Youtube : https://www.youtube.com/channel/UCdol7cwli-aSlzJVeg46cDA

Twitter @festfantastico  - https://twitter.com/festfantastico

Facebook @festfantastico  https://www.facebook.com/festfantastico

Vimeo: https://vimeo.com/festivalfantastico

 


No dia 4 de maio, os fãs de Star Wars comemoram o dia em que a "força está com você", ou may the fourth be with you. Por isso, o professor de História e Filosofia, Paulo Asalin, listou algumas curiosidades da saga e seus paralelos com acontecimentos reais.

Confira abaixo:

Dia de Star Wars: realidade ou ficção?

Confira 7 curiosidades históricas da saga que no dia 4 de maio deseja que “a força esteja com você”

O 4 de maio é celebrado mundialmente como o Dia de Star Wars (ou Guerra nas Estrelas, em português) por ser um trocadilho com o jargão “que a força esteja com você”, em inglês (may the force, ou fourth, be with you). Os fãs da saga criada por George Lucas consideram a data um feriado não oficial e um momento para relembrar e assistir novamente os nove filmes, além das séries e animações derivadas da obra.

A arte imita a vida?

Desde 1977, quando foi lançado o primeiro título, Guerra nas Estrelas: Uma Nova Esperança, a saga cativou fãs ao redor do mundo por diversos motivos.

Na opinião do professor e especialista em História e Filosofia do Colégio Marista Maringá, Paulo Soares Asalin, o cinema tem o poder de entreter, emocionar e informar o público ao mesmo tempo e por isso continua sendo um canal tão importante ao longo dos anos. “O cinema é uma ferramenta importante pois consegue levar para a sociedade temas relevantes como História e Filosofia, por exemplo”, analisa. “Como é o caso do clássico Star Wars, que traz debates e embates históricos ao alcance da população”, explica o professor.

Confira algumas curiosidades históricas presentes na saga Star Wars, descritas por Asalin, em parceria com o ex-aluno e estudante de História, João Luiz Amaral Castellani:

  • Jedi japonês: o nome jedi (jedai) é resultado da influência do diretor Akira Kurosawa, um dos mais renomados cineastas japoneses. Sua obra é dividida em dois gêneros: gendai-geki, que se passam no presente e jidai-geki, que são retratados no passado, sendo esse último, inspiração para que George Lucas nomeasse os Jedis dessa forma.

  • Inspiração japonesa: a narrativa do primeiro Guerra Nas Estrelas, conta a história do jovem Luke Skywalker, que se envolve em uma Guerra Civil Intergalática ao lado do piloto e contrabandista Han Solo e seu co-piloto Chewbacca, a fim de concretizar os planos da Princesa Leia e interceptar o projeto secreto imperial da Estrela da Morte. O enredo foi inspirado no filme "A Fortaleza Escondida" de 1958, do diretor Akira Kurosawa, em que dois camponeses ajudam um mentor samurai e uma princesa a se livrar das forças imperiais adversárias.

  • Guerra do Vietnã: A Guerra dos Rebeldes contra o Império, que acontece no Episódio IV: Uma Nova Esperança, retrata o furor de uma batalha desigual e relembra a Guerra do Vietnã (que acontecia enquanto o diretor escrevia o primeiro filme da franquia).

  • Regimes autoritários: O surgimento do Império Galáctico e a formação da Estrela da Morte, que ganharam força a partir da crescente ascensão de Darth Sidious, o imperador autoritário que transforma a República Galáctica em Império Galáctico, levando a um enorme extermínio de Jedis encabeçado por Anakin Skywalker, seu aprendiz e futuro Darth Vader. A fala da senadora Padmé depois da vitória de Palpatine é muito marcante nesse momento para que entendamos de onde vêm as referências no universo fantasioso de Star Wars, em suas palavras: "Então é assim que a liberdade morre. Com um estrondoso aplauso".

  • Influências da Roma antiga: pode-se notar em Star Wars, principalmente na República e Senado, ligações com a Roma Antiga. A organização e queda dessas instituições remete ao período em que viveu Júlio César, imperador romano que desempenhou papel fundamental na transição do modelo republicano para o Império Romano, como acontece no não tão aclamado "A Vingança dos Siths", com a ascensão de Palpatine e a queda da democracia.

  • Paralelo com o nazismo: a referência é clara nos uniformes dos oficiais da Estrela da Morte, diretamente inspirados nos uniformes nazistas, assim como as  cerimônias e momentos durante a saga que remetem ao documentário "O Triunfo da Vontade", da cineasta alemã Leni Riefenstahl, a obra foi filmada em 1934 durante o sexto congresso do partido nazista, evento que reuniu em torno de trinta mil simpatizantes da ideologia.

  • Preconceitos raciais: Além disso, o Império e seus membros têm uma visão contraditória a respeito dos aliens. Para eles, são criaturas inferiores, que devem ser serventes ou escravos e não são bem vindos por serem diferentes. A inspiração é clara e as características presentes nas organizações interplanetárias não escondem, exemplo disso são os Stormtroopers, criados geneticamente para defender os interesses do Império, onde o caráter opressor é marca registrada.

Sobre os Colégios Maristas:  os Colégios Maristas estão presentes no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.





   





Bang Bang!" é lançado nos EUA, mas com DNA made in Brazil

Com estreia prevista no Brasil para este segundo semestre, foi lançado no último dia 18 de abril, nos Estados Unidos, o longa metragem - Bang Bang! - uma produção brasileira e norte-americana produzida por uma talentosa baiana de Vitória da Conquista - Nicole Fahel.



Com estreia prevista no Brasil para este segundo semestre, foi lançado no último dia 18 de abril, nos Estados Unidos, o longa metragem - Bang Bang! - uma produção brasileira e norte-americana produzida por uma talentosa baiana de Vitória da Conquista - Nicole Fahel, que também atua no filme - e dirigida por Nicholas Cunha, filho de brasileiros, nascido em Nova York. Com DNA do Brasil, o filme foi gravado em Vitória da Conquista (BA), produzido pela Manga Rosa Filmes e recentemente adquirido pela distribuidora Indican Pictures para distribuição mundial.

No elenco, nomes conhecidos como Marcelo Serrado e Antônia Morais e também atores norte-americanos, de Salvador e Vitória da Conquista, que participaram de uma grande seleção em dezembro de 2017, para atuar no filme.

O longa, que mescla ação e drama, narra a história de cinco adolescentes, Biel, Gabby, Amber, Alice (vivido por Antônia Moraes) e Thomás, que decidem numa noite por diversão, roubar um supermercado. O plano sai errado quando um deles dispara acidentalmente um tiro em Nathan (Marcelo Serrado), funcionário do supermercado. A partir daí, eles decidem levá-lo como refém.

Com personalidades opostas, Gabby e Biel, lidam com a situação de forma diferente, e através dos seus olhos, os expectadores viajam em uma descoberta sobre limites sendo testados, amizades,  dinheiro, cadáveres e sangue nas mãos. Em quem devem confiar? Começa então uma intensa jornada pela sobrevivência.

Locação Brazuca

Toda a locação foi feita em Vitória da Conquista com apoio da prefeitura da cidade, apenas parte dos créditos iniciais foi filmada em Los Angeles. Nicole Fahel, que se formou pela New York Film Academy, em Los Angeles, explica que ter a oportunidade de produzir esse projeto na cidade onde nasceu e trazer o mundo artístico para um local que tem pouco acesso à arte, fez com que sua experiência fosse extraordinária. "Com todo o aprendizado que tive no cinema nos  Estados Unidos, achei que era hora de retribuir e levar um pouco da arte dando visibilidade para minha cidade natal", conta. Ela explica que, como artista fazer parte de um projeto que fala sobre a complexidade do comportamento humano, escolhendo entre o quão longe alguém vai por dinheiro ou amizade é extremamente gratificante.

From Bahia to Los Angeles

Nascida em Vitória da Conquista, Nicole Fahel tem 25 anos, e começou a carreira de atriz em 2013, em Salvador. Dois anos antes, havia feito intercâmbio sobre Shakespeare em Stratford, no Canadá. Em 2015 se mudou para Los Angeles, onde cursou atuação na New York Film Academy e em 2017 conseguiu o visto artístico para atuação e produção. Começou a produzir curtas e iniciou o trabalho como produtora desenvolvendo diversos projetos. Produziu vários curtas premiados, que foram para festivais europeus como Summer with Alicia (2017), The Bus Stop (2018) e Daisy (2016), este que a levou para o Cannes Short Film Corner.

Atualmente está desenvolvendo três documentários: Passage to AmericaThe Future e Bricks, Concrete and Steel - com o produtor e engenheiro americano Dilip Khatri. Além disso, trabalha em dois longas metragens, com Wagner Santisteban e Victoria Martonne, ambos em português.

Também está envolvida como Associate Producer no longa metragem americano On Our Way, atualmente em pós produção, que tem no elenco o consagrado ator irlandês, Liam Neeson. Em 2020, foi juíza do Festival Hollyshorts em Los Angeles e é membro do Comitê do Festival Diversity, em Cannes.  Agora está começando a trabalhar na Artemis Pictures, com a produtora Siena Oberman.

SINOPSE

Título original: Bang! Bang!

Ano: 2020

Estreia: EUA, em abril de 2021. Brasil, segundo semestre de 2021.

Gênero: Ação, Drama, Policial.

Diretor: Nicholas Joseph Cunha.

Produtora Executiva: Nicole Fahel.

País: Brasil/Estados Unidos.

Detalhes: 71 minutos / colorido / som.

Elenco: Nicole Fahel, Lucas Mogerley, Jordan Knapp, Antonia Morais, Marlon Samuda, Marcelo Serrado, Alice Guêga, Guilherme Aurich.

 

Foto: "A Space Exodus"

 

Banco do Brasil

Apresenta

 

2ª Mostra de Cinema Árabe Feminino apresenta mais de 40 filmes dirigidos por mulheres

CCBB promove edição 100% online e gratuita

 

Entre 19 de maio e 27 de junho, as produções cinematográficas árabes dirigidas por mulheres estarão na 2ª edição da Mostra de Cinema Árabe Feminino, que este ano será totalmente online e acessível na maior parte do mundo. Uma seleção de mais de 40 filmes de diversos formatos e gêneros - curtas, médias e longas-metragens de ficção e documentários - vai trazer à tona a multiplicidade dessas cinematografias através de filmes realizados por mulheres em países como Egito, Líbano, Palestina, Sudão, entre outros. O festival é 100% gratuito e os filmes serão exibidos virtualmente no site www.cinemaarabefeminino.com. O projeto é patrocinado pelo Banco do Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.     

Com as suspensões das atividades em março de 2020, como medida de segurança contra o novo coronavírus, o #CCBBemCASA foi criado, disponibilizando conteúdos exclusivos da programação no site bb.com.br/cultura. E mesmo após a retomada das atividades presenciais nos CCBBs Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte, as atividades virtuais foram mantidas para continuar levando arte e cultura para todos que não podem participar presencialmente dos projetos. O projeto Mostra de Cinema Árabe Feminino é mais um passo importante dessa iniciativa.

 

A programação inclui debates, mesas redondas e uma masterclass com a diretora palestina Larissa Sansour, conhecida pelas obras de ficção científica. Haverá também      um tributo para a diretora libanesa Jocelyne Saab (1948-2019), ex-repórter de guerra que realizou dezenas de filmes ao longo de sua carreira, e uma homenagem para a diretora tunisiana Moufida Tlatli (1947-2021), a primeira mulher árabe a dirigir um longa-metragem, que faleceu este ano por decorrência da COVID-19.

 

A curadoria desta edição é das brasileiras Analu BambirraCarol Almeida e da egípcia Alia Ayman e contempla produções com temas diversos como questões políticas, críticas sociais, conflitos familiares, utopias, amizades e masculinidades. "A mostra faz um panorama da produção árabe e reúne filmes de ficção, experimentais, documentários e obras performáticas. Os filmes abordam as mais diversas questões e, entre os temas recorrentes, observamos a retratação de futuros possíveis e também o questionamento de universos expandidos, de existências possíveis no mundo de hoje", diz a curadora Analu Bambirra.

 

Entre os 27 filmes inéditos em exibição na  Mostra de Cinema Árabe Feminino, destacam-se “Escritório de Espera”“Barbès” e “Portão de Ceuta”, dirigidos pela marroquina Randa Maroufi, que participará de um debate sobre as produções; “Quando Coisas Acontecem” (Palestina/Reino Unido), de Oraib Toukan; “O Protesto Silencioso: Jerusalém 1929” (Palestina), com direção de Mahasen Nasser Eldin e “Você Já Matou Um Urso - ou Tornando-se Jamila” (Líbano), dirigido por Marwa Arsanios.

 

DEBATES

 

- Conversa sobre o filme “Silêncios do Palácio”, com a pesquisadora e cineasta Viola Shafik

19/05/2021, às 16h

 

- Marwa Zein (Arábia Saudita), diretora de “Khartoum Offside”

06/06/2021, às 13h

 

- Nadine Salib (Egito), diretora de “Mãe daquele não-nascido”

06/06/2021, às 16hs

 

- Randa Maroufi (Marrocos), diretora de “Portão de Ceuta”. “Barbés”, “Stand-by office” 16/06/2021, às 14hs (conversa pré-gravada)

 

- Salma El-Tarzi (Egito), diretora de “Underground na Superfície”

19/06/2021, às 14hs

 

- Mathilde Rouxel, autora do livro "Jocelyne Saab: La Mémoire indomptée 1970-2015” e Nour Ouayda, curadora, crítica e cineasta

24/06/2021, às 14h (conversa pré-gravada)

 

- Michele Tyan e Myrna Maakaroun, atrizes do filme “Once Upon a time in Beirut”, de Jocelyne Saab

26/06/2021, às 15h

 

MESAS REDONDAS

 

Palestinidades: Corpo e Território

28 de maio, às 14h

 

Proponentes: Daniele Regina Abilas e Fernando Resende

 

A Palestina é um território e uma experiência que atravessa corpos. Ela é composta de memórias vividas, sentidas, contadas e recontadas por gerações que se amontoam e transitam por espaços limítrofes, múltiplos e disputados. Na Palestina histórica e na al-shatat, a diáspora, as experiências vividas e narradas revelam identidades multi-geográficas (Tawil-Souri) que, em constante urdidura, se tecem no sobrepor de gerações. Os filmes e documentários contemplados nessa Mostra revelam subjetividades e experiências diversas, nos convidando a adentrar câmaras escuras de sensações e imaginações, substâncias reais que revelam formas (im)possíveis de vida. A Palestina produz distintos regimes de subjetividades, gerando protagonismos e ideais muitas vezes contraditórios, projetos de vida que sustentam o território palestino como solo comum. Assim, esta mesa tem como objetivo provocar, a partir de uma perspectiva histórica, uma reflexão sobre os engendramentos criados pela experiência subjetiva do conflito no território palestino, tendo como foco o corpo feminino. Mais do que buscar definir a identidade palestina, o intuito é colocar em questão as formas distintas de experimentar os “modos de ser palestina”, levando em conta a trágica experiência do conflito. Dessa forma, buscamos compor quadros que revelam palestinidades, formas de habitar e de se perceber como mulheres sujeitas de uma história que, muitas vezes, insiste em apagá-las e confiná-las, a partir de uma lógica de silenciamento, restrição e condensamento de suas experiências.

 

Convidadas: Mahasen Nasser Eldin (cineasta - “O protesto silencioso”); Riham Isaac (artista performática e professora); Dina Matar (professora e pesquisadora)

 

- Um assunto de família - 13/06/2021, às 15h (horário a confirmar)

com Aline Motta (cineasta), Kawthat Younis (Um presente do passado) e Leila Basma (O projeto Adam Basma).

 

Toda memória familiar é parte constitutiva da História, particularmente quando essa memória familiar se projeta também como políticas da lembrança e políticas de apagamento. Nessa mesa, a proposta é debater algo que não é novo no cinema, mas que vem se intensificando e se capilarizando nos últimos anos: filmes que narram a História a partir de uma mirada muito pessoal sobre narrativas familiares, contadas no olhar e na voz de quem faz parte dessas famílias.

 

- Sul-Sul: curando filmes para/de nós mesmas - 20/06/2021, às 15hs (horário a confirmar)

com Alia Ayman (curadora), Analu Bambirra (curadora), Carol Almeida (curadora), Janaína Oliveira (curadora e pesquisadora) e Mary Jirmanus Saba (Um sentimento maior que o amor).

 

Com muita frequência, a experiência de pensar, programar e curar filmes que pertencem ao chamado Sul Global se dá a partir de negociações com as expectativas que os grandes festivais de cinema europeus ou estadunidenses impõem sobre o que os territórios de "alteridade" supostamente devem revelar. O que acontece então quando essa experiência se dá somente entre pessoas e instituições do Sul Global? O que se altera nas conversas, nas propostas curatoriais e na energia que circula entre as pessoas? São com essas questões que lançamos esta roda de conversa.

 

Masterclass

 

- Um Futuro Anterior: Masterclass com Larissa Sansour – 22/05/2021, às 13h

 

Larissa Sansour trabalha principalmente com cinema, e também produz instalações, fotografias e esculturas. O que é central em seu trabalho é a dialética entre mito e narrativa histórica. Nascida em Jerusalém Oriental, Palestina, seu trabalho recente utiliza a ficção científica para endereçar questões sociais e políticas, lidando com memória, traumas herdados, estruturas de poder e estados-nação.

 

Na aula, ela lidará com o uso de tropos da ficção científica em um contexto artístico e a mudança de significados que se resulta. Sansour apresentará excertos de filmes assim como imagens de seu trabalho cobrindo mais de uma década de sua prática artística. Ela discutirá as ideias por trás do enquadramento do discurso político na ficção especulativa e a retro temporalidade inadvertida que essa proximidade gera.


 

CLIQUE AQUI PARA FAZER DOWNLOAD DE FOTOS
 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PLAYLIST DA MOSTRA NO SPOTIFY DO CCBB

 

 

LISTA DE FILMES

 

Abertura - Homenagem a Moufida Tlatli

Os Silêncios do Palácio - Moufida Tlatli

 

Tributo à Jocelyne Saad

Era Uma Vez Em Beirute - Jocelyne Saab

Filhos da Guerra - Jocelyne Saab

Mulheres Palestinas - Jocelyne Saab

O Navio do Exílio - Jocelyne Saab

Trilogia Beirute:

Beirute, Nunca Mais - Jocelyne Saab

Carta de Beirute - Jocelyne Saab

Beirute Minha Cidade - Jocelyne Saab

Uma Vida Suspensa - Jocelyne Saab

 

Homenagem a Moufida Tlatli

Os Silêncios do Palácio - Moufida Tlatli

 

Foco Larissa Sansour

In Vitro - Larissa Sansour, Soren Lind

No Futuro, Eles Comiam da Melhor Porcelana - Larissa Sansour, Soren Lind

Patrimônio Nacional - Larissa Sansour

Um Êxodo Espacial - Larissa Sansour

 

Foco Randa Maroufi

Barbès - Randa Maroufi

Portão de Ceuta - Randa Maroufi

Escritório de Espera - Randa Maroufi

 

SESSÕES UNIVERSO

 

Sessão 1 - Cão Maior

Antes Que Eu Me Esqueça - Mariam Mekiwi

Assim Como Acima, Abaixo - Sarah Francis

In Vitro - Larissa Sansour, Soren Lind

No Futuro, Eles Comiam da Melhor Porcelana - Larissa Sansour, Soren Lind

Patrimônio Nacional - Larissa Sansour

Submarino - Mounia Akl

Um Êxodo Espacial - Larissa Sansour

Um Filme Sobre Um Círculo - Omnia Sabry

 

Filmes que colocam a estabilidade em chamas e defendem com imagens, sons e vozes certas existências.

 

Sessão 2 - Andrômeda

Carta Para Um Amigo - Emily Jacir

Dias Sagrados - Narimane Mari

O Protesto Silencioso: Jerusalém 1929 - Mahasen Nasser Eldin

Quando Coisas Acontecem - Oraib Toukan

Um Sentimento Maior Que O Amor - Mary Jirmanus Saba

Você Já Matou Um Urso - Ou Tornando-se Jamila - Marwa Arsanios

 

Filmes que quebram correntes e mudam a ordem do jogo.

 

Sessão 3 - Serpente

Espécies Selvagens - Jumana Manna

Impedimento em Cartum - Marwa Zein

Mãe daquele Não-nascido - Nadine Salib

Na seca - Remi Itani

O Projeto Adam Basma - Leila Basma

Quem Tem Medo de Ideologia? Partes 1 e 2 - Marwa Arsanios

Shahmaran - Élodie Baldwin

 

Filmes com/sobre corpos indesejados. Corpos que contêm o veneno e o antídoto. Corpos sinuosos. Não domesticáveis.

 

Sessão 4 - Ursa Maior

Ibrahim - Um destino a ser traçado - Lina Al Abed

Lavando a boca - Reman Sadani

O Banho - Anissa Daoud

Que dia! - Anissa Daoud

Rosa - Suha Araj

Um Presente do Passado - Kawthar Younis

Você Vem de Muito Longe - Amal Ramsis

 

Filmes que se aproximam e se conflitam com relações familiares.

 

Sessão 5 - Cinturão de Órion

74 - Rania & Raed Rafei

Barbès - Randa Maroufi

Ela Teve Um Sonho - Raja Amari

Portão de Ceuta - Randa Maroufi

Escritório de Espera - Randa Maroufi

The Wall - Mira Sidawi

Turismo Doméstico - Maha Maamoun

Underground na Superfície - Salma El Tarzi

 

Filmes com grandezas. Filmes sedentos de vitória.

 

Sessão 6 - Lua Vermelha

Era Uma Vez Em Beirute - Jocelyne Saab

Filhos da Guerra - Jocelyne Saab

Mulheres Palestinas - Jocelyne Saab

O Navio do Exílio - Jocelyne Saab

Trilogia Beirute:

Beirute, Nunca Mais - Jocelyne Saab

Carta de Beirute - Jocelyne Saab

Beirute Minha Cidade - Jocelyne Saab

Uma Vida Suspensa - Jocelyne Saab

 

Filmes dirigidos pela cineasta Jocelyne Saab.

 

SERVIÇO

 

2ª Mostra de Cinema Árabe Feminino

19/05 a 27/06/2021

Online no site www.cinemaarabefeminino.com    

Programação gratuita

 

 

Centro Cultural Banco do Brasil

https://www.bb.com.br/cultura

 

Belo Horizonte

Facebook/ccbb.bh | Twitter/ @ccbb_bh | Instagram/ccbbbh

Brasília

Facebook/ccbb.brasilia | Twitter/ @ccbb_df | Instagram/ccbbbrasilia

Rio de Janeiro

Facebook/ccbb.rj | Twitter/ @ccbb_rj | Instagram/ccbbrj

São Paulo

Facebook/ccbbsp | Twitter/ @ccbb_sp | Instagram/ccbbsp





Confira as novidades que chegam ao Looke em maio
 
 
Em maio, os assinantes do Vídeo Club do Looke, plataforma brasileira de streaming, terão acesso a muitas novidades.  Entre os destaques estão: “O Candidato”, ganhador de sete prêmios no Goya, “Rainha de Copas”, premiado em Sundance, séries de BBC, como “Guerra e Paz”, além de Ewan McGregor, Jim Carrey e Rodrigo Santoro juntos em “O Golpista do Ano”, entre muitos outros sucessos. Conheça mais detalhes abaixo e acompanhe a divulgação das estreias semanais, recheada de excelentes títulos.
 
O Vídeo Club, catálogo da plataforma destinado aos assinantes, fica disponível por apenas R$ 16,90 mensais e dá acesso a três telas simultâneas, além do Looke Kids, espaço seguro dedicado ao público infanto-juvenil.
 
 
"Guerra e Paz"
 
 
 
5 de maio
 
 
Amigos para Sempre (Storm Boy) Aventura
 
 
Michael Kingley é um ex-empresário bem-sucedido e agora avô aposentado. Quando começa a ver imagens de seu passado, ele é forçado a se lembrar de sua infância traumática. Agora, ele conta ao neto como, na infância, resgatou e criou um extraordinário pelicano órfão, chamado Sr. Percival.
 
Direção: Shawn Seet
 
Elenco: Finn Little, Jai Courtney, Geoffrey Rush
 
O ator Finn Little ganhou o Prêmio Melhor de Ator Infantil no Zlín International Film Festival for Children and Youth
 
 
 
 
 
Presa em Você (Stuck) Comédia
 
 
Darby encontra-se em apuros com a lei e é sentenciada à prisão domiciliar. Agora, ela deve servir 30 dias na casa que costumava dividir com o ex-namorado, que ele agora divide com sua nova noiva.
 
Direção: Jillian Armenante
 
Elenco: Christina Moore, Joel McHale, Kirsten Vangsness
 
 
 
 
 
Guerra & Paz (War and Peace) Romance, Série
 
Pierre é um jovem idealista e gentil, filho bastardo do homem mais rico da Rússia, que quer mudar o mundo para melhor. Natasha é espirituosa e procura o amor verdadeiro. Andrei é charmoso e busca um propósito maior na vida, pois está farto da superficialidade da sociedade. Quando eles se conhecem, em 1805, os exércitos de Napoleão se aproximam da fronteira da Rússia, e seus compatriotas se preparam para mudanças profundas em suas realidades.
 
 
Direção: Tom Harper
 
Elenco: Paul Dano, James Norton, Lily James
 
Indicada ao Emmy, a série ganhou os prêmios de Melhor Design em Bafta Awards e Melhor Efeitos Especiais na Royal Television Society
 
 
 
 
 
A Espiã (The Spy) Biografia, Guerra
 
 
Baseado na história real da atriz Sonja Wigert que, em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial foi alistada pelo serviço de segurança sueco com a missão de se infiltrar aos nazistas em Oslo. A Espiã é um drama intenso e envolvente que explora os terrenos obscuros da sedução, da espionagem e da traição.
 
 
Direção: Jens Jonsson
 
Elenco: Ingrid Bolsø Berdal, Rolf Lassgård, Damien Chapelle
 
Longa ganhou dois prêmios no Amanda Awards: Melhor Figurino e Melhor Maquiagem
 
 
 
 
 
12 de maio
 
 
Rainha de Copas (Queen of Hearts) Drama, Romance
 
 
Anne vivia com suas filhas e seu marido até que Gustav, filho adolescente de seu marido, vem morar com eles. Agora, Anne forma um vínculo com o jovem, que pode comprometer sua vida perfeita. E o que inicialmente parece uma libertação, logo se transforma em uma história perturbadora com consequências devastadoras.
 
Direção: May el-Toukhy
 
Elenco: Trine Dyrholm, Gustav Lindh, Magnus Krepper
 
 
“Rainha de Copas” recebeu 24 prêmios em festivais de cinema, entre os quais, Prêmio Júri Popular, na categoria Competição Mundial – Drama, em Sundance
 
 
 
 
 
O Candidato (El Reino) Suspense
 
 
Manuel Gómez Vidal é um político amado em sua região: goza de uma boa posição social, tem uma família amorosa, amigos em todos os lugares e muito carisma natural. Ele também é um homem corrupto que vem se enriquecendo com fundos públicos há anos. Depois de tentar encobrir um associado, Manuel fica exposto. Para sua surpresa, os membros do Partido procuram colocar a culpa por toda a trama em seus ombros. Mas ele não vai se render. Até que ponto uma pessoa está disposta a ir para se manter no poder?
 
 
Direção: Rodrigo Sorogoyen
 
Elenco: Antonio de la Torre, Mónica López, Josep Maria Pou, Luis Zahera
 
 
O filme ganhou 32 prêmios em festivais de cinema, dos quais destacam-se Prêmios Goya: Melhor Ator (Antonio de la Torre) | Melhor Ator Coadjuvante (Luis Zahera) | Melhor Direção (Rodrigo Sorogoyen) | Melhor Roteiro Original (Isabel Peña, Rodrigo Sorogoyen) | Melhor Trilha Sonora Original (Olivier Arson) | Melhor Montagem (Alberto del Campo) | Melhor Som (Roberto Fernández, Alfonso Raposo)
 
 
 
 
 
19 de maio
 
Meu Amigo Robô (Robo) Aventura
 
 
Mitya, um garoto de 12 anos, sonha em ser ilustrador de HQs de super herois, mas seus pais colocam para ele a responsabilidade de manter o negócio da família de engenharia robótica. Agora, Mitya encontra em um robô construído pelos pais o suporte que precisava, enquanto aprende coragem e responsabilidade com ele.
 
Direção: Sarik Andreasyan
 
Elenco: Daniil Izotov, Vladimir Vdovichenkov, Sergey Bezrukov
 
 
 
 
Justiça a Qualquer Custo (The Sacrificing) Drama, Série
 
O regime Stalinista foi um dos mais severos da história da Rússia. E em meio a esse caos, Zina Uvarova abandona seu emprego em Moscou para acompanhar seu marido à congelante Sibéria, onde ele cumpriria dez anos na prisão por um crime que não cometeu. Agora, Zina decide ajudar todos que foram presos injustamente.
 
Direção: Igor Gedrovich
 
Elenco: Dmitry Mulyar , Sergey Puskepalis, Svetlana Ivanova, Vyacheslav Manucharov
 
 
 
 
26 de maio
 
 
 
Ana (Ana) Comédia, Drama
 
 
Em Porto Rico, após um devastador furacão, uma amizade inesperada surge entre Ana, uma menina cuja mãe está na prisão, e Rafa, um vendedor de carros falido. Após se encontrarem por acaso, os dois embarcam em uma longa jornada cheia de desafios para tentar encontrar um lar para Ana e salvar Rafa do colapso financeiro.
 
Direção: Charles McDougall
 
Elenco: Andy Garcia, Aris Mejias, Blas Sien Dia, Dafne Keen, Jeanne Tripplehorn, Julitza Berberena, Luna Lauren Velez, Ramón Franco
 
 
 
 
 
Starfish - Uma História de Amor Incondicional (Starfish) Biografia, Drama
 
 
Baseado na história real de Tom e Nicola Ray. A vida perfeita deles é totalmente arruinada depois que Tom desenvolve sepse, uma doença causada por manifestações graves em todo o corpo devido a uma infecção. Enquanto o marido estava em coma, Nicola deu à luz ao segundo filho do casal, do outro lado do mesmo hospital. Em questão de dias, a sepse rouba Tom de seus braços e pernas e deixa seu rosto severamente desfigurado. Esta incrível história de sobrevivência mostra o que pode ser superado quando o amor é incondicional.
 
Direção: Bill Clark
 
Elenco: Tom Riley, Joanne Froggatt, Phoebe Nicholls
 
 
 
 
 
O Golpista do Ano (I Love You Phillip Morris) Comédia, Biografia
 
 
Steven Russell é um policial texano que decide assumir sua homossexualidade. Porém logo descobre que, para ser gay, é preciso ter muito dinheiro. Ele passa a realizar diversas trapaças e fraudes, de forma a manter seu alto padrão de vida. Ao ser preso, Steven é levado a uma penitenciária estadual. Lá conhece Phillip Morris, seu companheiro de cela, por quem se apaixona. A partir de então Steven passa a fugir e ser preso diversas vezes, sempre agindo em nome de seu amor.
 
Direção: Glenn Ficarra, John Requ
 
Elenco: Ewan McGregor, Jim Carrey, Rodrigo Santoro
 
 

 

 

 

Acompanhe o Looke nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Sobre o Looke

O Looke é um serviço de streaming de vídeos on demand, a forma mais simples de assistir a filmes e séries de TV sem sair de casa. Em um modelo único, a plataforma permite compra, locação ou assinatura, e apresenta mais de 14.000 títulos de todos os gêneros à sua escolha, incluindo produções recém-saídas dos cinemas, clássicos, documentários, lançamentos, animações e até shows musicais. O valor da assinatura do Vídeo Club, que dá acesso ao catálogo completo, é o mais acessível do mercado: apenas R$ 16,90. Conta ainda com o Looke Kids, um espaço seguro desenvolvido especialmente para crianças, que pode ser assinado separadamente. Usuários e assinantes podem assistir ao conteúdo através do site ou de diversos dispositivos: smartphones, tablets, TVs conectadas, consoles, etc. Saiba mais clicando aqui!


Gratuito

Filme Caso Leonardo traz à tona o excesso de força do trato da polícia com o cidadão comum


O filme de Val Carbone Caso Leonardo inicia sua carreira de distribuição e circulação em festivais e internet. O curta-metragem que foi contemplado no PROAC L.A.B. (Lei Aldir Blanc), no eixo Licenciamento e terá seu lançamento oficial em evento online nos dias 16 de abril e 17 de abril, sexta-feira, às 21h e sábado, às 16h. A transmissão será realizada pelo canal das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo. O filme tem como protagonistas os atores Paulo Gabriel e Marcelo Gomes que interpretam Rubens, o investigador e Leonardo o investigado, respectivamente. A trama é escrita por Laura Roa e conta com a direção de Val Carbone, direção de fotografia de KK Araújo, co-direção de Paulo Gabriel e produção de Ellen Bueno.


O filme do gênero policial traz um olhar ousado em sua montagem, com estética dos anos 90, com ares de terror psicológico. A película apresenta uma estética dual, ora simula a gravação de uma câmera ‘’amadora’’ que a tudo registra – nu e cru – um interrogatório violento e ora emula uma câmera de alta qualidade que define pensamentos e falas destes seres: interrogado e seu algoz. Somado a isso, temos como moldura noventista, essa imagem/fotografia transmitida através de um aparelho videocassete, que pelo tempo exibe as imagens com certa granulação e certa deterioração da fita e que associado ao movimento frenético do controle remoto, aponta um controlador que busca entender ou solucionar a cena de um crime anterior ou um crime que foi registrado pelas câmeras, cometido pelo excesso do emprego da violência como ferramenta de confissão, mesmo que possivelmente a parte investigada não tenha envolvimento no crime investigado.


O filme se passa em uma elipse de tempo, por vezes um recorte da memória das personagens, ora projeções, ora imagens de fato do vídeo, trazendo algum entendimento sobre um crime que passa a ser desvendado sobre uma teoria criada pela narrativa do controlador do vídeo e além disso conseguimos entrar na mente deste interrogador que cai em si diante dos seus atos hostis e desumanos. Nesse tempo decantado, apresentamos os estados latentes e limites das personagens, que buscam se salvar a qualquer custo.


Val Carbone diz: ‘’Caso Leonardo é um filme que trabalha a sombra, da noite, com focos fechados e pouca luminosidade; De outro lado temos a estilística de filmes que emulam filmagens caseiras, com imagens granuladas, distorcidas, frias e com ângulos mais opressores, como vemos em filmes como A Bruxa de Blair, de Eduardo Sánchez e Daniel Myrick. Com isso mesclamos esses estilos e fundimos em um filme em forma de clip dando essa dinâmica cíclica, fracionada e repetitiva, causando incômodo e sensação de looping.’’


Paulo Gabriel comenta: ‘’Buscamos em Caso Leonardo promover um choque entre gêneros, estilística e narrativa. De um lado as imagens mais bem definidas, com cores em preto e branco nos trazem referências do gênero Noir, tendo como base clássicos como China Town, do Roman Polansk e Falcão Maltez, de John Ruston, que cultivam e coroam a figura mítica do policial, do detetive, como homem da lei e acima dela. Apesar que descontruímos esse mito e mostramos que nem sempre é assim, pois o excesso de confiança pode levar a outros caminhos’’.


“Caso Leonardo dialoga fortemente com o hoje, com o excesso de força e violência presente nos discursos nas redes sociais, em partidas de futebol e em desentendimentos no farol. Os ''estados limites''. Além de escancarar o emprego de excesso de força por aqueles que detém o poder de polícia”, diz Marcelo Gomes. Ellen finaliza: “Caso Leonardo visa ser um filme frenético e impactante, com tempos urgentes, diálogos ríspidos e altas doses de cafeína que levam os protagonistas deste filme a destinos inesperados”.


O filme trará 2 sessões gratuitas à população, ambas em formato online, seguido de debate. O filme ainda poderá ser visto futuramente na plataforma indicada pelo PROAC ou ou em canal indicado pela Secretaria da Economia Criativa do Estado de São Paulo.


Sinopse:

‘’Leonardo é um professor universitário que sofre interrogatório ilegal em uma delegacia, pois passa a ser considerado suspeito de um assassinato. Rubens é um policial violento que só quer uma coisa: a confissão de um crime terrível a qualquer preço. O excesso de confiança do interrogador e altas doses de cafeína os levam a destinos inesperados.’’ Dir: Val Carbone – Com Paulo Gabriel e Marcelo Gomes. Gênero: Drama/Policial. Português. 14 anos.


Ficha Técnica:

Roteiro: Laura Roa

Direção: Val Carbone

Direção de Fotografía: KK Araujo

Co-Direção: Paulo Gabriel

Com Paulo Gabriel e Marcelo Gomes

Montagem, Colorização e Edição: Karen Pompeo e Rawi Santos

Câmera: KK Araújo

Assistente de Direção: Ellen Bueno

Som Direto: Carolina Lutzila

Figurino, Locação e Objetos: Marcelo Gomes. Ellen Bueno e Paulo Gabriel

Edição de Som: Rafael Simões

Design: In!Motion Art Agency

Trilha: Val Carbone

Produção Executiva: Ellen Bueno

Produtor Associado: Paulo Gabriel

Produtor Geral: Val Carbone

Assessoria de Comunicação: Pombo Correio

Redes Sociais: Ellen Bueno

Legendagem: Val Carbone

Adm: Michelle Gabriel


Créditos das fotos: Ellen Bueno  


Apoio Institucional /Transmissão: Poiesis- Oficinas Culturais do Estado de São Paulo


Realização: Governo Federal, Ministério Do Turismo, Governo Do Estado De São Paulo, Secretaria Da Economia Criativa, Amigos da Arte, #Culturaemcasa, Pimenta Filmes, La Vigilia, E!Motion Cultural, Claquete Filmes 


-Projeto Contemplado pela Lei Aldir Blanc, Edital 41-


Serviço


Dias e Horários: 16/04 (sexta), às 21h e 17/04 (sábado), às 16h

Ao término da exibição teremos um bate-papo via Zoom (sexta) e via Instagram (sábado) com a equipe


Endereço de busca no youtube: OficinasCulturaisdoEstadodeSãoPaulo

Duração: 7 minutos

Classificação etária: 14 anos

Gratuito


Grátis /Confira as novidades da semana na NetMovies

 

'Vingança Implacável', com Steven Seagal, 'Amor aos Pedaços', com Jon Favreau, e muito mais

 

 

 

 

"Vingança Implacável"

 

 


A NetMovies, plataforma gratuita de streaming, disponibiliza novos filmes nesta semana, que ficam disponíveis a partir desta quinta-feira, 8 de abril. Confira:



 

 

 

  • Epiphany - Amor e Perdão (Drama

Deixada por seu pai quando bebê, Luka foi criada por sua tia Maria e tio Peter. A morte de Maria deixa Peter deprimido e ressentido e Luka decide se conectar com o pai que ela mal conhece, enquanto ele está viajando com sua nova namorada. Quando eles começam a tentar encontrar o caminho de volta um para o outro, uma figura amarga do passado ameaça tirar tudo deles novamente.


 

 

  • Amigas de Verdade (Suspense, Drama)

CJ, de 19 anos, perdeu contato com sua amiga de infância, Sophia, desde que deixou a pequena cidade de Willow Springs. Sophia insiste que elas passem as férias na cabana do avô, e CJ reúne seu novo grupo de amigos para se juntar a ela. A felicidade rapidamente se transforma em pavor quando descobrem um andarilho vivendo em um trailer no terreno ao lado. Preocupadas, as garotas decidem interromper sua viagem, só que Sophia desaparece e desestabiliza o grupo, gerando desconfiança e suspeita, inclusive entre elas.


 

 

  • Cartas Para Deus (Drama, Fé e Espiritualidade)

Um menino que luta contra o câncer escreve cartas para Deus, tocando vidas em sua comunidade e trazendo esperança a todos que entram em contato com ele. Um carteiro desavisado, com uma vida conturbada, se sente compadecido com a jornada do garoto e de sua família ao ler as cartas. Elas o inspiram a buscar uma vida melhor para si e para seu próprio filho que ele perdeu por causa de seu vício em álcool.                                                

 

 

  • Feliz ao Seu Lado (Comédia)

Um solteiro sem objetivo perde o emprego e se vê perseguindo a mesma garota que seu ex-chefe.    

 

 

 

  • Amor aos Pedaços (Comédia, Romance)

Kate Welles é uma jornalista que está frustrada com as matérias fúteis as quais seu editor sempre lhe pede. Mas ela novamente se motiva quando tem a chance de preparar uma matéria sobre as diferenças entre amor e sexo nos dias atuais. Para ajudar em seu trabalho, Kate passa a relembrar os relacionamentos amorosos de sua vida, desde o momento em que perdeu a virgindade até seu mais recente ex-namorado, que dispensou-a três anos atrás e agora faz de tudo para que os dois retomem o antigo namoro.

 

 

 

  • Vingança Implacável (Ação, Policial)

Bobby é um agente da Interpol, e ele tem como missão investigar e prender traficantes de drogas e de armas na região dos Balcãs. A investigação o coloca em ameaça de um poderoso traficante. Bobby e sua equipe se envolvem na guerra pelo poder local e tudo sai de controle quando seu amigo é assassinado. Consumido por um desejo de vingança e tentando e querendo  fazer justiça com as próprias mãos, Bobby está a procura dos responsáveis numa busca eletrizante e explosiva.

 

 

 

  • Árvore de Corpos (Suspense, Terror)

Quando um grupo de amigos dos Estados Unidos decidem viajar para a Sibéria, na Rússia, para fazer uma homenagem a um amigo que morreu, eles descobrem algumas verdades que colocam suas vidas em perigo.

 

 

 

  • Apartamento 212 - A Infestação (Terror, Ação)

Jennifer está tentando recomeçar sua vida. Ela acabou de sair de um relacionamento abusivo com um policial e se muda para outra cidade. Ela faz amizade com um vizinho um tanto intrometido, e percebe que os buracos na parede de seu novo apartamento permitem que ela ouça o que seu vizinho faz. Quando ela decide investigar, no mesmo dia ele se mata. Jennifer então começa a encontrar machucados em seu corpo e, com o passar do tempo, eles aumentam. O que estará acontecendo? Alguma infestação? Ou algo pior?

 
 

 

 

 

Acompanhe a NetMovies nas redes sociais:

Youtube / Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Sobre a NetMovies

NetMovies é a forma mais simples de assistir a filmes e séries de TV sem sair de casa. São cerca de 2.500 títulos, gratuitos, de todos os gêneros à sua escolha. Os usuários podem assistir de onde e quando quiserem em seus dispositivos: Android, iPad, Smart TV (Philips, LG, Samsung e Sony), computadores (PC e MAC). A empresa oferece também o canal exclusivo da NetMovies no YouTube, com filmes e séries totalmente grátis e novos vídeos diariamente. Todo o conteúdo é original, completo, licenciado, dublado e com alta qualidade de imagem e áudio.

 



 Quo Vadis, Aida?’, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, ganha pôster e data de estreia no Brasil.

 


                                                                                 FILME BÓSNIO ESTREIA EM ABRIL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS

 

O drama de guerra “Quo Vadis, Aida?” já tem data de estreia marcada no Brasil. Em 20 de abril, a produção da Bósnia-Herzegovina chega às plataformas digitais para compra e aluguel, com distribuição da Synapse Distribution. O longa conta uma história ficcional ambientada no Massacre de Srebrenica, em 1995, quando mais de 8 mil bósnios muçulmanos foram assassinados por tropas sérvias. O pôster brasileiro e imagens em alta podem ser baixados aqui.

Com roteiro e direção assinados por Jasmila Žbanić (“Em Segredo”), “Quo Vadis, Aida?” foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. O filme também concorre ao British Academy Film Awards (BAFTA) em duas categorias: Melhor Filme em Língua Estrangeira e Melhor Direção.

Sinopse oficial:

Bósnia, 11 de julho de 1995. Aida (Jasna Djuricic) é uma tradutora das Nações Unidas (ONU) para a pequena cidade de Srebrenica. Quando o exército sérvio toma conta da cidade, sua família está entre os milhares de cidadãos que estão procurando abrigo. Com o seu papel de fonte interna nas negociações, Aida tem acesso a informações cruciais que ela precisa interpretar. O que está no horizonte para a família dela e pessoas: resgate ou morte? Qual atitude ela deve tomar?

 

Biografia da Diretora:

Jasmila ŽBANIĆ (1974, Bósnia e Herzegovina) formou-se na Academia de Artes Dramáticas de Sarajevo. Fundou a associação de artistas e a produtora Deblokada em 1997, em conjunto com Damir Ibrahimovic. Após o lançamento de várias curtas-metragens, fez a sua estreia em longas-metragens como "Em Segredo" (Grbavica, 2006), que foi nomeado para o Grande Prémio do Júri em Sundance e ganhou o Urso de Ouro em Berlim. O seu segundo longa-metragem, "Um Outro Caminho" (On the Path, 2010), estreou em Berlim, onde também foi nomeado ao Urso de Ouro. Quo Vadis, Aida? (2020) foi nomeado para o Leão Dourado em Veneza. O trabalho de Žbanić trata das Guerras Iugoslavas e do seu destrutivo legado emocional e político.

Sobre a Synapse Distribution

A Synapse Distribution atua no mercado latino-americano de entretenimento desde os anos 1990. Com o crescimento do VOD a empresa tornou-se uma das principais fornecedoras de filmes e séries para plataformas digitaisNos últimos seis anos, a distribuidora licenciou mais de 2.000 horas de conteúdo para players como Netflix, Amazon, Apple, Google, Globoplay, Pluto TV e MUBI.

Parte do Grupo Sofa Digital desde 2018, a Synapse lançou mais de 30 filmes em 2020, entre eles os sucessos internacionais 'Agente Infiltrada', 'Crime e Desejo', 'A Última Nota', 'Um Inverno em Nova York' e 'Curiosa'. Entre destaques nacionais, a empresa é responsável pela comercialização de longa-metragens, made for VOD, estrelando Luccas Neto, Viih Tube e Lucas Rangel, três dos principais YouTubers do Brasil nos segmentos infantil e infanto-juvenil.



---------- 


 

Looke divulga os destaques de abril

 

O Looke, plataforma brasileira de streaming, divulga os principais lançamentos de abril para os assinantes do Vídeo Club, que traz mensalmente cerca de 70 novos títulos para o catálogo de assinatura.

 

Entre os destaques do mês estão ‘Antes de Partir’, com Brian Cox; ‘Copperman – Um Herói Especial’, vencedor do Festival Internacional de Cinema de Brasília; a série da BBC, ‘Despedaçado’; o animeSuper Campeões’, entre outros sucessos. Em homenagem ao Dia Mundial do Desenhista, o Looke chama atenção para a série ‘HQUEM - A Arte de Desenhar Histórias’

 

O Vídeo Club, catálogo de assinatura da plataforma, está disponível por apenas R$ 16,90 mensais e dá acesso a três telas simultâneas, além do Looke Kids, espaço seguro dedicado ao público infanto-juvenil. Confira as novidades:

 

1º de abril

 

  • Despedaçado (Broken) – Drama – 6 episódios

Sean Bean estrela como o enigmático e problemático, Padre Michael Kerrigan, que tenta manejar sua congregação através do Catolicismo na Inglaterra contemporânea.


 

7 de abril

 

  • Até que você me ame (Hippopotamus) Suspense


 

Ruby se encontra na pior das situações, presa em um porão, com suas pernas quebradas, sem memória de como chegou lá ou de quem é. Agora, sua única fonte de informação é Tom, o homem que a sequestrou. Ele diz que ela permanecerá em cativeiro até se apaixonar por ele. Ruby está focada em tentar escapar, mas Tom começa a ajudá-la a se lembrar de seu passado, o que a faz questionar tudo.

 

 

  • Paterson (Paterson) Comédia

O filme acompanha uma semana da rotina do motorista de ônibus Paterson, mostrando como o que poderia ser monótono ganha outros ares com a sensibilidade do rapaz para poesia e a empolgação de sua esposa Laura.

 

 

  • Valhalla - A Lenda de Thor (Valhalla) Fantasia | Suspense

As crianças vikings Røskva e Tjalfe embarcam em uma viagem de aventura, de Midgard a Valhalla com os deuses Thor e Loki. A vida em Valhalla, no entanto, acaba sendo ameaçada pelo temido lobo Fenrir e pelos arqui-inimigos bárbaros do deus, os Jotnar. Lado a lado com os deuses, os dois filhos devem lutar para salvar Valhalla do fim do mundo - Ragnarok.

 

 

14 de abril

 

  • Antes de Partir (The Etruscan Smile) Drama

Rory MacNeil (Brian Cox) é um escocês ranzinza que não dá a mínima para a opinião dos outros. Um dia ele descobre que tem poucos meses de vida, e sua possível salvação está em São Francisco. Contrariado, ele abandona a ilha onde sempre viveu e vai se hospedar na casa do filho, que não vê há anos e com quem tem uma relação conturbada. Mas um golpe do destino dá a Rory uma nova chance, não só com seu filho e seu neto, mas também com seu próprio coração.

 

 

15 de abril

 

  • HQUEM - A Arte de Desenhar Histórias – 13 episódios

A série HQUEM percorre os ateliês de 13 quadrinistas, em diferentes regiões do Brasil para mostrar como é feita a arte de desenhar histórias, dando um panorama abrangente do universo maravilhoso das histórias em quadrinhos brasileiras.

 

 

20 de abril

 

  • O Sonho de uma Família (Magari) Drama

A história de uma família dividida, vista pelo olhar da jovem Alma, de 9 anos, e de seus dois irmãos mais velhos. A mãe, uma francesa rica e tradicional, e o pai, um italiano falido, ausente e nada convencional, se divorciaram há anos. As crianças vão passar alguns dias com o pai na Itália, e ele não faz ideia de como cuidar de si, quanto mais dos filhos. A situação é complicada, mas, apesar das dificuldades e tensões diárias, a pequena Alma continua a acreditar que um dia, talvez, a sua família possa a ficar junta novamente.

 

 

  • Ripper Street - 3ª Temporada (Ripper Street - Season) - Suspense

Um desastre em uma locomotiva causa a morte de 55 pessoas, e os destroços caem em cima da Divisão H, na Leman Street. No meio dos escombros há provas de crimes que ameaçam desmascarar Reid e destruir seu comando sobre a Divisão H. Agora sob ameaça, não há limites para o que Reid possa fazer em busca de vingança.

 

 

28 de abril

 

  • Copperman - Um Herói Especial (Copperman) – Drama

Anselmo, um homem com espectro autista, sonha em ser um super-herói desde que era pequeno para poder proteger quem ele ama. Agora que é adulto, ele começa sua jornada para defender os fracos e os necessitados e também reencontrar seu amor de infância.

 

 

  • Fazendo as pazes com o Passado (A Country Called Home) – Drama

Após anos sem saber de seu pai, Ellie recebe uma ligação para lhe informar que ele se encontra gravemente doente. Mesmo com todo o rancor por seus atos passados, Ellie decide viajar para o Texas, onde seu pai agora vive. Lá a jovem conhece Reno, um transexual corajoso e adorável, e descobre muito sobre a vida, sobre pais e sobre consequências.

 

 

 

  • Vidas Cruzadas - A Vida Íntima de Pippa Lee (The Private Lives of Pippa Lee) – Drama

Pode-se dizer que Pippa Lee tem uma vida excelente. Aos 50 anos, mora em uma boa casa, é casada com um brilhante editor 30 anos mais velho e mãe orgulhosa. Até o dia em que seu marido decide que está na hora da aposentadoria e de sair de Nova York. Para embolar de vez, ele também arruma uma amante, bem mais jovem do que ela. Mas as coisas realmente fogem ao controle quando ela começa a ter reações tão diferentes das que tinha quando levava uma vida pacata. E agora, seu mundo, sua vida tranquila, sua família e tudo o que ela ama está ameaçando ruir.

 

 

Para as crianças e fãs de animação:

 

  • Super Campeões (Super Campeones) – 52 Episódios - Animação

A série se divide em três partes: A primeira, ‘Road to Dream’, é uma refilmagem da série original Captain Tsubasa, em que Oliver Tsubasa recorda sua infância enquanto joga seu último jogo no Brasil, lembra-se de seus passos desde que jogava no Nankatsu até a adolescência, quando enfrentou o Toho na final do ensino médio. A segunda parte, ‘Road to Sky’, é uma refilmagem da série ‘Shin Captain Tsubasa’, que mostra o campeonato nacional juvenil e o Mundial Sub-16. Por fim a terceira parte, ‘Road to Victory’, começa uma nova saga com história inédita, que mostra Tsubasa no Brasil, seu duelo contra Santana, seu caminho no Barcelona, Lenders Hyuga na Juventus e Benji Wakabayashi no Hamburgo. Depois, os japoneses se reúnem em sua seleção para a Copa do Mundo de Futebol de 2002, realizado na Coreia do Sul e no Japão.

 

 

  • Nelly e Nora - Animação

Nelly e Nora são duas jovens irmãs que passam as férias com os pais no trailer da família em um acampamento no litoral. Elas amam a liberdade do local e passam a maior parte do tempo se aventurando na natureza e criando memórias juntas. Mas o clima da região é sempre um fator importante no cotidiano das meninas: dias com vento podem ser caóticos, dias chuvosos são ótimos para relaxar e dias ensolarados às vezes são quentes demais.

 

 
 
 

 

Acompanhe o Looke nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 





Filmes de Fernanda Montenegro e Mariana Ximenes estão entre os escolhidos para a Mostra Miragem, do Festival Curta Cinema

Laerte e Gregório Duvivier também estrelam curtas que fazem parte da programação do evento

 

 

Fernanda Montenegro, Mariana Ximenes, Laerte e Gregório Duvivier protagonizam filmes que serão exibidos na edição comemorativa de 30 anos do Festival Curta Cinema, que será totalmente virtual. Entre os dias 17 e 24 de março, 108 curtas espalhados por cinco mostras diferentes serão exibidos através da plataforma Festhome TV e ficarão disponíveis por 24 horas. O festival é gratuito.

 

"A Dama do Estácio" traz Fernanda Montenegro como a protagonista Zulmira, uma velha prostituta que um dia acorda obcecada com a ideia de que vai morrer e percebe que precisa de um caixão. 

 

Mariana Ximenes estrela "Uma estrela para Ioiô", que gira em torno do desejo de Antônio Cleide (Gustavo Falcão) de oferecer uma vida melhor à sua namorada, a prostituta Ioiô. Uma chance imperdível surge quando um vendedor aparece oferecendo as estrelas do céu.

 

Ficção e realidade são misturadas no curta "O Vestido de Laerte", estrelado pelo próprio cartunista. Entre fatos de sua vida e outros inventados, o filme acompanha Laerte pela cidade de São Paulo em busca do direito de frequentar o banheiro feminino. 

 

Gregório Duvivier integra o elenco de "O Velho e O Novo", que conta a história de um inspetor de polícia francês e um enviado da embaixada brasileira que investigam as causas da morte de uma jovem repórter brasileira em 1989 e acabam fazendo uma descoberta sobre o ex-presidente JK.

Serviço:

 

"A Dama do Estácio"  

Panorama Miragem 2 - quinta, 18 de março, às 17h

 

"Uma Estrela Para Ioiô" 

Panorama Miragem 2 - quinta, 18 de março, às 17h

 

"O Vestido de Laerte" 

Panorama Miragem 3 - sexta, 19 de março, às 17h

 

"O Velho e o Novo" 

Panorama Miragem 5 - domingo, 21 de março, às 17h 

 https://curtacinema.com.br/anual/programacao/




NOTA - CINESYSTEM - Fechamento das salas

A Rede Cinesystem informa que, desde o fechamento temporário dos cinemas em março de 2020, se empenhou para aplicar, em todos os seus multiplex, os protocolos de segurança e higienização mais rígidos e confiáveis do mercado. Com cuidados que englobam toda a jornada do cliente, a exibidora treinou todo o time para que o atendimento fosse livre de erros e riscos. Criou, assim, um ambiente em que o bem-estar e a tranquilidade são as principais sensações dos cinéfilos que retornaram às nossas salas. Contudo, novas determinações municipais e estaduais pedem, neste momento, um novo fechamento das atividades não essenciais.

Dado o cenário, informamos que as 26 operações da Rede Cinesystem Cinemas, instaladas em 10 estados do Brasil, seguem fechadas a partir de 18 de março de 2021 - incluindo os multiplex do Rio de Janeiro onde poderíamos manter a operação com restrição de horário. 

O compromisso maior da Cinesystem é, e sempre será, com a saúde e bem-estar de todos, por isso a exibidora reassume o compromisso de voltar a operar na sua totalidade, e com excelência, segurança e cuidado habituais, assim que as autoridades competentes validarem tal decisão. A expectativa é, em breve, voltar a oferecer experiências únicas que vão muito além do filme, para toda família.

Festival Curta Cinema com edição virtual e totalmente gratuita

Evento celebra 30 anos e exibe 108 curtas até dia 24 de março

 

De 17 a 24 de março, o Festival Internacional de Curtas-Metragens do Rio de Janeiro, o Curta Cinema, comemora 30 anos com uma edição especial realizada totalmente online. Uma seleção de 108 curtas – 20 no Panorama Carioca, 32 no Panorama Latino-americano, 27 no Panorama 30 Anos - Miragem, 21 na Mostra Origens e 8 na Mostra Premiados de 2020 – serão exibidos através da plataforma Festhome TV e ficarão disponíveis por 24 horas. O festival é gratuito.

O Curta Cinema começou em março de 1991 com o sonho de estabelecer um espaço de contato e de trocas entre os apaixonados por cinema e a exibição de curtas-metragens, que estavam ganhando cada vez mais espaço no meio cinematográfico. O projeto nasceu da luta para restabelecer o apoio à cultura, que tinha se pedido na época: “30 Anos depois, mantemos o sonho e a força de lutar por estes mesmos objetivos. O Curta Cinema tornou-se uma referência no país e no mundo e agora estamos ingressando no universo virtual para, em breve, retornarmos no presencial, depois de vencermos todas estas lutas”, afirma Ailton Franco Jr., diretor do Festival.

A programação desta edição comemorativa é composta por quatro mostras e um programa educativo direcionado a alunos da rede de ensino médio e fundamental, já tradicional ao longo da história do Curta Cinema: “Por conta da pandemia de Covid-19, o Festival optou por apresentar uma curadoria mais enxuta do que a dos anos anteriores e mais adequada ao on-line. Olhando pelo lado positivo, acreditamos que migrar para a internet nesse momento tão delicado que estamos vivendo, é de grande importância para atingir um público maior e levar cultura de forma democrática a todos”, diz Paulo Roberto Jr., coordenador de programação.

 

MOSTRAS

Um dos principais destaques do Panorama Carioca é o documentário inédito “AR”, de Beth Formaggini, que traz a visão da cineasta, internada com Covid-19, em uma cama de hospital. A mostra mantém a sua tradição como uma das principais vitrines do cinema independente feito no Estado do Rio de Janeiro.

Já o Panorama Latino-americano traz uma novidade nesta edição. A seleção dos filmes foi feita em parceria com nove importantes festivais latino-americanos, por intermédio da RED IBEROFEST. De forma colaborativa, os festivais Cortópolis (Argentina), Bogoshorts (Colômbia), Iberofest (Colômbia), Cinelebu (Chile), Shorts México (México), GIFF (México), CinefestPy (Paraguai), MUTA Festival Internacional de Apropiación Audiovisual (Peru) e Festival de Cine Nuevo Detour (Uruguai) selecionaram os mais significativos filmes latino-americanos de 2019/20. O resultado é uma curadoria inédita, múltipla e bem diferente dos anos anteriores.

A Mostra Panorama 30 Anos - Miragem reúne uma seleção de curtas exibidos nas três décadas do Festival Curta Cinema, criado em 1991. Os seis programas da mostra, realizada pela jornalista e curadora convidada Lais Rodrigues, trazem filmes de diferentes gerações de diretores que nos proporcionam percepções sobre o mundo e propõem reflexões sobre a produção de narrativas.

Na Mostra Origens, a intenção é trazer curtas-metragens sobre a cultura indígena do ponto de vista dos próprios índios. Com curadoria colaborativa entre o cineasta Takumã Kuikuro e artistas indígenas, a Mostra traz uma seleção de filmes experimentais e outros mais produzidos realizados pelos povos nativos e originários do Brasil. O resultado final é um amálgama de propostas estéticas e abordagens muito distintas entre si, que evidencia a riqueza cultural do audiovisual produzida nas tribos brasileiras.

E a Mostra Premiados de 2020 exibe os curtas vencedores das mostras competitivas nacional e internacional que participaram da primeira parte da 30a edição do Festival Curta Cinema, realizada também online entre 20 a 28 de novembro do ano passado.

Na segunda parte do Festival, haverá ainda atividades paralelas, como Laboratório de Projetos de Curta Metragem, que contempla jovens cineastas com a possibilidade de realização de seus curtas, Oficina de Documentário, ministrada por Beth Formaggini, Oficina Decibéis: as fronteiras entre os curtas-metragens e os videoclipes”, com Duda Leite, palestrasmasterclasses e o Laboratório de Ideias, espaço virtual de discussão e criação para o desenvolvimento de roteiros de curtas-metragens. Os consultores Paulo Lins e Sylvia Palma conduzirão o debate. Saiba mais sobre as atividades extras no site do festival: https://curtacinema.com.br/home/

Para esta edição comemorativa, o Festival Curta Cinema reformulou a tradicional Sessões Escolas no Programa Educativo e preparou quatro programas temáticos: renovação e reciclagem, imaginação criativa, família e afeto e inclusão. Cada programa é composto por dois filmes que são apresentados e contextualizados por um educador especialista na área. Os filmes ficarão disponíveis por seis meses no Youtube Sala de Leitura da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

Este projeto é financiado pelos recursos disponibilizados pela Lei Aldir Blanc, geridos pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura.

 

Premiações:

Prêmio Panorama Carioca:

Os filmes que compõem os programas do Panorama Carioca concorrerão ao Prêmio de Melhor Filme do Panorama Carioca, eleito pelo voto popular. 

 

Prêmio Panorama Latino-Americano:

Os filmes que compõem os programas do Panorama Latino-americano concorrerão ao Prêmio de Melhor Filme, eleito pelo voto popular. 

 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

CLIQUE AQUI PARA FAZER DOWNLOAD DE TRECHOS DA MOSTRA MIRAGEM

CLIQUE AQUI PARA FAZER DOWNLOAD DE FOTOS

CLIQUE AQUI PARA VER A SELEÇÃO COMPLETA DE FILMES

 

 

Sobre o Festival Curta Cinema

O Festival Curta Cinema é dedicado à difusão e promoção de obras audiovisuais em formato curta metragem. Exibe títulos com até trinta minutos de duração e se dedica exclusivamente ao formato. É um festival qualificador para importantes prêmios da indústria audiovisual, como o Oscars, o BAFTA, os prêmios Goya e o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A programação regular consiste em duas mostras competitivas (nacional/internacional) e dois panoramas de divulgação da produção local (carioca e latino-americano). Complementando a programação o festival tradicionalmente exibe mostras especiais temáticas, buscando abranger ampla multiplicidade de perspectivas artísticas. O Festival Curta Cinema também promove atividades de caráter formativo como debates, workshops, oficinas e encontros.


Elite Filmes divulga trailer de ‘Tormento’

 

Longa chega às plataformas de streaming em 1º de abril

 

 

 

 

A Elite Filmes acaba de divulgar o trailer e o cartaz de “Tormento”, longa que chega às plataformas de streaming Looke, Now, Vivo Play, Sky, iTunes, Google Play e Microsoft, em 1º de abril. Com produção da Tia Maria Filmes em coprodução com a Prodigital, o longa é escrito e dirigido por Ricardo Rama. No elenco estão Nívea Stelmann, Luiz Guilherme, Lu Grimaldi, Yanna Sardenberg, entre outros.

 

Em “Tormento”, Débora é uma advogada bem sucedida e bem resolvida. Sequestrada por um psicopata passa a ser mantida em cativeiro num lugar macabro. Violentada e agredida, ela precisa lidar com seu sequestrador.

 
 

Para assistir ao trailer, clique aqui.

 

 

Ficha técnica:

 

Elenco:

Luiz Guilherme 

Nívea Stelmann

Lu Grimaldi

Yanna Sardenberg

 

Direção: Ricardo Rama 

 

Gênero: Suspense

Classificação Etária: 16 anos

Produção: Tia Maria Filmes 

Coprodução: Prodigital

Produção:  Ricardo Rama e Ricardo Valle  

Produção executiva:  Kátia campos 

Direção de produção:  Carolina Dib  

Assist. de direção:  Felipe Angélico 

Direção de fotografia:  Daniel Talento  

Gaffer:  Arlindo Freitas  

Eletricista:  Emerson Freita  

Som direto:  Cláudio Seigarro  

Cor: Andre Miranda

Finalização de som: Igor Cavalcante

Direção de arte: Roberta Valente 

Figurino e caracterização: Alex Braga  

Maquiagem: Suzy Rhariny

Still: Desiée do Valle

Artes gráficas: Pedro Caetano

Músicas:  Chico Buarque e Hyldon

Trilha sonora:  Rob Endraus

 

 

#Tormento #LuizGuilherme #NíveaStelmann #RicardoRama #EliteFilmes #Suspense

 

 


8 filmes gratuitos protagonizados por mulheres na NetMovies

Atrizes Halle Berry, Krysten Ritter e Alicia Silverstone estão na lista

 

 

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a NetMovies destaca uma lista de oito produções de diferentes gêneros protagonizadas por mulheres. A NetMovies é uma plataforma gratuita de streaming de filmes que disponibiliza conteúdo novo semanalmente. Confira a lista:

 

 

  • Maré Negra (Ação, Aventura)

Kate (Halle Berry) é uma mergulhadora que fica traumatizada após ver um tubarão matar seu amigo. Tempos depois, ela aceita uma proposta para mergulhar novamente, mas, para isso, terá que enfrentar seu medo.

 
 
 
 

 

  • Vampiras (Comédia, Romance)

Goody (Alicia Silverstone) e Stacy (Krysten Ritter) são duas jovens e modernas vampiras que vivem muito bem em Nova York. Mas, de repente, o amor entra em suas vidas e ambas têm de tomar importantes decisões.

 
 
 

 

  • Como Treinar o Seu Marido (Comédia, Romance)

Uma terapeuta conjugal tenta consertar seu próprio casamento, concentrando-se em como mudar seu marido.

 

 

 

 

  • Cadê os Homens? (Comédia)

As mulheres de uma remota cidade latino-americana são forçadas a juntar os pedaços e refazer seu mundo quando todos os homens da cidade são recrutados à força por guerrilheiros comunistas.

 

 

 

 

  • Fuga (Aventura, Drama, Suspense)

Faz dez anos desde que a Peste Negra devastou as terras. Uma família pobre parte em uma jornada para encontrar um lugar melhor para morar, mas é atacada por um bando de assassinos impiedosos. A única a ser poupada é Signe, de 19 anos, que é feita de refém e levada de volta ao acampamento. Lá, ela descobre que está enfrentando um destino muito pior que a morte e percebe que a única coisa a fazer é fugir.

 

 

 


  • Acho que Matei Minha Chefe (Comédia)

Paige Davis acaba de ser promovida a presidente de vendas em seu trabalho. Depois de uma noite de festa, Paige e suas amigas hilariamente acordam com sua chefe morta.

 

 

 

 

  • O Destino de Grace (Drama, Romance)

Após prestar serviços militares, uma enfermeira retorna para a fazenda de sua avó em Amish Country, onde ela encontra um romance inesperado e se vê envolvida em um misterioso caso de assassinato.

 


 

 

  • A Maldição da Freira (Terror)

No outono de 1960, os padres Thomas Riley e John Thornton são enviados pelo Vaticano para investigar um evento milagroso em um lar irlandês para mulheres órfãs, grávidas solteiras ou com distúrbios mentais. Lá eles encontram uma adolescente grávida com sinais de possessão demoníaca e acabam descobrindo algo terrível.

 

 

 

 

Acompanhe a NetMovies nas redes sociais:

Youtube / Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Sobre a NetMovies

NetMovies é a forma mais simples de assistir a filmes e séries de TV sem sair de casa. São cerca de 2.500 títulos, gratuitos, de todos os gêneros à sua escolha. Os usuários podem assistir de onde e quando quiserem em seus dispositivos: Android, iPad, Smart TV (Philips, LG, Samsung e Sony), computadores (PC e MAC). A NetMovies também está disponível em um canal exclusivo no YouTube, com filmes e séries totalmente grátis e novos vídeos diariamente. Todo o conteúdo é original, completo, licenciado, dublado e com alta qualidade de imagem e áudio.

 


 

“Christabel”, de Alex Levy-Heller, estreia esta quinta nos cinemas

O premiado “Christabel”, romance dirigido por Alex Levy-Heller (“Jovens Polacas“ e “O Relógio do Meu Avô”), estreia nos cinemas , dia 25 de fevereiro. O filme traz uma atmosfera de mistério em uma narrativa inspirada no clássico poema vampírico homônimo escrito no século XVIII pelo britânico Samuel Taylor Coleridge (1772-1834). Com produção da Alelo Filmes e distribuição da Pipa Pictures, o longa traz no elenco principal os atores Milla Fernandez, Lorena Castanheira e Julio Adrião.

"Preservar o aspecto lúdico e poético da obra no filme foi a minha principal preocupação. O tempo, o ritmo, o tom, a fotografia, foram pensados no intuito de fazer a poesia emergir através das imagens. No poema encontramos temas que, apesar de expostos em 1816 quando foi publicado, ainda hoje soam polêmicos e geram importantes debates. Christabel prova-se incrivelmente atual e merecedor de uma adaptação para o cinema", afirma o diretor.


Nesta livre adaptação da obra de Coleridge, ao invés da Inglaterra do séc XVIII, a história se passa no coração do Brasil atual; o castelo do Barão é agora um lar humilde no Cerrado; O Barão é um pobre trabalhador rural, Seu Leonel (Julio Adrião), que vive com sua filha, a jovem e bela Christabel (Milla Fernandez). A personagem Geraldine (Lorena Castanheira) aparece como uma mulher misteriosa, livre e independente que abala as relações e estruturas pré-estabelecidas que pesam sobre Christabel e seu pai.

A chegada de Geraldine afeta drasticamente a dinâmica da casa numa triangulação de relações onde tanto Christabel quanto seu pai são influenciados por ela. Seu Leonel, o típico homem da roça, acostumado com a dureza e amargura da vida vê em Geraldine uma ameaça a estrutura patriarcal a qual se sente confortável, ao mesmo tempo em que é seduzido pelos encantos da bela mulher. Já Christabel é atraída não somente pela áurea refletida por Geraldine, mas também por suas ideias de liberdade, independência e de uma nova posição da mulher na sociedade.

Geraldine mexe com os instintos da inocente Christabel, desestabilizando suas convicções e promovendo ruptura das tradições.

Christabel é convidada a adentrar um mundo a qual ela desconhecia e que acreditava não poder fazer parte. Os sentimentos de paixão e liberdade florescem nos gestos, toques e olhares entre as duas mulheres, experiências jamais vivenciadas por ela. “Christabel” é um filme poético e sensual, que caminha pelo romance gótico e pelo cinema fantástico.

Coleridge não chegou a finalizar sua obra, o poema é inacabado. Coube ao diretor e roteirista do filme criar um final próprio, num exercício de imaginação de como o poeta teria escrito.

"Os anseios da jovem Christabel coadunam aos desejos da misteriosa Geraldine. A relação entre as duas mulheres é a essência do filme. O elemento fantástico apenas torna a obra ainda mais sedutora”, diz Alex Levy-Heller.

 


SINOPSE

Um novo olhar para o poema vampírico "Christabel" (1816), de Samuel Taylor Coleridge. Filha única de um trabalhador rural, Christabel encontra Geraldine, uma mulher misteriosa, que diz ter sido atacada por homens e precisa de ajuda. Em sua inocência e pureza, Christabel acolhe Geraldine na casa de seu pai. A partir de então, as duas protagonistas se relacionam de maneira que Geraldine passa a ter grande influência sobre Christabel, desestabilizando suas convicções e promovendo ruptura das tradições, mas trazendo um sentimento de paixão e liberdade jamais vivenciados por ela.

Romance, Ficção - Brasil, 2018. 112 minutos.

 

Festivais e Prêmios

XXII Cine PE (Recife, Brasil, 2018) – Melhor Filme (Júri da Crítica)

36° Reeling Chicago (EUA, 2018) – Seleção Oficial

Santo Domingo Outfest (Dominican Rep., 2018) – Seleção Oficial

Omovies (Naples, Italy, 2018) – Seleção Oficial

Serile Filmului LGBT (Cluj, Romania, 2018) – Seleção Oficial

Rio Fantastik (Rio, Brasil, 2018) – Melhor Filme (Júri Popular)

Crash International Fantastic Festival (Goiania, Brasil, 2018) – Seleção Oficial

5° Caruaru Iberoamerican Film Festival (Caruaru, Brasil) – Melhor Fotografia

Festival de Cinema de Petrópolis (Brasil, 2019)

42° Festival Guarnicê de Cinema - Mostra Política (Brasil, 2019)

Mostra MacaBRo (Brasil, 2020)

 

Poema original: Christabel, by Samuel Taylor Coleridge

https://www.poetryfoundation.org/poems/43971/christabel

Site: https://www.christabelmovie.com/

Facebook:  https://www.facebook.com/christabelfilme

 

Ficha técnica:

Elenco: Milla Fernandez, Lorena Castanheira, Julio Adrião, Nill Marcondes, Alexandre Rodrigues e Camila Mollica

Direção e roteiro: Alex Levy-Heller

Produção: Lorena Castanheira, Marcelo Pedrazzi, Rodolf Mikel, Alexandre Rocha e Alex Levy-Heller

Direção de Fotografia: Vinicius Berger

Direção de Arte: Deborah Levy Epstein

Mixagem de Áudio: Gabriel Pinheiro

Produção de Elenco: Vanessa Veiga

Finalização: Afinal Filmes

Distribuição: Pipa Pictures

 



NOVO DOCUMENTÁRIO DE KARIM AÏNOUZ, ‘NARDJES A.’, ESTREIA NAS PLATAFORMAS DE STREAMING NO DIA 25 DE FEVEREIRO



DATA MARCA O ANIVERSÁRIO DE DOIS ANOS DO HIRAK, MOVIMENTO POPULAR QUE TOMOU AS RUAS DA ARGÉLIA EM 2019

 


 

Coproduzido pelo Canal Brasil, o mais recente trabalho de Karim Aïnouz teve estreia mundial no Festival de Berlim de 2020 e recebeu o prêmio da Anistia Internacional na Itália

 

O filme acompanha uma jovem ativista durante os intensos protestos que tomaram as ruas de Argel em 2019 e levaram à renúncia do então presidente Abdelaziz Bouteflika. “Nardjes A.” será disponibilizado pelo Canal Brasil a partir de 25 de fevereiro na Net Now, Vivo Play, Oi Play, iTtunes, Apple tv, Google Play e Looke

 

 

O diretor premiado em Cannes na mostra Un Certain Regard, Karim Aïnouz, está de volta ao documentário com o novo projeto NARDJES A.

 

Coproduzido pelo Canal Brasil e filmado em um smartphone no início do Hirak (movimento de protestos que tomou conta da vida política Argélia desde o início de 2019), o filme é o retrato íntimo de um ativista que luta por um futuro democrático na Argélia em um momento de agitação política.

 

Em meio a crises globais, Nardjes A. simboliza o ardor das jovens gerações, que invadem as ruas reivindicando um futuro melhor em todo o mundo.

 

O filme teve sua estreia mundial na mostra Panorama da 70º Berlinale e, em seguida, foi exibido no renomado festival de documentários Visions du Réel, em Nyon, Suiça.

 

Nardjes A. é produzido por Watchmen Productions (Alemanha), MPM Film (França), Show Guest Entertainment (Argélia) e Cinema Inflamável (Brasil), em coprodução com Canal Brasil. Conta com o apoio do Instituto de Cinema de Doha e foi desenvolvido no Final Cut - Workshop da Bienal de Veneza

 

•••


SINOPSE

 

Argélia, fevereiro de 2019.

Uma onda de protestos populares de cunho pacífico toma as ruas de Argel contra a apresentação da 5ª candidatura do então presidente Bouteflika. Nardjes, uma jovem militante argelina, encontra no movimento um espaço para reivindicar um futuro melhor para a sua geração. Filmado em 8 de março de 2019, NARDJES A. retrata um dia na vida da ativista enquanto ela se junta aos milhares de manifestantes nas ruas de Argel que seguem em luta para derrubar o regime que os silenciou por décadas. Seguimos seus passos em meio a um momento histórico para seu país.

 

•••


HIRAK

 

Hirak, que significa “movimento” em árabe, foi o nome dado a onda de manifestações que tomou as ruas da Argélia em 2019.

 

Em 22 de fevereiro de 2019, os argelinos lançaram um impressionante movimento pela democracia, provocados pela decisão do então presidente Bouteflika de seguir para um 5º mandato, violando a Constituição do país. Depois das rotineiras orações de sexta-feira, milhões de argelinos tomaram as ruas em manifestações pro-democracia, derrubando o persistente medo de protestos. O Hirak levou Bouteflika a renunciar em 3 de abril, após 20 anos no poder. Os argelinos continuaram a tomar as ruas toda sexta-feira em protestos contra a corrupção, o desemprego e a elite política do país, demandando a transferência do poder soberano retido pelos militares após a renúncia para o braço legislativo eleito pelo voto popular.

 

Diferente dos movimentos revolucionários da Primavera Árabe, o Hirak rejeitou o uso da violência. O movimento busca reformas, mas além disso, uma mudança radical e dramática. Estas manifestações pacíficas, puxadas pela juventude e grupos de estudantes, também têm em sua força motriz mulheres e famílias. O movimento não tem líder nem representantes, daí seu slogan “Um Herói, o Povo”.

 

As autoridades argelinas usaram excessiva e desnecessária força e detiveram pelo menos 300 manifestantes em clara violência de seus direitos. Parte destes foi detida somente por levantar a bandeira Amazigh, que representa o grupo étnico dos berberes. O governo sustenta uma campanha constante de desinformação que restringe absolutamente o acesso ao número atual de prisões realizadas.

 

Após êxito em ter impedido a reeleição do então presidente Abdelaziz Bouteflika, o Hirak resistiu durante todo ano de 2019 e chegou a 2020 com fôlego para continuar levando os manifestantes às ruas. No entanto, depois do registro do primeiro caso de COVID confirmado no país no final de fevereiro de 2020, o cenário político e social mudou drasticamente. A pandemia se impôs como crise sanitária e política à continuação do movimento nas ruas. As manifestações no espaço público foram interrompidas pelo movimento com o recrudescimento da pandemia no país. Mesmo assim, o governo e as instâncias de poder continuam a perseguir e condenar os manifestantes. Enquanto o regime tenta sufocar o movimento, os organizadores garantem que ele continua mais vivo que nunca, aguardando o melhor momento para voltar a ocupar as ruas e mudar a história do país.

 

•••

 

NARDJES ASLI

 

Nardjes tem 26 anos e vive em Bachdjerrah, um distrito da classe trabalhadora de Argel. Ela é atriz e trabalha meio período em um “café-teatro” onde organiza eventos políticos e artísticos com seus amigos.

 

Nascida e criada em uma família de ativistas, ela se juntou a Hirak desde seu início, em 22 de fevereiro de 2019. Corajosa, sensível e inquieta, ela se descreve como uma ativista “de boca grande”, que não se cala diante da injustiça.

 

•••

 

ENTREVISTA COM KARIM AÏNOUZ

 

 

1. Como surgiu a ideia de fazer o Nardjes A.? O fato de seu pai vir da Argélia desempenhou algum papel?

 

Definitivamente desempenhou um papel importante. Essa foi minha primeira viagem à Argélia, país de origem do meu pai. Eu estava lá, inicialmente, para desenvolver um projeto muito pessoal: a improvável história de amor que juntou meus pais nos anos 60, um argelino e uma brasileira, e que tem como pano de fundo a Guerra de independência da Argélia. NARDJES A. foi filmado durante essa viagem específica.  Chegar à Argélia no início de 2019 foi absolutamente emocionante. Argel estava eletrizante, envolta em uma atmosfera de luta e esperança. De repente, as filmagens de NARDJES A. vieram como algo extremamente vital. Esse é um filme urgente. O grito das ruas e a excitação vigorosa da cidade ocupada por uma juventude febril me convenceram de que por aquelas 24 horas não havia nada mais importante a ser retratado: Argel ardendo em esperança. A mesma Argel que tão fervorosamente celebrou a independência do regime colonial em 5 de julho de 1962.

 

 

2. Você filmou no coração das manifestações de rua utilizando um smartphone, como se você mesmo fizesse parte dela. Como você se sentiu? Criou um certo vínculo com os manifestantes?

 

Por se tratar em última instância do retrato de uma manifestação, como já disse anteriormente, Nardjes A. se trata de um filme que tem em seu DNA a urgência. Nesse sentido, foi esse senso que guiou todas as minhas escolhas como diretor, tanto estéticas quanto técnicas.

 

Neste filme, procuro registrar um relato íntimo de um dia crucial na Argélia contemporânea. Seguimos o rastro de uma jovem argelina das 8h às 5h do dia seguinte. Minha abordagem foi elaborar um retrato imediato e vibrante de um jovem em revolta, em vez de um relato jornalístico genérico dos acontecimentos. Nada é neutro aqui - tudo é ao mesmo tempo apaixonado e tendencioso.

 

A ideia era que o filme deveria respirar em sincronia com Nardjes, essa jovem ativista que é nossa personagem principal. A câmera deveria sentir-se de alguma forma como se estivesse ligada a ela, pulsando com ela, no meio da multidão de jovens que invadiram as ruas de Argel.

 

Minha intenção enquanto diretor era passar essa sensação: estar perto desses corpos, estar entre eles, caminhar entre eles, compartilhar seu espaço, seguir seus passos. Esta proximidade, é claro, também me fez fazer parte deles, e nesse sentido foi criado um vínculo, um vínculo muito orgânico.

 

Poder entrar e habitar estes espaços só era possível com um aparelho muito discreto. Desde o início ficou claro que um aparato cinematográfico clássico nos impediria de retratar esse momento ou porque chamaria a atenção da polícia e das forças de segurança ou porque perturbaria os manifestantes por causa de sua presença ostensiva. Teríamos que tornar a câmera invisível, então decidimos usar uma câmera smartphone, o que nos permitiu atravessar a multidão e mergulhar nela.  O que estava acontecendo na Argélia não era muito diferente do que acontece nas ruas durante o carnaval do Brasil, uma nuvem de esperança que invade o espaço e tudo parece ser possível através da alegria. Era raiva misturada com vontade, com muita vontade.

 

 

3. Sobre Nardjes A., como você a conheceu ou encontrou?

 

Conheci Nardjes através de meus amigos Fouad e Sarah Triffi. Quando cheguei, fiquei impressionado com o que estava acontecendo na Argélia. Como eu estava lá para fazer outro projeto, já tinha feito alguns contatos. Como as manifestações estavam tomando conta da cidade, este casal de amigos, que fazem parte do meio do cinema argelino, me apresentou a Nardjes. Ela é uma atriz e também tem um emprego em um café no centro de Argel.  Nós nos conhecemos, conversamos muito brevemente, eu propus o documentário e ela aceitou. Foi tudo feito muito rapidamente, não havia tempo nem nada a perder. A única coisa que ela me pediu foi: não me peça para atuar, para representar. Eu quero estar nas manifestações porque acredito, quero cantar, vibrar, gritar. Estar lá como ativista, e não como atriz.

 

 

4. No filme vemos também muito da vida social de Nardjes A. Para você, isso era importante?

 

Minha abordagem foi elaborar imediatamente um retrato vibrante de uma jovem no meio das maiores manifestações políticas depois de décadas de silêncio e repressão. Nunca foi um relato genérico jornalístico dos eventos. Era para capturar a alegria das ruas, aquela energia, aquela sensualidade, uma energia que não se dissipa quando as manifestações terminam, mas que habita as vidas de quem participa delas, que inflama um estado de espírito. De fato, era importante descrever como essa energia ressoa em suas vidas, além das manifestações. É claro que é um filme político, mas não só. Há uma ambiguidade que eu queria explorar, a política pode ser muito pesada e, até certo ponto, deve ser pesada, mas não só isso. Há também uma eletricidade que vem junto.  E foi isso que encontrei na Argélia - algo também extremamente revigorante e atraente.

 

 

5. Como você definiria a cultura jovem agora na Argélia?

 

Obviamente, existem especificidades na juventude argelina. Mas o que mais me surpreendeu foi a sensação de que estar na Argélia era como estar em qualquer parte do mundo. Penso que há descontentamento com a política em toda parte, uma crise sistemática da democracia que precisa ser abordada com cuidado para evitar o fascismo, que geralmente é a resposta mais fácil a estes momentos políticos. A juventude argelina que conheci é uma juventude que tem uma necessidade vital de poder pensar sobre seu futuro, de poder sonhar com um horizonte melhor possível, que quer superar o prognóstico da catástrofe e isto eu vejo como algo primordial e global.

 

 

6. Por que seu filme é tão diferente de tantos outros filmes sobre a Revolução Argelina?

 

Minha intenção era capturar o estado das coisas, a voltagem de uma raiva produtiva, uma insurgência e a ambiguidade própria desses momentos. A agenda que tenho por trás deste filme é retratar os encontros, a tomada das ruas como algo vital. Eu queria fazer um filme que trouxesse alegria - um retrato de uma revolta pacífica mas feroz que pode inspirar outros no mundo. Revolta, tumulto e emoção. Blast!

 

•••

 

FICHA TÉCNICA 

 

Gênero: Documentário

Ano: 2020

Duração: 80min - cor

Países: Argélia / França / Alemanha / Brasil / Qatar

Premiere Mundial / Mostra Panorama Dokumente

 

Direção: Karim Aïnouz 

Direção de Fotografia: Juan Sarmiento

Montagem: Ricardo Saraiva

Som direto: Ilyas Mohammed Guetal

Assistente de Direção: Viviane Letayf, Mourad Hamla

Desenho de som: Sebastian Morsch

Poster design: Revista Comando

Coordenação de produção Alemanha: Jule Jäger

Coordenação de produção Argélia: Richard Djoudi

Direção de produção: Eddie Chebbi, Naomie Lagadec

Produtores: Marie-Pierre Macia, Christopher Zitterbart, Claire Gadéa, Richard Djoudi, Janaina Bernardes

Coprodutor : Canal Brasil

Produtores Associados: Sarah Trifi, Fouad Trifi

 

Apoio: Apoiado pelo Doha Film Institute - Desenvolvido por Final Cut em workshop da Bienal de Veneza

 

•••

 

SOBRE O DIRETOR 

KARIM AÏNOUZ é um premiado cineasta, roteirista e artista visual. Aïnouz estreou como diretor de longas-metragens com Madame Satã (Cannes Un Certain Regard 2002). Outras obras incluem Aeroporto Central (Prêmio de Anistia, Berlinale 2018), Praia do Futuro (Competiton, Berlinale, 2014), O Abismo Prateado (Cannes Quinzena dos Realizadores 2011) e O Céu de Suely (Horizons, Festival de Veneza, 2006). Em 2008, Aïnouz codirigiu a série de TV Alice para a HBO América Latina. Como artista visual, destacam-se instalações artísticas e projetos colaborativos que fizeram parte de exposições ao redor do mundo.

Seu último longa metragem, A Vida Invisível, estreou em Cannes na mostra Un Certain Regard em maio de 2019, onde recebeu o Prêmio Principal e seguiu por conquistar mais de 50 prêmios em todo o mundo. Aïnouz também é mentor de roteiro do Centro de Narrativas Audiovisuais do Porto Iracema das Artes e membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Nardjes A. é seu 8º longa metragem.

•••

 

SOBRE O CANAL BRASIL

 

O Canal Brasil é, hoje, o canal responsável pela maior parte das parcerias entre TV e cinema do país e um dos maiores do mundo, com 362 longas-metragens coproduzidos. No ar há mais de duas décadas, apresenta uma programação composta por muitos discursos, que se traduzem em filmes dos mais importantes cineastas brasileiros, e de várias fases do nosso cinema, além de programas de entrevista e séries de ficção e documentais. O que pauta o canal é a diversidade e a palavra de ordem é liberdade – desde as chamadas e vinhetas até cada atração que vai ao ar.

 

•••

 

SOBRE A CINEMA INFLAMÁVEL

 

A Cinema Inflamável é uma empresa produtora independente com foco no desenvolvimento e produção de conteúdo original para cinema e televisão. Seu objetivo principal é estimular a produção de projetos ousados e singulares do Nordeste do Brasil, desenvolvendo uma filmografia local autêntica através de parcerias duradouras com diretores e produtores parceiros. Fundada pelo diretor Karim Aïnouz e pela produtora Janaina Bernardes, a Cinema Inflamável foi contemplada na chamada de Núcleos Criativos do FSA para o desenvolvimento de 5 longas e 2 séries de ficção. Em processo de expansão e crescimento, se agrega a um novo grupo de jovens diretores apostando em projetos desafiadores na missão de criar uma filmografia vibrante e urgente.






News


Gilberto Gil no palco, com trajes típicos do sertão nordestino (Foto: Divulgação/Canal Curta!)

A pirotécnica de Andrucha e Gil na aventura de “Viva São João"

Anualmente, o cantor e compositor Gilberto Gil costuma entrar em turnê pelo Brasil, sobretudo no Nordeste, com shows especiais, adaptados aos festejos em homenagem a São João. Essa experiência foi acompanhada pelas lentes do diretor Andrucha Waddington (“Casa de Areia”, 2005; “Eu Tu Eles”, 2000), no documentário “Viva São João”, que se passa entre 19 cidades da Bahia, Pernambuco, Paraíba, Sergipe e Ceará. O filme chega ao Curta!, reunindo a música e a história das pessoas envolvidas com essas festas juninas.

Com uma trilha sonora recheada de canções de Luiz Gonzaga – a maior referência musical e simbólica dos festejos de São João –, Gil e Andrucha fazem um verdadeiro retrato antropológico da celebração, entrevistando diversos personagens, entre músicos e frequentadores, que falam da história e da importância da festa. A produção  conta com a participação de outros artistas, como Dominguinhos, Sivuca, Elba Ramalho e Alceu Valença.

O longa-metragem, gravado em 2001, também retrata os contrastes entre a dura vida de vilarejos pobres do sertão nordestino e a alegria de sua gente diante da festa. Entre as cidades visitadas está Exu, terra natal de Luiz Gonzaga, onde Gil e Andrucha chegam conduzidos pela irmã do Rei do Baião, em um emocionante encontro com os sanfoneiros que ainda habitam o local. A exibição é na Segunda da Música, 01 de fevereiro, às 22h25.

Filme de estreia de Kleber Mendonça analisa relação entre críticos de cinema e cineastas

O documentário “Críticos” foi o primeiro longa lançado pelo festejado cineasta Kleber Mendonça Filho (“Bacurau”, 2019; “Aquarius”, 2016), em 2008. O filme explora a conflituosa relação entre críticos, cineastas e artistas, entrevistando grandes nomes da crítica e dos cinemas nacional e estrangeiro.

A produção desenvolve os questionamentos pessoais do próprio diretor, que também é crítico profissional, à medida que tece reflexões a partir do ponto de vista diversos. Os depoimentos foram gravados de 1998 a 2007, no Brasil, Estados Unidos e Europa, e discutem questões como imparcialidade e a lógica mercadológica que cada vez mais se impõe no audiovisual, em detrimento da arte. A exibição é na Quarta do Cinema, 03 de fevereiro, às 22h.

Segunda da Música – 01/02

22h25 – “Viva São João”
O compositor Gilberto Gil acompanha o cineasta Andrucha Waddington até o Nordeste do Brasil. Entre as comunidades rurais da região, Gil e Waddington participam da comemoração católica do dia de São João com música e dança. Waddington também analisa o sofrimento da população que tenta sobreviver por meio da agricultura em um terreno difícil. Duração: 85 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 02 de fevereiro, terça-feira, às 02h25 e às 16h25; 03 de fevereiro, quarta-feira, às 10h25; 06 de fevereiro, sábado, às 15h30; 07 de fevereiro, domingo, às 22h30.

O filme "A Garota Invisível" tem trilha original diferenciada devido a pandemia, comenta o Produtor Musical Maestro

O Produtor Musical e multi-instrumentista, conhecido como MAESTRO, após o grande desafio do projeto Relax Zen Brasil em parceria com a Universal Music, que transforma hits de nossa música em versões zen para aquele momento de autoconhecimento. Agora o profissional musical apresenta a trilha original do filme "A Garota Invisível", protagonizado pela atriz Sophia Valverde, recém lançado em diversas plataformas de streaming e comenta como foi processo para trabalhar em filme em plena quarentena.

Maestro, conta que foi algo diferente de suas outras trilhas cinematográficas, por ser seu primeiro filme teen, ainda criar uma trilha original, entre as canções autorais do elenco do longa como Sophia Valverde (As Aventuras de Poliana do SBT) e Mharessa Fernanda (influenciadora) e ainda mais no período do isolamento social, que deixaram muitos profissinais da arte com alguma crise de criatividade.

“O processo todo foi realizado através de vídeo conferências com o Maurício Eça (Diretor) e o Marcelo Braga (Produtor Executivo). Nunca tivemos um reunião presencial, e ainda não nos conhecemos pessoalmente. Mas a sinergia foi ótima!! O trabalho de composição das trilhas foi desafiador, pois tivemos 55 trilhas e suas variações ao longo do filme, com grande riqueza de estilos e climas sonoros. Cada personagem tem junto consigo, características musicas na trilha, que os representam musicalmente. Ou seja, cada personagem tem uma sequência de notas ou acordes, que os acompanham em diferentes estilos musicais ao longo da obra”, comenta o produtor musical Maestro.

No filme,  “A Garota Invisível”, Ariana (Sophia Valverde) é a aluna que passa desapercebida para todos, exceto para seu melhor amigo Téo. Entretanto, tudo muda quando vaza na internet um vídeo dela se declarando para Khaleb, o garoto mais popular da escola, fazendo com que ele convide Ariana para sair. Agora, ela precisará lidar com a ex que fará de tudo para acabar com o romance.  O filme já está disponível na Apple TV, Now da Claro TV, Youtube Movie, Google Play, Vivo Play e Sky.

Confira o trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=OTJRZIzKO6g

 

SOBRE MAESTRO:

O Produtor Musical e multi-instrumentista paulistano MAESTRO, com mais de 15 anos na área, adora desafios que tragam algum refinamento e qualidade musical, seja em produções próprias, de outros compositores ou de trilhas sonoras. O exemplo disso foi o álbum “Caju – Canções de Cazuza” (Deck), com o cantor e compositor Marcelo Quitanilha, onde realizaram um excelente trabalho e repercutindo com boas críticas na mídia como potal G1,Tenho Mais Amigos Que Discos entre outros veículos.  Ainda reponsável por trilha de diversos comerciais da Natura, Parmalat, Ford e etc., além dos filmes “Mothers Bond” (Trilha Sonora Original), “Will to Dance” (Trilha Sonora Original) e “Um Presente A Prova de Futuro” (Trilha Sonora Original). Além do seu recente projeto “Relax Zen Brasil” em parceria com a Universal Music, que apresenta hits brasileiros em versões zen para relaxamento.

Escolha a sua plataforma de música: https://umusicbrazil.lnk.to/RelaxZenBrasilVol1 

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCbyN_gVay8m_3XzOyS28P6A/videos

 Instagram@soumaestro   

 

Estreia amanhã nas plataformas de streaming, o filme “Tokyo Ghoul S” baseado no famoso mangá de Sui Ishida

Estreia amanhã nas plataformas de streaming, o filme “Tokyo Ghoul S” a sequência do live action baseado no mangá “Tokyo Guru" escrito e ilustrado por Sui Ishida e que foi serializado na "Weekly Young Jump" em 2011. A partir de 2014, uma nova edição foi serializada como " Tōkyō Gūru: re" com uma circulação cumulativa de mais de 44 milhões em todo o mundo. Em julho de 2017, foi lançado o primeiro filme "Tokyo Ghoul" com ótimos resultados de bilheteria, além disso o longa ficou em primeiro lugar no ranking de locação de DVD no Japão, o primeiro filme japonês a alcançar este marco. Tokyo Ghoul S estreou nos cinemas japoneses em 19 de julho de 2019 acumulando mais de 220 milhões de ienes em bilheteria.

Masataka Kubota é o personagem principal, Ken Kaneki, Maika Yamamoto é a heroína, Toka Kirishima e Shota Matsuda é o inimigo de Kaneki, Osamu Tsukiyama.

O palco desta vez é o "Restaurante" de "Tsukiyama Hen", que é especialmente popular entre as obras originais.

Distribuído no Brasil pela Sato Company, o filme estará disponível a partir de 17 de dezembro, na versão legendada nas plataformas: iTunes, Apple TV app, YouTube, Google Play, SKY, NOW e Vivo Play.

Sinopse:

Nessa sequência do live-action baseado no famoso mangá, Ken Kaneki agora é um membro do clã Anteiku e se aproxima dos ghouls ao seu redor. Quando o terrível Shu Tsukiyama deseja saborear sua carne, todo seu treinamento é posto à prova.

Diretores: Kazuhiko Hiramaki, Takuya Kawasaki

Elenco: Masataka Kubota, Maika Yamamoto, Shota Matsuda

Gênero: Suspense, Ação

Minutagem: 101 min

Classificação Indicativa: 14 anos

MATERIAIS PARA DIVULGAÇÃO: Link de Acesso

 

Sobre a Sato Company:

Fundada em 1985, a Sato Company é uma empresa 360˚, atuando na área de Distribuição, produção e agregação de conteúdos audiovisuais e licenciamento de produtos no Brasil e América Latina, atuando com grandes personagens da cultura pop. Pioneira e destacada distribuidora de conteúdos japonês no Brasil em home vídeo, TV e cinema, a SATO COMPANY foi responsável pelo lançamento de líderes de audiência, como National Kid, Ultraman, Cybercop e dos ANIMES: Akira, Ghost in the Shell. Experiência que a tornou referência no mercado brasileiro. Hoje, distribui conteúdos em diferentes formatos e nacionalidades. Na TV, se destaca por licenciar filmes, séries e novelas de importantes produtores como Lionsgate, Miramax, Discovery, Telefe, Toei, Toho, dentre outros, com os licenciamentos de : ORANGE IS THE NEW BLACK, SUPERCOP, CHIQUITITAS etc. No cinema, foi responsável pelo lançamento de grandes títulos, como Death Note, Akira, Ghost in the Shell, Mortadelo & Salaminho, Humano e My Hero Academia: 2 Heróis - O Filme. A ampla atuação como distribuidor permitiu a conquista de novos mercados, como licenciamento de produtos de grandes marcas como: Mofy, Topo Gigio, JASPION (em breve será produzido o filme no Brasil), Jiban, Jiraiya, Bruce Lee e Om Nom, fazem parte de seu portfólio. Em 2011, tornou-se a primeira agregadora de conteúdo para a NETFLIX na América Latina com - Dead Rising: Jogo Final, High School of the Dead, Bayonetta: Destino Sangrento, Devil May Cry, Hunter x Hunter - Phantom Rouge e The Last Mission, Turminha Paraíso, Death Note (2005), Death Note: The Last Name, Death Note iluminando um Novo Mundo, Attack on Titan I, Attack on Titan: Fim do Mundo, Turma da Monica, Patati Patata, JIRO Dream of Sushi, Lascados, Tokyo Ghoul e Mônica Toy , são alguns títulos já selecionados.


REDES SATO COMPANY

'Pequeninos' estreia no Cinema Virtual
 
Filme chega com exclusividade à plataforma
 
 
 
 
"Pequeninos"

 

Na próxima quinta feira, 17 de dezembro, o Cinema Virtual traz a comédia “Pequeninos”. O filme chega com exclusividade ao Cinema Virtual, plataforma que segue o padrão dos cinemas físicos e tem feito lançamentos semanais às quintas feiras. Ofertando produções de diversos países, de todos os gêneros e para todos os gostos, o Cinema Virtual consegue levar filmes a todo o território nacional, inclusive a muitas cidades que ainda não contam com salas de cinema. 

 

O longa da semana, “Pequeninos”, traz uma história inovadora e mágica vista pelos olhos únicos da infância, através da vida de sete crianças costa-riquenhas. Confira sinopse e trailer:
 
 

 

  • Pequeninos (Children of Summer) [Comédia] - O mundo infantil é rodeado de descobertas fantásticas, pois a inocência do olhar das crianças as impulsionam. Na Costa Rica, sete histórias de realidades diferentes se misturam diante desse olhar mágico que só a infância permite, revelando a beleza local e as qualidades humanas universais que compartilhamos.
     
     
     
     
     

 


 

 

Outros oito filmes também estão disponíveis no Cinema Virtual: Greenfield:  Segredos Explosivos,  A Loucura Que Nos Une, O Quarto de Vidro, Vingança e Traição, Todo Mundo Ama Minha Mãe, Éden – O Mundo de Eva, A Batalha de Shindisi, Ak-47: A Arma Que Mudou o Mundo.

 

 

Repescagem no Festival Varilux de Cinema Francês

RIO DE JANEIRO, BAHIA E RECIFE GANHAM MAIS ALGUNS DIAS DE FESTIVAL
 
A edição 2020 do Varilux de Cinema Francês dá mais uma chance aos cinéfilos do Rio de Janeiro, Bahia e Recife que ainda não conseguiram ver todos os títulos durante o festival, e anuncia mais alguns dias de exibição do melhor do cinema francês. Assim, cariocas, soteropolitanos e recifenses terão a oportunidade de conferir os longas-metragens da programação até o dia 09 de dezembro. Vale lembrar que o Festival Varilux pode ser programado em outras cidades do país até fevereiro do próximo ano. Para acompanhar a programação e os horários dos filmes, basta acessar o site do evento: http://variluxcinefrances.com/2020/ 
 
Desde 19 de novembro, a 11ª edição do festival Varilux de Cinema Francês – consolidado como a maior mostra de filmes franceses fora da França – exibiu filmes inéditos nos cinemas brasileiros. “A Boa Esposa”, de Martin Provost, estrelado pela atriz Juliette Binoche; “A Garota da Pulseira”, de Stéphane Demoustier; “Apagar o Histórico”, sob direção de Gustave Kervern e Benoît Delépin; “Belle Epoque”, de Nicolas Bedos; “DNA”, de Maïwenn; “Donas da Bola”, de Mohamed Hamidi; “Gagarine”, de Fanny Liatard, Jérémy Trouilh; “Mais que Especiais”, de Eric Toledano e Olivier Nakache. Destaque também para os filmes: “Meu Primo”, dirigido por Jan Kounen; “Minhas férias com Patrick”, de Caroline Vignal; “Notre Dame”, de Valérie Donzelli ; “Persona Non Grata”, direção de Roschdy Zem; “Slalom”, de Charlène Favier; “Sou Francês e Preto”, de de Jean-Pascal Zadi e John Wax; “Verão de 85”, de François Ozon; “A famosa invasão dos ursos na Sicília”, de Lorenzo Mattotti e “O Capital no século XXI”, documentário dirigido por Justin Pemberton e Thomas Piketty e o clássico Acossado, de Jean-Luc Godard.
 
 
Cidades e locais que participam da repescagem da edição 2020 do festival:
Rio de Janeiro (RJ) até 09 de dezembro
Cine Santa, 
Cine BarraPoint
Estação Net Botafogo 
Estação Net Ipanema 
Cinestar Laura Alvim
 
Salvador (BA) – até 09 de dezembro
Fundação Joaquim Nabuco (Sala do Museu e Derby)
 
Recifé (PE) – até 09 de dezembro
MovieMax Rosa e Silva 
 
 
Programação completahttp://variluxcinefrances.com/2020
 
 
O Festival Varilux de Cinema Francês 2020
Um clássico e 17 longas-metragens inéditos e recentes (2019/2020) da cinematografia francesa integram a seleção do Festival Varilux 2020 que será realizado presencialmente nos cinemas de todo país entre 19 de novembro e 3 de dezembro. Entre eles, um documentário e 17 longas de ficção com gêneros como comédia, drama e animação. Ainda não há um número definido de cidades e de cinemas participantes. Devido à pandemia do novo coronavírus, alguns exibidores terão a opção de programar o festival em datas diferentes - até o final de fevereiro de 2021. O importante, de acordo com a Bonfilm, produtora do evento, é que as produções cheguem ao público em todo Brasil e contribuam para a retomada dos cinemas do país.
 
O evento é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinador principal a Essilor/Varilux, além do Ministério do Turismo, Secretaria Especial de Cultura; a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura. Outros parceiros importantes são a rede das Alianças Francesas em todo Brasil, a Embaixada da França no Brasil, as distribuidoras dos filmes - Bonfilm, Bretz/ MyMamma, California Filmes, Diamond Films, Vitrine Filmes e Zeta Filmes - e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial.
 
_________________________________________________________________
Sobre a Bonfilm
Produtora e distribuidora, a Bonfilm é realizadora do Festival Varilux de Cinema Francês, que completou dez anos em 2019. Sucesso de público e mídia, o evento esteve no ano passado em 86 cidades e 23 estados brasileiros. Nesses dez anos foram realizadas cerca de 35 mil sessões e somou um público de mais de um milhão de espectadores (1.064 milhão).  Desde 2015, a Bonfilm realiza também o festival de filmes ópera "Ópera na Tela" ao ar livre no Rio de Janeiro e em cinemas de todo Brasil. Em 2019 promoveu uma primeira edição em São Paulo.
 
Sobre a Essilor  
Líder mundial em lentes oftálmicas para óculos, a Essilor International cria desenhos, produz e comercializa uma vasta gama de lentes corretivas.  Sua missão é melhorar vidas através da visão. Para cumprir esta missão, a empresa investe anualmente 200 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento e seu espírito inovador foi atestado pela revista norte americana Forbes onde figurou por oito anos consecutivos, até 2018, no ranking das 100 Empresas Mais Inovadoras do Mundo. Além disso, em 2015 a companhia foi listada entre as 50 empresas da FORTUNE's Change the World List. As marcas mais emblemáticas da Essilor International são: a lente multifocal Varilux®, a fotossensível Transitions®, o antirreflexo Crizal®, a lente solar polarizada Xperio®, a antiembaçante Optifog™, a lente Eyezen™ que reduz o esforço ocular na leitura em telas, e, lançada em 2019, a lente com proteção dupla contra raios UV e luz azul-violeta nociva Blue UV Filter™.  A empresa também desenvolve e comercializa equipamentos, instrumentos e presta serviços aos atuantes no mercado óptico.   
 
 
+Filmes
 

Confira as estreias da semana na NetMovies

Com novidades semanais, plataforma abriga filmes clássicos de sucesso

 

Dustin Hoffman em "O Pequeno Grande Homem"

 

 

Comédias como “O Professor Aloprado” e “Os Acompanhantes” chegam à NetMovies para se juntar a clássicos como “O Pequeno Grande Homem” e “Rebecca, A Mulher Inesquecível”. Na semana entre 3 e 9 de dezembro, a plataforma preparou também uma assustadora seleção de filmes de terror como “Não Adianta Rezar”, “Crianças Malignas”, “Bethany - A Amiga Imaginária”, entre outros. Confira os destaques:

 

 

  • O Professor Aloprado (The Nutty ProfessorComédia

Sherman Klump quando recebe uma atenção especial de uma bela e jovem professora de matemática, ele decide ingerir um experimento ainda em fase de testes, que altera a cadeia de DNA e faz com que se transforme em um jovem esguio, Buddy Love. A partir de então, Sherman passa a levar uma vida dupla, pois o experimento tem um efeito que dura pouco tempo, levando-o a viver complicadas situações.

 

  • Maré Negra (Dark TideAção, Aventura

Kate é uma mergulhadora que fica traumatizada após ver um tubarão matar seu amigo. Tempos depois, ela aceita uma proposta para mergulhar novamente, mas, para isso, terá que enfrentar seu medo.

 

  • No Limite (Boost) - Ação

Jimmy, um ladrão de carros de Detroit, vai para Los Angeles para recomeçar. Pelo menos isso é o que ele diz a seu irmão, Clyde. Mas ele não mudou, pois acaba sendo contratado por Roy, um gangster mexicano, para roubar um determinado carro. Quando Jimmy encontra um misterioso pacote no porta-malas deste carro, ele é empurrado para o submundo violento dos criminosos e para uma corrida contra o tempo, para se livrar dos mafiosos e tentar salvar a vida de uma menina que está doente e precisa de um rim.

 

  • Em Busca de uma Nova Chance (The GreatestDrama, Romance

Uma paixão que acaba num trágico final encontra uma luz no fim do túnel quando Rose descobre que está gravida de seu falecido amor, Bennett.

 

  • Evidências de um Crime (CleanerSuspense

Tom Cutler é um policial aposentado que continua, de certa forma, na ativa em seu antigo meio. Ele trabalha agora limpando cenas de crimes e se vê em apuros ao apagar as evidências de um assassinato misterioso que não foi investigado.

 

  • Os Acompanhantes (The Extra Man) Comédia

Tentando ganhar um dinheirinho extra, o experiente dramaturgo Henry Harrison decide trabalhar como acompanhante, tendo como público alvo viúvas ricas. Ele acaba conhecendo Louis Ives, um jovem que sonha em ser escritor, mas que foi obrigado a deixar seu emprego em Nova York por causa de um embaraçoso incidente.

 

  • Em Teu Nome (Em Teu Nome) Drama

No Brasil da ditadura militar, década de 1970, Boni, um estudante de engenharia pobre, entra para a luta armada. Cheio de dúvidas e receios, ele teme pela família, pela namorada e por seu futuro, se é que ele um dia terá um.

 

  • Caçadores de Dinossauros (Jurassic HuntersAção

Uma explosão acidental em uma mina libera dinossauros que passam a aterrorizar uma pequena cidade. Agora, um grupo de cowboys precisa se unir para defender a população contra os predadores.

 

  • Não Adianta Rezar (Curse of the NunTerror

A vida de Anna finalmente está entrando nos eixos. Traumatizada depois de um conturbado divórcio e de uma intensa luta para se livrar de sua dependência química, ela finalmente vai se mudar de casa com o novo marido e com a filha. No entanto, o misterioso espírito de uma freira não quer que ela vá embora, e fará de tudo para que Anna jamais saia da casa em que está. Começa, então, uma intensa batalha para que ela consiga se livrar do mortal espírito da irmã Margaret Catherine. Não demorará até que ela perceba que, neste caso, rezar não vai adiantar.

 

  • Crianças Malignas (The Terrible TwoTerror

Rose e Albert não podiam estar mais felizes. Ela estava esperando a primeira filha do casal, e os dois acabavam de se mudar para uma bela e aparentemente pacífica casa. Sete anos depois, contudo, eles amargam a morte recente de suas duas filhas, mortas em um acidente doméstico. Após um ano, a dor parece não ceder, e eles precisam encontrar uma maneira de enfrentar o sofrimento. Porém, há uma sombria história sobre a casa e sobre as duas filhas do casal, e eventos inexplicáveis e aterrorizantes passam a atormentar Rose e Albert ainda mais.

 

  • Bethany – A Amiga Imaginária (BethanyTerror

Uma jovem é assombrada por seu amigo imaginário de infância. Muitas surpresas lhe aguardam ao voltar para casa.

 

  • Horas de Agonia (The BasementTerror

Um homem é sequestrado por um famoso assassino em série de Los Angeles que força suas vítimas a atuar aterrorizantes cenas com suas doze personalidades. A esposa dele, então, começa a suspeitar que há algo errado, e tenta desesperadamente encontrá-lo.

 

Clássicos sempre eternos:

 

  • O Pequeno Grande Homem (Little Big ManClássico

A história do Velho-Oeste contada através dos olhos de Jack Crabb, sequestrado pelos índios quando criança e que acabou vivendo dos dois lados - homens brancos e "seres humanos", como os índios chamavam a si mesmos.

 

  • Rebecca – A Mulher Inesquecível (RebeccaClássico

Uma jovem de origem humilde se casa com um riquíssimo nobre inglês, que ainda vive atormentado por lembranças de sua falecida esposa. Após o casamento e já morando na mansão do marido, ela vai gradativamente descobrindo surpreendentes segredos sobre o passado dele.

 

 

DISPONÍVEL DIA 22 DE NOVEMBRO

 

No Man’s Land na STARZPLAY

Chega à plataforma no dia 22 de novembro o drama No Man’s Land, série em oito episódios que conta a história da Guerra Civil na Síria sob uma nova perspectiva. Escrita por Amit Cohen e Ron Leshem, a produção acompanha um jovem estrangeiro em busca da irmã perdida nas terras sírias. 

 

O francês Antoine (Félix Moati) parte em busca de sua distante e presumidamente morta irmã, Anna (Mélanie Thierry). Enquanto desvenda o mistério, peça por peça, Antoine acaba unindo forças com uma unidade de lutadoras curdas, mulheres fortes e o maior pesadelo do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS), e com o grupo desorganizado de idealistas internacionais que viajou para ajudá-las a lutar.  

 

A jornada de Antoine se cruzará com a de Nasser (James Krishna Floyd), um jihadista de origem britânica, que deixou seu país natal junto com dois amigos de infância para lutar pelo Estado Islâmico e finalmente instalar o Califado. Ambas as histórias vão se conectar no meio do conflito e desenterrar verdades que escondidas há muito tempo, mas que também revelam onde reside a lealdade de cada personagem. Com aventureiros, anarquistas, espiões e vítimas inocentes, No Man’s Land pinta um retrato afiado dos homens e mulheres presos neste conflito global e fornece um olhar único sobre os trágicos eventos na Síria e a forma como eles afetam o mundo inteiro. Além de Félix Moati e Mélanie Thierry, o elenco conta ainda com James Purefoy, Souheila Yacoub, Jo Ben Ayed, James Krishna Floyd, Dean Ridge, Julia Faure, François Caron e Céline Samie.

 

A série estreia na Starzplay no domingo, dia 22 de novembro, e ganha um episódio novo a cada semana. 

 

Trailer: https://youtu.be/ftpVWgYfHHc 


Como acessar a Starzplay no Brasil:

Os assinantes da Starzplay têm acesso a uma programação premium exclusiva, incluindo séries Starz Originals como “The Spanish Princess” e o explosivo segundo capítulo do Universo Power, “Power Book II: Ghost”, estrelada por Mary J. Blige, no mesmo dia do lançamento nos Estados Unidos; conteúdo selecionado como o drama histórico “The Name of the Rose”, baseado no romance best-seller, e séries indicadas ao Emmy, como a série de drama romântico moderna “Normal People”, a comédia histórica “The Great”, estrelada por Elle Fanning e Nicholas Hoult, e a série premiada “The Act”, estrelada pela vencedora do Oscar® Patricia Arquette e Joey King; além de uma biblioteca de filmes de grande sucesso com milhares de títulos.

  • O app Starzplay para iOs e Android está disponível para download em iPhone e iPad, assim como em uma ampla variedade de dispositivos Android. Até quatro usuários podem assistir aos conteúdos simultaneamente e desfrutar de downloads offline de séries e filmes selecionados. Os usuários do aplicativo podem aproveitar as recomendações personalizadas de séries e filmes, feitas com base em seus interesses, e selecionar sua linguagem preferida de áudio e legendas. 
  • Starzplay está disponível nos canais Prime Video através do app Prime Video para assistir a qualquer momento, em qualquer lugar em smart TVs, dispositivos móveis iOS ou Android, Amazon Fire TV, Fire TV Stick, tablets Fire e consoles de games e através da web pelo site www.primevideo.com/starzplay.
  • Assinantes do canal Starzplay no Apple TV App também podem assistir online ou aproveitar downloads de suas séries e filmes favoritos através do app Starzplay, que está disponível em iPhones, iPads, Apple TV e em smart TVs selecionadas da Samsung.
  • Starzplay está disponível nos dispositivos de streaming Roku® e modelos Roku TV™.
  • Starzplay está disponível para os assinantes da TV por assinatura Claro através do NOW, para assistir quando e onde quiserem, na TV ou no aplicativo NOW, que também pode ser acessado pelos smartphones, tablets e computadores dos assinantes.

Encontre a Starzplay online

Starzplay: https://www.starz.com/br/pt/       

Materiais de imprensa: https://presskit-br.starz.com/  

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCjdrN9B87zcFMcasW03rbUA  

Facebook: @starzplaybrazil

Instagram e Twitter: @starzplaybr

 

#Cinema.

Victor Chaves lança "Flor do lamaçal" e "Mar de estrelas", concluindo o lançamento de seu álbum Projeto VC


 

 
 

Nesta quinta-feira, 19 de novembro, Victor Chaves lançou em seu canal no YouTube, os clipes de "Flor do lamaçal" e "Mar de estrelas", os dois últimos capítulos da série musical Projeto VC. Na conclusão do trabalho, através das inéditas canções, Victor viaja por suas raízes, apresentando as duas canções mais bucólicas de seu projeto.


Assista e ouça "Flor do lamaçal"

Assista e ouça "Mar de estrelas"


A partir da 0h de sexta-feira, 20, as mesmas duas canções completarão o álbum de 10 faixas, em todas as plataformas musicais.

O álbum, primeiro trabalho solo do cantor, compositor e produtor, inova ao ser lançado acompanhado por um mini documentário e de uma série musical, idealizada por Victor, composta por 10 videoclipes, com linguagem de cinema e recursos de animação.

As canções, autorais e inéditas, passeiam por diferentes estilos, reforçando a versatilidade artística de Victor. Totalmente composto, arranjado e interpretado pelo próprio Victor, o álbum foi gravado ao vivo no apartamento do artista, em Belo Horizonte, em dezembro de 2019, e ousa ao apresentar um trabalho orgânico, sem afinadores de voz ou pós produção de edição, tão comuns nas últimas décadas.

A série musical completa está disponível no canal Victor Chaves do YouTube, bem como o mini documentário, que abriu o lançamento e mostra todo o processo de concepção do álbum.

Os fãs também podem acessar a pré-venda de uma edição limitada em Vinil do Projeto VC, no site www.victorchaves.com.

 

Siga Victor Chaves
Site | Instagram Youtube | Projeto VC




 7º Festival Internacional Cinema & Transcendência – ON-LINE

DE 7 A 27 DE NOVEMBRO. GRÁTIS. 

www.festivalcinemaetranscendencia.com




 

Destaques da programação da segunda semana incluem sessão única de Morrendo de Curiosidadecom apresentação da diretora Gay Dillingham,

 e lives com Sidarta Ribeiro e Monja Coen

 

O Festival Internacional Cinema e Transcendência, único no Brasil dedicado aos caminhos do autodesenvolvimento através da arte cinematográfica, estreou no formato digital alcançando um público bastante amplo, com quase 8 mil acessos ao site no fim de semana, incluindo de países do exterior. A abertura foi no dia 7 com o show “Expresso do Oriente”, transmitido do Teatro do CCBB Brasília, com os músicos André Luiz Oliveira (sitar), também cineasta e curador do Festival, e Bernardo Bittencourt (alaúde turco). Logo depois, foi exibido Psicomagia – a arte da cura, filme inédito de Alejandro Jodorowsky. 


 

A sétima edição do Festival oferece uma uma sessão por dia, às 21h, com apresentação ao vivo feita por Carina Bini, produtora e cocuradora (os filmes só estão disponíveis no horário da sessão) e uma introdução gravada pelas diretoras dos filmes. Além de atividades extras como lives, debates e prática de meditação. O projeto é patrocinado pelo Banco do Brasil e integra as ações on-line do movimento #CCBBemCasa.

 

Nesta segunda semana, terão três atividades extras imperdíveis. Na quinta-feira, dia 12, às 20h, o neurocientista e professor Sidarta Ribeiro, vice-diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, conversará com os curadores do Festival sobre “Sonho, Psicodelia e Transcendência”. No sábado, também às 20h, será a vez da Monja Coen, importante monja brasileira zen budista, que reside no templo Tenzui Zenji, em São Paulo, falar sobre “A Escuta do Silêncio”. Essas duaslives poderão ser assistidas também nas redes sociais dos CCBBs. E, no domingo, às 18h30, para encerrar bem a semana, acontece a Medittasom. É uma prática de meditação sonora em áudios 3D que promove o encontro com a paz interior a partir de sons e vibrações de mais de 20 instrumentos musicais contemporâneos e ancestrais, de várias partes do mundo, escolhidos e tocados pela musicoterapeuta Anna Heuseler. A ideia é tornar a prática da meditação a mais prazerosa possível. Para participar, basta entrar na “Sala de cinema” do site do Festival e colocar um fone de ouvido. 

 

Entre os filmes, um dos destaques desta semana é a sessão única de Morrendo de Curiosidade (Dying to Know), com introdução da diretora Gay Dillingham. O longa-metragem é um retrato íntimo de dois grandes personagens do século XX, os professores de Psicologia de Harvard, Timothy Leary e Richard Alpert, que experimentaram os limites da consciência através do uso de alucinógenos.

 

Também estão na programação títulos provocadores como Louca Sabedoria (Crazy Wisdom), sobre a história do brilhante bad boy do Budismo, Chögyam Trungpa, líder de artistas de vanguarda dos Estados Unidos, como John Cage e Allen Ginsberg. E Encontrando Joe (Finding Joe)com apresentação do diretor Patrick Takaya Solomon, uma verdadeira viagem pela psique humana sob a ótica e orientação do mitologista americano Joseph Campbell. A semana ainda reserva a obra-prima Sombras do Paraiso(Shadows of Paradise), sobre as transformações vividas pelo Movimento de Meditação Transcendental, a partir de alguns de seus mais consagrados seguidores, como o cineasta David Lynch.

 Novembro: Cine CPFL apresenta filmes sobre "conflitos vistos pelo cinema atual"

 

Mostra Cinema e Reflexão reúne quatro títulos produzidos entre 2012 e 2017, com diretores do Brasil, Rússia, Palestina e Hungria; o acesso é online e gratuito, via plataforma Looke

 

Simone Spoladore em “A Memória que me Contam”/Divulgação

 

Em novembro, a programação do Cine CPFL, apresentada pelo Instituto CPFL por meio da Mostra Cinema e Reflexão, reúne filmes com o tema “conflitos vistos pelo cinema atual”. Os longas serão disponibilizados entre os dias 2 e 30 de novembro, na plataforma brasileira Looke, com acesso gratuito para todo o território brasileiro no endereço www.mostracinemaereflexao.com.br.

Com curadoria assinada por Francisco Cesar Filho e Lucas Reitano, a programação inclui “A Memória que me Contam”, da brasileira Lúcia Murat e vencedor do prêmio da crítica internacional no Festival de Moscou; “Francofonia – Louvre Sob Ocupação”, do cineasta russo Aleksandr Sokurov, premiado no Festival de Veneza; “Degradé”, assinado pelos diretores gêmeos palestinos Arab Nasser e Tarzan Nasser, selecionado para o Festival de Cannes; e “Lua de Júpiter”, do húngaro Kornél Mundrucz, também exibido em Cannes. 

Conheça os detalhes de cada longa e baixe fotos e trailers aqui.

“A Memória que me Contam” (Brasil, 2012, 95 min, 16 anos) traz no elenco o ator Franco Nero - ícone italiano que já atuou em mais de 200 filmes desde os anos 1960 e esteve em “Django Livre” (2012), de Quentin Tarantino. Ao seu lado estão os brasileiros Zé Carlos Machado, Otávio Augusto, Clarisse Abujamra, Hamilton Vaz Pereira, Irene Ravache e Simone Spoladore. O enredo focaliza uma ex-guerrilheira, que é o último elo entre um grupo de amigos que resistiu à ditadura militar brasileira (1964 – 1985). Com a iminente de sua norte, eles se reencontram na sala de espera de um hospital. Para o crítico Pablo Villaça, o filme “é uma pequena obra-prima que toca não só por seus méritos artísticos, mas também políticos.” A realizadora Lúcia Murat assina também longas-metragens premiados, como “Como Bom Te Ver Viva” (1989), “Brava Gente Brasileira” (2000) e “Quase Dois Irmãos” (2004). 

“Francofonia - Louvre Sob Ocupação” (“Francofonia”, França/Alemanha/Holanda, 2015, 88 min, 10 anos) se passa em 1940, na cidade de Paris. Lá, o diretor do Museu do Louvre e um general da ocupação nazista trabalham juntos - inicialmente como inimigos, mas posteriormente como colaboradores. Juntos, eles formaram uma aliança para assegurar a preservação de tesouros do museu. Segunda a crítica especializada, o filme é uma representação metafórica sobre as relações entre arte e poder. No elenco estão Louis-Do de Lencquesaing, Vincent Nemeth e Benjamin Utzerath. O director Aleksandr Sokurov já conquistou 47 prêmios internacionais, em festivais como Cannes, Berlim, Veneza, Locarno, Roterdã, Londres, Moscou, Toronto e na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Entre suas produções mais conhecidas estão “Tauros” (2001), “Arca Russa” (2002) e “Fausto” (2011). 

Vencedor do prêmio de melhor filme no Festival de Atenas, “Degradé” (“Dégradé”, Palestina/França/Qatar, 2015, 85 min, 16 anos) se passa em um lotado salão de beleza. Estão ali reunidos uma divorciada amarga, uma mulher religiosa, uma lunática viciada em drogas de prescrição, uma jovem noiva, entre outras. Mas o dia de lazer é interrompido quando tiros surgem do outro lado da rua. A família do submundo do crime roubou o leão do zoológico de Gaza e um deles decidiu que é hora de acertar velhas contas. Estrelado por Hiam Abbass, Victoria Balitska e Manal Awad, este é o primeiro longa-metragem dirigido pelos irmãos Arab Nasser e Tarzan Nasser. Com sua obra seguinte, “Gaza, Mon Amor” (2020), os irmãos foram selecionados para o Festival de Veneza e premiados em Toronto.

Por fim, “Lua de Júpiter” (“Jupiter Holdja”, Hungria/Alemanha/França, 2017, 129 min, 14 anos) tem como personagem principal um jovem imigrante sírio que é baleado ao tentar cruzar ilegalmente a fronteira com a Hungria. Depois do choque provocado pelo acidente, ele descobre que adquiriu o poder de levitar e, agora, preso em um campo de refugiados, precisa contar com a ajuda do Dr. Stern - que tem interesses muito específicos em sua habilidade sobrenatural. Protagonizado pelos atores Merab Ninidze, Zsombor Jéger e György Cserhalmi, o filme foi vencedor dos prêmios de melhor fotografia e desenho visual na Semana do Cinema Húngaro; conquistou o Câmera de Ouro no Festival Internacional de Fotografia Manaki Brothers; e melhor direção no Austin Fantastic Fest. Com a carreira de ator, o cineasta Kornél Mundrucz teve grande evidência em 2020 quando conquistou, com seu longa “Pieces of a Woman”, o prêmio de melhor filme no Festival de Veneza.

 

Serviço

Cine CPFL de novembro - “Conflitos vistos pelo cinema atual

Quando: de 2/11 a 30/11

Onde: Plataforma Looke - acesso gratuito e online

Informações: www.mostracinemaereflexao.com.br

 

--

Sobre o Instituto CPFL

Com 17 anos de trajetória, o Instituto CPFL é a plataforma de investimento social privado do grupo CPFL Energia, responsável pela integração dos programas sociais, esportivos e culturais do grupo em uma única rede. A partir de 2020, o Instituto CPFL fortalece a frente de atenção social com investimento nos programas CPFL Jovem Geração, que apoia iniciativas voltadas para o futuro das novas gerações e o programa CPFL nos Hospitais, que apoia projetos de humanização e melhorias em hospitais públicos. Também integram as atividades da instituição: o Circuito CPFL, programa com etapas de corrida e caminhada e sessões de cinema movido a energia solar; as gravações do Café Filosófico CPFL, realizado em parceria com a TV Cultura e exibido na grade da emissora; o CPFL Intercâmbio Brasil-China, que estabelece um diálogo cultural através de filmes, concertos e palestras; e outras atividades que acontecem na sede do Instituto CPFL, em Campinas, como exposições de artes, concertos da música contemporânea e sessões de cinema. 

Saiba mais em www.institutocpfl.org.br.

 

Benjamin Voisin e Félix Lefebvre em cena de ‘Verão de 85’ (crédito: divulgação)

 

Exibido em Cannes, novo longa de François Ozon chega às telas do Festival Varilux 2020

‘VERÃO DE 85’ CONTA A HISTÓRIA DE AMOR DE DOIS JOVENS

Rio de Janeiro, 29 de outubro de 2020 - Cineasta consagrado, François Ozon é presença constante no Festival Varilux. Depois do premiado “Graças a Deus”, do ano passado, mais um de seus sucessos integra a edição 2020 do Festival Varilux de Cinema Francês, programado para os cinemas de todo o país entre 19 de novembro e 3 de dezembro. Agora é a vez de “Verão de 85” (Eté 85), selecionado para o último  Festival de Cannes. O drama, protagonizado por Félix Lefebvre e Benjamin Voisin, é baseado no livro do autor britânico Aidan Chambers, “Dance on My Grave”.  No longa, quando o barco de Alexis (Félix), de 16 anos, afunda na costa da Normandia, David (Benjamin), de 18 anos, salva-o heroicamente. Alexis acabou de conhecer o amigo dos seus sonhos. Mas o sonho vai durar mais de um verão? O elenco conta ainda com Philippine Velge. A distribuição é da California Filmes.


Em entrevista no Festival de Cannes, Ozon comentou que quando leu o livro, na década de 80, o que chamou a sua atenção foi a história de amor. Mas também ficou impressionado pois era uma história muito moderna para a época, uma vez que seria difícil assumir um relacionamento homossexual. Marcado pela música In Between Days, do grupo The Cure, o longa mostra o romance de verão entre dois jovens, em um momento de iniciação e de aprendizado, ressalta o diretor.

E os dois jovens vem se destacado no cinema francês. Félix Lefebvre, de 20 anos, faz seu primeiro protagonista, mas já atuou em “O Professor Substituto”, de Sébastien Marnier, longa que integrou o Varilux 2019, e “Une nuit, à travers champs”, de Guillaume Grélardon. Benjamin Voisin, de 23, tem chamado atenção em outras três produções francesas recentes: “un Vtai Bonhomme”, de Benjamin Parent, “La Vie de Simon”, de Leo Karmann e “La Comédie Humaine”, de Xavier Giannoli.

FOTO: https://drive.google.com/drive/folders/1JEMuJ02spGRCm6WANkjdDII67fHbg_Cu?usp=sharing

O Festival Varilux de Cinema Francês 2020

Um clássico e 18 longas-metragens inéditos e recentes (2019/2020) da cinematografia francesa integram a seleção do Festival Varilux 2020 que será realizado em todo país. Entre eles, um documentário e 18 longas de ficção com gêneros como comédia, drama e animação. Ainda não há um número definido de cidades e de cinemas participantes. Devido à pandemia do novo coronavírus, alguns exibidores terão a opção de programar o festival em datas diferentes - até o final de fevereiro de 2021. O importante, de acordo com a Bonfilm, produtora do evento, é que as produções cheguem ao público em todo Brasil e contribuam para a retomada dos cinemas do país.

O patrocinador principal é o grupo Essilor Varilux e seu apoio se dará por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O festival conta também com o apoio da Embaixada da França, das Alianças Francesas do Brasil e da Unifrance. Outros parceiros são Ingresso.com, Club Med e Dispositiva, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro.

_________________________________________________________________

Sobre a Bonfilm

Produtora e distribuidora, a Bonfilm é realizadora do Festival Varilux de Cinema Francês, que completou dez anos em 2019. Sucesso de público e mídia, o evento esteve no ano passado em 86 cidades e 23 estados brasileiros. Nesses dez anos foram realizadas cerca de 35 mil sessões e somou um público de mais de um milhão de espectadores (1.064 milhão).  Desde 2015, a Bonfilm realiza também o festival de filmes ópera "Ópera na Tela" ao ar livre no Rio de Janeiro e em cinemas de todo Brasil. Em 2019 promoveu uma primeira edição em São Paulo.

Sobre a Essilor 

Líder mundial em lentes oftálmicas para óculos, a Essilor International cria desenhos, produz e comercializa uma vasta gama de lentes corretivas.  Sua missão é melhorar vidas através da visão. Para cumprir esta missão, a empresa investe anualmente 200 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento e seu espírito inovador foi atestado pela revista norte americana Forbes onde figurou por oito anos consecutivos, até 2018, no ranking das 100 Empresas Mais Inovadoras do Mundo. Além disso, em 2015 a companhia foi listada entre as 50 empresas da FORTUNE's Change the World List. As marcas mais emblemáticas da Essilor International são: a lente multifocal Varilux®, a fotossensível Transitions®, o antirreflexo Crizal®, a lente solar polarizada Xperio®, a antiembaçante Optifog™, a lente Eyezen™ que reduz o esforço ocular na leitura em telas, e, lançada em 2019, a lente com proteção dupla contra raios UV e luz azul-violeta nociva Blue UV Filter™. 

A empresa também desenvolve e comercializa equipamentos, instrumentos e presta serviços aos atuantes no mercado óptico.  

Documentário "Pelé: A Origem" na VIX Cine e TV é ótima pedida para celebrar os 80 anos do “Rei do Futebol” e rever sua incrível trajetória

 

Hoje é aniversário do rei Pelé e uma boa sugestão é assistir ao documentário "Pelé, a Origem", disponível na VIX Cine e Foto preta e branca de rosto de homem visto de perto

Descrição gerada automaticamenteTV.  Com apenas 43 minutos de duração, o documentário conta a história de um garoto chamado Edson, de uma pequena cidade brasileira, que decide superar todos os limites impostos pelo racismo para se tornar o primeiro negro a ser ícone global, conhecido e amado por toda a humanidade.

 

O aplicativo VIX CINE E TV é gratuito e está disponível na Apple Store, no Google Play, e em plataformas de TV conectada como Amazon Fire, Apple TV, Roku e ChromeCast. Não é necessário nenhum cadastro ou assinatura para baixar O serviço também pode ser acessado via web no endereço www.vix.com/tv

 

PELÉ: A ORIGEM

Direção: Luiz Moura

Ano: 2019

Classificação: 14 anos

Duração: 43 minutos

Gênero: documentário

Sinopse - A história de um pequeno garoto chamado Edson, de uma pequena cidade brasileira, que decide superar todos os limites impostos pelo racismo pra se tornar o primeiro negro a ser ícone global, conhecido e amado por toda a humanidade.

 



.Seus Olhos’, série LGBTQIA+, estreia no Looke, Prime Video, Now e Vivo Play

Com sete episódios, série discute a igualdade de gêneros ao contar a história de Lia e Verônica

 



 

Em 28 de outubro, a série LGBTQIA+, “Seus Olhos”, chega às plataformas de streaming Looke, Amazon Prime Video, Now e Vivo Play. Livremente inspirada em acontecimentos reais, a primeira temporada da série com sete episódios traz a história do relacionamento amoroso entre Lia (Lucia Bronstein) e Verônica (Angélica Di Paula), cercada por traumas, questionamentos e descobertas. Para assistir ao trailer, clique aqui.

 

O roteiro e direção são de Julia Rufino e Angélica Di Paula. A produção é da Sonan Filmes e a realização do Cine.das, coletivo criado com objetivo de fomentar a participação das mulheres e da comunidade LGBTQIA+ no mercado audiovisual.

 

Para as roteiristas e diretoras, o grande desafio foi pensar novas narrativas e abordar a temática LGBTQIA+ sem reforçar estereótipos. 

 

Ficha Técnica

Roteiro e Direção - Julia Rufino e Angélica Di Paula

Produção Executiva - Julia Rufino

Produção - Julia Rufino e Angélica Di Paula

 


Elenco

Verônica - Angélica Di Paula

Lia - Lucia Bronstein

João - Braulio Ferraz

Aurora - Antonia Magnani

Rafael - Gabriel Lodi

Luis - Leleto Bonfim

Fernanda - Paula Marina Rocha

Cris - Carla Zanini

Morena - Mawusi Tulani

Leticia - Camila Andrade

Julio - Mori Meireles

Augusto - Eduardo Santos

Ariel Nobre

Naomi Neri

Estela Lapponi

Felipe Riquelme

Joana Flor


Produção - Sonan Filmes

Realização - Cine.Das

 

 

 

Sobre a Encripta 

A Encripta (encripta.com.br) é uma empresa brasileira focada em soluções de OTT, provendo todos os serviços para distribuição digital, oferecendo desenvolvimento de plataforma e aplicativos multiplataforma, gestão de conteúdo, encriptação, armazenamento e entrega via CDN, processamento e controle de qualidade de arquivos, licenciamento e agregação de filmes, séries, shows e conteúdos infantis e relatórios completos de monetização dos títulos.

____

#CurtaSantos

___18ª EDIÇÃO DO CURTA SANTOS – FESTIVAL DE CINEMA DE SANTOS

SERÁ ONLINE, COM INSCRIÇÕES A PARTIR DE 19 DE OUTUBRO

Realizadores de todo país podem encaminhar suas
produções por meio do site www.curtasantos.com.br

O Curta Santos – Festival de Cinema de Santos (SP) atinge sua 18ª edição em
2020 e abre inscrições para curtas-metragens e videoclipes de todo o país de 19
de outubro a 15 de novembro.
 
Realizadores poderão inscrever suas obras exclusivamente por meio do
formulário disponível no site do festival: www.curtasantos.com.br, onde
também é possível acessar o regulamento completo.
 
Pela primeira vez, em virtude das medidas de distanciamento social para
contenção da pandemia da Covid-19, o festival será integralmente transmitido
online, por meio de seu canal oficial no Youtube (/festivalcurtasantos), entre os
dias 14 e 20 de dezembro de 2020.
 
Mostras oficiais e especiais, oficinas e bate-papos formam a programação, que
será divulgada em algumas semanas, após o processo de curadoria.
 
Para as mostras oficiais, serão selecionados ao todo 36 curtas-metragens e 20
videoclipes, sendo: 18 curtas para o recorte da produção nacional, a mostra Olhar
Brasilis; 18 curtas destinados a representar a produção da Baixada Santista, na
mostra Olhar Caiçara; e, da mesma forma, 10 videoclipes para a mostra
Videoclipe Brasilis e outros 10 para a mostra Videoclipe Caiçara.

Os curtas devem ter até 20 minutos de duração e os videoclipes, uma música.

CURTA SANTOS - O FESTIVAL
 
Há 18 anos o Curta Santos promove, exibe, discute, valoriza e difunde a
importância do audiovisual brasileiro, propondo um diálogo entre a produção
nacional e os realizadores do litoral paulista. Com isso, fortalece o polo de
produção caiçara, além de formar e sensibilizar o público para o filme curto.
 
Historicamente o festival busca reverberar uma produção inquieta, sem
amarras, livre nas suas formas de expressão e linguagem estética e de gêneros,
abarcando novos formatos, gerando novas posturas, abordagens, análises e
conteúdo. Assim, celebra a produção independente e lança um olhar mais
acurado para que sua realidade seja entendida.
 
18º CURTA SANTOS | FESTIVAL DE CINEMA DE SANTOS
INSCRIÇÕES PARA FILMES DE TODO PAÍS:
De 19 de outubro a 15 de novembro de 2020.
Exclusivamente pelo site www.curtasantos.com.br

Longa‘Rafiki’ e ‘O Clube dos Canibais’ chegam ao streaming em outubro

Filmes estarão disponíveis no Looke, Now, Vivo Play, iTunes, Microsoft e Google Play

 

"Rafiki"

 

Em outubro, o drama queniano “Rafiki” e o suspense nacional “O Clube dos Canibais” estreiam nas plataformas digitais Looke, Now, Vivo Play, iTunes, Microsoft e Google Play. No dia 21, entra em cartaz “Rafiki”, primeira produção do Quênia a integrar a programação oficial do Festival de Cannes e, no dia 28, é a vez de “O Clube dos Canibais”, filme elogiado pelo público e, como “Rafiki”, premiado em festivais de cinema

 

Estrelado por Samantha Mugatsia e Sheila Munyiva, “Rafiki” traz a história de Kena e Ziki, duas garotas que se tornam amigas, apesar da rivalidade existente entre as famílias. Criadas para serem mães e esposas, as duas se apaixonam e têm de enfrentar os preconceitos inerentes ao ambiente conservador em que vivem.

 

O filme, inspirado no conto Jambula Tree, da escritora ugandense Monica Arac de Nyeko, tem roteiro e direção de Wanari Kahiu. Apesar de ter sido selecionado para integrar a programação oficial do Festival de Cannes, em 2018, o longa não foi bem aceito em seu país de origem, devido às leis conversadoras em relação à homossexualidade.

 

O “Clube dos Canibais”, dirigido por Guto Parente, conta como o casal da alta sociedade de Fortaleza, Otávio e Gilda, que normalmente se alimenta de carne humana, entra em uma tremenda enrascada e passa a correr perigos inimagináveis. No elenco estão Ana Luiza Rios, Bruno Prata, Pedro Domingues, Tavinho Teixeira, Zé Maria.

 

 

Serviço:

“Rafiki” – estreia 21/10

Criadas para serem boas esposas e mães, Kena e Ziki anseiam por algo mais. Apesar da rivalidade política entre suas famílias, as garotas resistem e continuam sendo amigas próximas, apoiando-se mutuamente para perseguir seus sonhos em uma sociedade conservadora. Quando o amor floresce entre elas, as duas serão forçadas a escolher entre felicidade e segurança.

Direção: Wanuri Kahiu

Roteiro: Wanuri Kahiu

Elenco, Samantha Mugatsia, Sheila Munyiva, Charlie Karumi, Neville Misati, Nice Githinji

Distribuição: Olhar Filmes

 

“O Clube dos Canibais” – estreia 28/10

A maneira correta de temperar um churrasco a partir da carne dos empregados é uma das poucas preocupações na vida luxuosa do casal Otávio e Gilda. Até que Gilda acidentalmente descobre um segredo de Borges, líder do Clube e poderoso deputado, e a vida dela e de seu marido passam a correr perigo.

Direção: Guto Parente

Roteiro: Guto Parente

Elenco: Tavinho Teixeira, Ana Luiza Rios, Pedro Domingues 

Distribuição: Olhar Filmes

 

 

 

 

 

Sobre a Olhar

 

A Olhar Distribuição nasceu do desejo de buscar a pluralidade de experiências, de visões de mundo, de mostrar a diversidade que existe no contexto em que vivemos. Cada filme tem um universo próprio, repleto de cores, texturas, sorrisos, dilemas e culturas singulares. Nosso objetivo é respeitar cada obra e transpor as fronteiras que limitam os mundos ficcionais e reais, e levando-as a outros olhares, cercados de realidades distintas, a fim de sensibilizar e provocar a reflexão. 

Os filmes já distribuídos pela Olhar são: “Meu Corpo é Político”, “A gente”, “Ferrugem”, “Homem Livre”, “António Um Dois Três”, “Eleições”, “Dias Vazios”, “A parte do mundo que me pertence”, “Rafiki”, “Fernando”, “Meu Nome é Daniel”, “Nóis por Nóis” e “Alice Júnior”.

 

 

 

Sobre a Encripta 
 
A Encripta (encripta.com.br) é uma empresa brasileira focada em soluções de OTT, provendo todos os serviços para distribuição digital, oferecendo desenvolvimento de plataforma e aplicativos multiplataforma, gestão de conteúdo, encriptação, armazenamento e entrega via CDN, processamento e controle de qualidade de arquivos, licenciamento e agregação de filmes, séries, shows e conteúdos infantis e relatórios completos de monetização dos títulos.
 



'Até Que Você Me Ame' e 'Pilotos de Elite' estreiam no Looke

Confira todos os lançamentos da semana na plataforma

 



  • Até Que Você Me Ame (Suspense): Ruby se encontra na pior das situações, presa em um porão, com suas pernas quebradas, sem memória de como chegou lá ou de quem é. Agora, sua única fonte de informação é Tom, o homem que a sequestrou. Ele diz que ela permanecerá em cativeiro até se apaixonar por ele. Ruby está focada em tentar escapar, mas Tom começa a ajudá-la a se lembrar de seu passado, o que a faz questionar tudo.

 

 


 

  • Pilotos de Elite  (Ação, Aventura, Suspense): Depois de se formarem na academia aeronáutica, um grupo de pilotos ousados entram para a equipe de elite militar chinesa, onde a rivalidade poderá colocar tudo a perder quando uma ameaça terrorista e uma conspiração ameaçam o país.

 

 

  • My Hero Academia - Ascensão dos Heróis (Animação, Ação, Aventura): A classe 1-A visita a Ilha Nabu, onde finalmente conseguem fazer algum trabalho real de herói. O lugar é tão pacífico que parece que estão de férias... até que são atacados por um vilão com uma peculiaridade insondável. Com All Might aposentado e a vida dos cidadãos em risco, não há tempo para perguntas. Deku e seus amigos são a próxima geração de heróis, e eles são a única esperança da ilha.



Também estreiam


 

 


 

 

Vídeo Club



  • Boas Intenções (Comédia, Drama): Sempre envolvida em uma série de trabalhos humanitários e causas sociais, Isabelle atua como professora de francês para imigrantes. Ao descobrir que seus alunos, na realidade, precisam de uma licença de habilitação, ela decide ajudá-los a passar na prova. Ao mesmo tempo, precisa lidar com a própria família que reivindica mais atenção.

 

 


 

  • Robosapien - O Meu Melhor Amigo (Aventura, Drama): Um inventor dos Laboratórios Kinetech desenvolve um robô capaz de procurar e resgatar pessoas em perigo, além de imitar ações e emoções. Quando descobre que a criação será usada em operações militares, o inventor programa o robô para fugir. Anos depois, o garoto Henry encontra-o quebrado e lhe dá o nome de Cody. Sem lembranças do passado, Cody se torna o melhor amigo do menino, ajudando-o a conquistar meninas, vencer disputas e se divertir.

 

 


 

  • Caillou - 5ª Temporada (Animação, Infantil): Caillou leva um grilo para casa e decide mantê-lo como bichinho de estimação. Quando ele foge, Caillou sai à sua procura. Entre outras histórias...

 

 

 





Drive-in da Pedreira Paulo Leminski vai exibir grandes sucessos de bilheteria mundial nos próximos dias

cinema Drive- in

Os filmes “Maria e João - O conto das bruxas”, “A teoria de tudo”, “Batman vs Superman”,  “Scooby! O Filme” e “Superação - O milagre da fé” serão os grandes destaques da programação do Planeta Drive-In Curitiba nesta semana

 

CURITIBA, 22/09/2020 – Nos últ­imos meses, os curitibanos descobriram uma nova forma de entretenimento, seguro e com experiência de festival: o Planeta Drive-In Curitiba. Instalado na icônica Pedreira Paulo Leminski, o drive-in mais charmoso do Brasil atraiu e surpreendeu o público, que teve a oportunidade de curtir grandes sucessos do cinema mundial da atualidade e diversos shows com toda segurança necessária em tempos de pandemia. Os cuidados da organização passam pela higienização dos carros na entrada do evento até os serviços 100% digitais, que incluem, por exemplo, o agendamento de ida ao banheiro. Resultado? Uma experiência única e com altos índices de satisfação.

 

“O Planeta Drive-In mostrou para os curitibanos que é possível se divertir com segurança em tempos de pandemia. Conseguimos desenvolver uma atração extremamente segura, que segue todas as exigências dos órgãos especializados. Uma oportunidade incrível para deixar os problemas de lado por algumas horas, aproveitando todas as vantagens de uma opção de entretenimento de verdade com experiência de festival. Cinema, música, gastronomia e muito mais em um dos endereços mais emblemáticos de Curitiba”, comenta Patrik Cornelsen, diretor da Planeta Brasil Entretenimento e um dos idealizadores do Planeta Drive-In.

 

Nova programação de cinema

 

Os próximos dias serão de grandes sucessos repletos de ação, aventura e drama. Com curadoria da rede Cineplus, o Planeta Drive-In  vai exibir grandes obras do cinema mundial na Pedreira Paulo Leminski, entre os dias 24 e 27 de setembro. Os dois grandes destaques da programação são os filmes “Maria e João – O conto das bruxas” (dia 24 de setembro), terror que ganhou o mundo no final de fevereiro, e a animação infantil que acaba de estrear no país“Scooby! O Filme” (dia 27 de setembro).

 

Adaptação cinematográfica do clássico da literatura, o filme “Maria e João – O Conto das Bruxas” cria uma abordagem mais sombria para a história dos irmãos que se perdem pela floresta em busca de alimento e formas de sobreviver e é o grande destaque do gênero terror no ano de 2020. Dirigido por Oz Perkins, a obra caiu no gosto da crítica como uma das melhores adaptações de um conto dos irmãos Grimm na atualidade, trazendo metáforas contemporâneas e dando o protagonismo para a personagem Maria. Já o recém-lançado  “Scooby! O Filme”, uma animação da Warner Bros, que mostra a história de origem dos famosos personagens da série animada da Hanna Barbera. Salsicha e Scooby tem uma conexão instantânea envolvendo comida em seu primeiro encontro, e logo se unem aos jovens detetives Fred, Velma e Daphne para formar a Mistério S/A. Só que, após resolver centenas de casos, eles encontram um grande desafio: impedir o "apocãolipse".

 

Para completar a programação de cinema que tomará conta da Pedreira Paulo Leminski nos próximos dias, o Planeta Drive-In vai promover a exibição de outras grandes produções: “A teoria de tudo”,  “Batman vs Superman”, e “Superação – O milagre da fé”.­ Os filmes são exibidos na maior tela de drive-in do Paraná, com 181m² e definição 4K. Os ingressos, comercializados por carro (com até 4 pessoas por veículo), custam a partir de R$ 80 e estão disponíveis no site www.planetadrivein.com.

 

Programação completa

 

  • Dia 24 de setembro: Maria e João – O conto das bruxas (Legendado)
  • Dia 25 de setembro: A Teoria de Tudo (Legendado) e Batman vs Superman (Legendado)
  • Dia 27 de setembro: Scooby! O Filme (Dublado) e Superação - O milagre da fé (dublado)



Scooby! O Filme’ estreia no Cinema Virtual nesta quinta
Título estreará direto na casa de consumidores de todo o país


É hora de preparar a pipoca e o refrigerante, porque SCOOBY! O Filme fará sua estreia na próxima quinta-feira, 6 de agosto, no Cinema Virtual, plataforma que tem a proposta de conectar distribuidores e exibidores para levar virtualmente filmes inéditos ao público de cinema.
cinema.


SCOOBY! O Filme é a escolha perfeita para toda a família, uma aventura animada de ação que mostra a história nunca contada das origens de Scooby e sua turma desde os primórdios em busca de desvendar os enigmas mais improváveis. Revela como os amigos de longa data Scooby e Salsicha se conheceram e como se juntaram aos jovens detetives Fred, Velma e Daphne para formar a famosa Mistérios S/A.

Agora, com centenas de casos resolvidos e aventuras compartilhadas, Scooby e sua turma enfrentam seu maior e mais desafiador mistério: um plano para libertar o cão fantasma Cerberus sobre o mundo. Enquanto eles correm para parar esse "Apocãolipse" global, a turma descobre que o dog mais amado de todos os tempos tem um legado secreto e um destino épico maior do que se imaginava. Confira o trailer completo aqui.


O filme promete embalar as sessões de cinema das casas brasileiras e poderá ser encontrado nas versões dublada e legendada, com acesso no valor de R$49,90. O aluguel deste título em especial ficará disponível por 48 horas.


ENCONTRO DE VOZES E GERAÇÕES

Para quem não abre mão do ‘fan service’, SCOOBY! O Filme é um prato cheio, inclusive na escolha das vozes brasileiras. O reconhecido – e centenário - Orlando Drummond, voz do protagonista Scooby-Doo por mais de 30 anos, agora abre caminhos para uma nova geração, que conta com a presença de seus netos na dublagem da animação.


Seguindo os mesmos passos de Orlando, Felipe Drummond (voz de Fred), que iniciou sua carreira de dublador aos 11 anos de idade, incentivado pelo próprio avô, foi o responsável por encaminhar os irmãos mais novos Alexandre (voz infantil de Fred) e Eduardo Drummond (voz do Scooby pequeno) no ramo. Agora, os três aparecem juntos em celebração ao avô, que comemorou cem anos em outubro de 2019, e também ao famoso personagem de Hanna-Barbera, que debuta em sua primeira animação em longa-metragem.


Quem dá vida a Scooby na animação é Guilherme Briggs, reconhecido por seus inúmeros trabalhos de dublagem, juntamente com as vozes de Fernando Mendonça (Salsicha), Marcio Simões (Dick Vigarista), Enzo Dannemann (Salsicha criança), Fernanda Barrone (Velma), Isabella Koppel (Velma criança), Garcia Jr (Falcão Azul), Isabelle Cunha (Daphne criança), Flavia Saddy (Daphne), Ed Gama (Capitão Caverna), Alexandre Moreno (Dinamite), Duda Ribeiro (Simon Cowell), Márcio Simões (Dick Vigarista), Julio Chaves (Sr. Rigby), Flavia Fontenelle (Dee Dee) e Renan Freitas (Ira Glass).


SCOOBY! O Filme é dirigido por Tony Cervone, indicado ao prêmio Annie pelo filme “Space Jam: O Jogo do Século” e o duas vezes nomeado pelo mesmo prêmio por seu trabalho em “Duck Dodgers”. O roteiro é de Adam Sztykiel, Jack C. Donaldson, Derek Elliott e Matt Lieberman, e a história de Matt Lieberman, Eyal Podell e Jonathon E. Stewart, baseada em personagens criados pela Hanna-Barbera Productions.




Starfish - Uma História de Amor Incondicional' chega ao Cinema Virtual
Comovente drama biográfico estreia com exclusividade
"Starfish - Uma História de Amor Incondicional"

O comovente drama biográfico Starfish - Uma História de Amor Incondicional, novo título a Elite Filmes, chega na próxima quinta-feira, 6 de agosto, ao Cinema Virtual, plataforma que tem a proposta de conectar distribuidores e exibidores para levar virtualmente e com exclusividade filmes inéditos ao público de cinema. O projeto segue o modelo dos cinemas físicos, com estreias todas as quintas. O filme, que conta uma história de superação, é dirigido por Bill Clark e traz no elenco Joanne Froggatt (de Downton Abbey) e Tom Riley (de The Collection). Confira sinopse, cartaze e trailer:


  • Starfish - Uma História de Amor Incondicional (Starfish) [Biografia, Drama] - Baseado na história real de Tom e Nicola Ray. A vida perfeita deles é totalmente arruinada depois que Tom desenvolve sepse, uma doença causada por manifestações graves em todo o corpo devido a uma infecção. Enquanto o marido estava em coma, Nicola deu à luz o segundo filho do casal, do outro lado do mesmo hospital. Em questão de dias, a sepse rouba Tom de seus braços e pernas e deixa seu rosto severamente desfigurado. Esta incrível história de sobrevivência mostra o que pode ser superado quando o amor é incondicional.




Outros nove filmes da Elite também estão disponíveis no Cinema Virtual: O Pássaro Pintado, A Escolha, O Prisioneiro, Ultraman R&B, Professor, Kaleb - O Cão Herói, O Garoto do Leito 6, O Guardião dos Mundos e Armadas e Perigosas.










Autocine Show traz nova programação e novidades

Autocine Show traz nova programação e novidades

Um cinema adaptado para carros, com protocolos específicos e direcionado para o momento de pandemia

Mesmo em momento de pandemia a cultura não para, imagine que incrível poder ir ao cinema com a família com total segurança e zero contato, dentro do próprio carro
Trazendo lembranças a aqueles que já puderam desfrutar deste momento e cativando o coração de quem vai participar pela primeira vez, sempre pensando no bem estar, segurança e disponibilização da cultura a todos, três empresários com experiência em eventos, de Curitiba, estão à frente do projeto chamado Autocine Show. Um cinema adaptado para carros, com protocolos específicos e direcionado para o momento de pandemia.
Estamos com novidades cenário temático voltando ao tempo da brilhantina, apresentação do nosso mascote, o Pipoto, e aliando o antigo com o novo, teremos o lançamento do avatar digital que interage com o público trazendo dicas e informações preciosas em tempo real.



Então não perca! A inauguração acontecerá no dia 11 de junho quinta feira, contando com duas sessões às 18h30 (fechada para imprensa) e às 21h. Neste dia o ingresso será revertido em doações, basta trazer 1kg de alimento não perecivel - por pessoa -  para assegurar a sua vaga, todas as doações serão designadas para uma instituição em Colombo.
Na sexta-feira, dia 12, o clima de romance prevalece, a Autocine terá uma programação especial para os casais, e de brinde haverá um mini fondue para cada.
No sábado dia 13 e no domingo, dia 14, haverá duas sessões às 18h30, voltada ao público infantil e as 21h00.
Visando maior conforto e segurança, o contato será mínimo e os ingressos que terão valor de R$ 40,00 + taxa administrativa por carro, serão disponibilizados no site - www.autocineshowoficial.com.br -, evitando assim as aglomerações. O controle será feito com QRcode, com demarcação das fileiras.
Antes de entrar no local será medida a temperatura de todos, no telão as medidas de segurança que devem ser seguidas serão passadas, bem como, protocolos para o uso dos sanitários e emergências. Lembrando a obrigatoriedade do uso de máscara no local.
Estarão presentes uma equipe de segurança profissional acompanhados de uma equipe de saúde e um consultório ambulatorial.
Atenção! No local serão comercializadas comidas e bebidas, e você poderá comprar antes pelo site.
A localização do evento será em meio a natureza, o cenário é surpreendente e inovador. Com aproximadamente 30 mil m²de área total, o Autocine Show será realizado a 5 minutos do Santa Mônica Clube de Campo e Alphaville Pinheiros, na Rua Pedro Zanetti 316.
O espaço contará com um sistema de som diferenciado, com subwoofer estrategicamente posicionados, sistema de transmissão a rádio FM, e uma tela de mais de 12 metros. O limite de pessoas por carro é de até quatro, garantindo assim uma melhor experiência.
Corra e garanta o seu ingresso! Não fique de fora deste evento que promete, vamos resgatar os velhos tempos e viver essa experiência juntos com segurança?
Serviço: Autocine Show
Cinema em drive in
Inauguração: dia 11 de junho (pré estréia para imprensa sessão das 18h30)
Horário: às 18h30 e às 21h de quinta a domingo
Endereço: R. Pedro Zanetti 316 - a 5 minutos do Santa Mônica Clube de Campo e Alphaville Pinheiros
Compra dos ingressos: www.autocineshowoficial.com.br
Site www.autocineshowoficial.com.br
Email contato@autocineshowoficial.com.br

Nenhum comentário: