News da Hora

 

Golpe Militar: o que aconteceria com os Concursos Públicos?


Por Agnaldo Bastos






Todos os anos, milhares de concursos públicos são realizados nas três esferas de governo: União, Estados e Municípios. Mas desde quando acontecem os concursos? O primeiro registro de concurso público na história do Brasil ocorreu em 1937, ou seja, há pouco mais de 80 anos, para cargos no extinto Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (IAPI).


Em artigo publicado pelo cientista político Gilberto Hochman, ele relata que o processo seletivo teve a aplicação de exame psicotécnico, além de prova escrita com noções de português, matemática, previdência social e legislação do trabalho.



Quando o concurso passou a ser obrigatório?


Após sabermos quando ocorreu a aplicação do primeiro concurso público no Brasil, vamos analisar um breve histórico desses certames para admissão no serviço público.


Em 1938, o DASP - Departamento Administrativo do Serviço Público foi iniciado como órgão consultivo e, também, tinha a missão de planejar e executar estratégias na gestão de recursos humanos.


Assim, foram iniciados processos seletivos que previam a contratação de funcionários por razões meritocráticas, mas ainda não era uma regra.


Durante o Regime Militar (em 1967), foram criadas regras prevendo a contratação de servidores através de concurso público de provas e/ou títulos - com exceção aos cargos comissionados, de livre nomeação e exoneração.


Concursos foram criados durante a ditadura?


A primeira norma federal sobre a contratação de funcionários públicos foi criada pela Constituição Federal de 1967, período em que já ocorria a ditadura militar no Brasil. 


No entanto, eram raros os concursos públicos aplicados durante o Regime Militar, até porque a falta de transparência era a regra no serviço público.


A história nos mostra, ainda, que eram feitos apenas concursos para a contratação em carreiras específicas, como Ministério Público, Justiça e Departamento de Polícia Federal (nome da época).


Até mesmo para esses órgãos era preciso que alguma lei autorizasse sua necessidade e realização.


Como ocorriam as contratações durante o Regime Militar?


A ditadura militar teve duração entre 1964 a 1985. Nesse período, a maioria dos cargos públicos eram ocupados pelos próprios militares ou por amigos, parentes e indicados políticos dos governantes.


Assim, os funcionários admitidos em processos seletivos anteriores, que já existiam mesmo não sendo previsto na Constituição, foram obrigados a ceder aos interesses dos governantes e dos militares.


As próprias instituições do Estado, como Polícia Federal, Ministério Público e Judiciário, sofreram forte limitação na sua atuação naquele período.


Com o fim da ditadura, foram criados órgãos de controle, que são responsáveis por fiscalizar as ações dos governantes, de políticos e também dos servidores públicos. Tudo isso aumentou a transparência (que não existia durante o governo militar) e ainda hoje fornece mecanismos para que a população possa fazer um controle social.


Novo golpe militar: o que aconteceria com os concursos públicos?


A formatação dos concursos públicos que conhecemos hoje, foi criada na nossa Constituição Federal de 88 e em demais leis, como forma de deixar mais justa e evitar favorecimentos na contratação de pessoal para a administração pública.


No entanto, ainda existem muitos apoiadores ao regime militar, sendo evidenciados em 2018, e até os dias atuais, em razão da candidatura e eleição do atual presidente da República Jair Bolsonaro.


Assim, apesar de improvável, o retorno da ditadura no Brasil pode trazer várias consequências negativas ao povo brasileiro, incluindo questões mais amplas e outras bastante específicas, que é o caso dos concursos públicos.


Os concursos públicos realmente seriam afetados em um possível retorno do regime militar?


No início, comentei que mesmo existindo as regras sobre concursos públicos, eram raros os certames aplicados durante o Regime Militar, até porque a falta de transparência era a regra no serviço público.


Então, ainda que a realização de concursos públicos seja uma regra prevista na Constituição Federal, com um novo golpe militar, é provável que a realização de concursos seja extinta no Brasil.


Ou seja, todos os direitos e garantias conquistados ao longo dos anos seriam derrubados em pouco tempo.


*Agnaldo Bastos é advogado, atuante no Direito Administrativo, especialista em causas envolvendo concursos públicos e servidores públicos e sócio-proprietário do escritório Agnaldo Bastos Advocacia Especializada


News da Hora
+ News da Hora


7 em 10 brasileiros ainda não entendem o que é open banking,

diz pesquisa 

Segundo levantamento do C6 Bank/Ipec, 69% da população quer conhecer melhor o sistema financeiro aberto antes de decidir se vai ou não compartilhar dados bancários 


São Paulo, 21 de maio de 2021 - A dois meses de o open banking entrar na principal fase de implementação, a maior parte dos brasileiros ainda não conhece bem o sistema que prevê compartilhamento de dados bancários. Segundo pesquisa C6 Bank/Ipec, 69% dos brasileiros com acesso à internet afirmam que precisam entender melhor essa novidade antes de decidir se vão compartilhar informações financeiras.   


O sistema financeiro aberto prevê o compartilhamento de informações bancárias dos clientes entre as instituições financeiras com o objetivo de aumentar a concorrência, a disponibilidade e personalização de produtos no mercado.   


“Ao contrário do Pix, que é um produto com vantagens muito claras, o open banking é um novo ambiente, regulado pelo Banco Central, que vai permitir uma série de soluções e inovações. Essas soluções também vão se traduzir em vantagens para os clientes, principalmente em redução de tarifa e spread, mas esses benefícios precisam de um tempo maior para se tornarem tangíveis para o consumidor”, diz Maxnaun Gutierrez, head de produto e pessoa física do C6 Bank.   


A pesquisa também aponta que 33% dos brasileiros mostram-se interessados em compartilhar seus dados pessoais com instituições financeiras em troca de economia com tarifas e taxa de juros. Outros 43% ainda têm receio de autorizar o compartilhamento.   


As mulheres e os entrevistados com mais de 55 anos são os grupos mais receosos. Entre elas, 46% responderam que não têm interesse em compartilhar seus dados com instituições financeiras. Na faixa de 55 anos ou mais, esse percentual é de 51%. Os consumidores entre 25 a 34 anos, por outro lado, são os mais propensos a compartilhar dados em troca de benefícios financeiros.   


A primeira fase do open banking entrou em vigor em 1º de fevereiro deste ano. Então, as instituições disponibilizaram ao público informações padronizadas sobre os seus canais de atendimento e as características de produtos e serviços bancários tradicionais que oferecem. Nessa fase do open banking, não há compartilhamento de nenhum dado de clientes.   


A segunda fase do open banking começa no dia 15 de julho de 2021. Segundo o Banco Central, a partir dessa fase, os clientes, se quiserem, poderão solicitar o compartilhamento entre instituições participantes de seus dados cadastrais, de informações sobre transações em suas contas, cartão de crédito e produtos de crédito contratados. O compartilhamento ocorre apenas se a pessoa autorizar, sempre para finalidades determinadas e por um prazo específico. O cliente pode cancelar essa autorização a qualquer momento em qualquer das instituições envolvidas no compartilhamento. 

 

As entrevistas para a pesquisa C6 Bank/Ipec foram feitas entre os dias 22 e 28 de abril deste ano, com 2000 brasileiros das classes A, B e C, com acesso à internet no país todo. A margem de erro é de dois pontos percentuais.   

Sobre o C6 Bank 

O C6 Bank é um banco completo, lançado em 2019, que já superou a marca de 6 milhões de contas abertas no Brasil. Sem agências físicas, a instituição financeira já tem em seu portfólio mais de uma dezena de produtos, incluindo conta corrente isenta de taxa de manutenção, cartão sem anuidade, transferências e saques gratuitos, tag de pedágio grátis, programa de pontos (Átomos), Conta Global, plataforma de investimentos, entre outros. O banco teve o maior crescimento na base de clientes entre os bancos digitais do país, segundo levantamento do UBS Evidence Lab publicado em outubro de 2020. O C6 Bank atende pessoas físicas, MEIs e PMEs e está presente em 99,9% dos municípios brasileiros. Mais informações sobre o banco em https://www.c6bank.com.br/








#Daju







 DAJU COMEMORA O ANIVERSÁRIO DE UM ANO DA MEGALOJA ATUBA, ABERTA EM 

PLENA PANDEMIA, E ANUNCIA A EXPANSÃO PARA OUTROS ESTADOS NOS 

PRÓXIMOS DOIS ANOS, COM A META DE ABRIR VINTE LOJAS ATÉ 2023.

Neste ano o mês de maio está mais especial do que nunca para a Daju, pois a rede de 

lojas está comemorando um ano de inauguração da Megaloja Daju Atuba. Aberta em 

plena pandemia, a inauguração foi responsável pela geração de cinquenta empregos 

diretos, superando todas as expectativas do cenário econômico.

A Megaloja Daju Atuba, para quem ainda não conhece, possui uma área de loja de 

4.000 m² em um terreno de 12.000 m², com 262 vagas de estacionamento gratuito, 

sendo a maior loja da rede. Proporcionando aos clientes muito conforto e 

comodidade.

Com uma localização privilegiada, na linha verde norte, ao lado do Max Atacadista e a 

900 metros do Hospital Vita, a Megaloja Daju Atuba possui fácil acesso, não apenas 

para quem mora nos bairros próximos a loja, que além do próprio Atuba, incluem 

Tarumã, Jardim Social, Hugo Lange, Alto da XV, Cajuru, Bairro Alto, Santa Cândida e 

Tingui, mas também para os municípios da região metropolitana, como Colombo, 

Pinhais, Campina Grande do Sul e Quatro Barras.

A Daju cresceu muito nos últimos anos, e neste último, onde infelizmente muitas 

empresas fecharam as portas, deixando milhares de famílias sem renda, a empresa 

curitibana trilhou o caminho oposto, e trabalhou incansavelmente em prol do 

aquecimento da economia e da geração de novos empregos, além de manter todos os 

colaboradores, priorizou o desenvolvimento da sua equipe e a satisfação dos clientes.

Nos últimos três anos a Daju dobrou o número de lojas físicas, além de abrir um canal 

de vendas online, que atende todo o Brasil, com o lançamento do seu e-commerce em 

2020. E até 2023 a rede de lojas com raízes curitibanas, pretende expandir para outros 

estados. “Estamos trabalhando com o foco em expansão e geração de empregos. 

Nossa meta é quadruplicar o número de lojas físicas nos próximos dois anos, 

ultrapassando vinte lojas até 2023. Até o final de 2021 abriremos outras três lojas no 

Paraná e depois vamos expandir para outros estados”, garante o diretor geral da Daju, 

Roger Karsten Lorenz.

“Queremos estar cada vez mais próximos dos nossos clientes, com uma loja bonita, 

moderna, confortável e aconchegante em cada região. Sempre priorizando o 

atendimento personalizado e preços competitivos”, acrescenta o diretor.

Outra conquista importante para a empresa no último ano, foi receber a certificação 

GPTW (Great Place to Work), passando a fazer parte do ranking das melhores 

empresas para trabalhar. “A missão da Daju é melhorar a vida das pessoas, 

satisfazendo os nossos clientes, gerando emprego e renda aos nossos colaboradores, e 

este prêmio mostra que estamos no caminho certo, por isso, o nosso foco na expansão 

está a todo vapor e nunca foi tão importante como agora”, finaliza Roger.

A Daju é a maior loja do Brasil nos departamentos e produtos em que atua. 

Especializada em cama, mesa, banho, tapetes, cortinas, sofá, utilidades, presentes,

eletroportáteis, tecidos e homewear, a Daju possui uma variedade com mais de 150 

mil produtos em suas lojas, além das vendas através do e-commerce para todo o 

Brasil.

Para saber mais sobre a Daju, e acompanhar as ofertas especiais deste mês, acesse 

daju.com.br ou visite uma de suas lojas. Mais informações pelo WhatsApp (41) 99108-

3815.

Fonte: Cris Osike Nova Comunicação

Gestão de riscos: como proteger o patrimônio pessoal dos executivos de possíveis ações judiciais?

Os riscos inerentes ao exercício da função podem acarretar processos administrativos e judiciais que impactam diretamente o patrimônio pessoal dos envolvidos

As responsabilidades dos executivos nas empresas, muitas vezes, envolvem decisões arriscadas que estão suscetíveis a erros e impactos negativos para a organização. Contudo, situações como uma crise financeira, relacionamento com acionistas, ações mal planejadas e, até mesmo, problemas ambientais e tributários, podem acarretar em processos judiciais e administrativos de responsabilidade civil contra o próprio executivo.

Nos casos em que os conselheiros, diretores e gerentes das empresas são responsabilizados por danos involuntários causados a terceiros, seus patrimônios pessoais ficam ameaçados e, em alguns casos, correm o risco de serem bloqueados pela justiça até que o processo seja resolvido. Neste caso, para evitar que o patrimônio desses gestores seja afetado, as empresas podem adotar diversas práticas e mecanismos de proteção, como o seguro de responsabilidade civil de diretores e administradores, chamado de D&O, em inglês “Directors and Officers”.

De acordo com a Gerente de Riscos e Seguros na Electrolux do Brasil S.A. e membro do Comitê de Compliance e Riscos do IBEF-PR, Luciane Pereira Barbosa, há cerca de dez anos este tipo de seguro era contratado apenas por grandes empresas, como uma boa prática. “O foco original eram as empresas de capital aberto, que operavam na bolsa de valores. Contudo, essa modalidade de seguro se tornou muito útil nos últimos tempos, também para as empresas menores que estão expostas a riscos e ações de entidades públicas, discussões tributárias e até mesmo por questões ambientais”, ressalta.

Além proteger o patrimônio de dívidas, indenizações ou recuperações judiciais, o seguro D&O também garante o pagamento das despesas mensais do executivo afetado e de sua família em caso de bloqueio judicial, desde que o dano não tenha sido causado por dolo ou culpa grave, como em casos de fraude e corrupção. A gerente ainda destaca que existem outras práticas que a empresa pode adotar para prevenir situações que comprometam o patrimônio da empresa e dos seus executivos e mitigar riscos.

“A construção de um código de conduta e ética é fundamental para as empresas e precisa ser claro e bem divulgado para todos da organização. Os programas de gestão de riscos ERM – Enterprise Risk Management também são efetivos, uma vez que olham de forma mais ampla para a empresa”, complementa.

Diante da crescente demanda de ações judiciais contra as empresas e seus administradores, o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Paraná (IBEF-PR) irá realizar na próxima terça-feira, dia 20 de abril, um webinar para discutir as melhores práticas sobre prevenção e proteção de riscos ao patrimônio dos CFOs.

O evento online acontece das 18h30 até às 20h e contará com a participação de especialistas como a Diretora de Governança, Riscos e Conformidade na Eletrobras, Camila Gualda Araujo; a Diretora de Sinistros na Marsh Brasil, Luciana Olivo; e do Sócio no Machado Meyer Advogados, Eduardo Castro.

“Esperamos que o tema desperte a atenção, principalmente, das pequenas e médias empresas, a fim de conscientizá-las sobre os possíveis riscos, compartilhar boas práticas e propor medidas que protejam seus administradores e evite prejuízos irreparáveis”, finaliza a membro do Comitê de Compliance e Riscos do IBEF-PR, Luciane Pereira Barbosa, que fará a mediação do debate.

Para participar é necessário se inscrever previamente para o evento que terá transmissão gratuita pela plataforma online Zoom. A iniciativa recebe o patrocínio de gestão da PwC Brasil, do escritório Gaia Silva Gaede Advogados, da Valore Investimentos e do Banco Safra.

 

O patrimônio do CFO em Risco e mecanismos de proteção: Compliance e Seguro D&O

Dia: Terça-feira, 20/04

Horário: Das 18h30 às 20h00

Evento online e gratuito, transmitido pela plataforma Zoom.

Inscrição: http://bit.ly/seguroecompliance

 

SOBRE O IBEF PR

O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Paraná (IBEF-PR) é uma instituição sem fins lucrativos, que congrega executivos de finanças dos vários segmentos da atividade econômica do Paraná: executivos das áreas de indústria, comércio, consultorias, empresas de serviços, auditorias, instituições financeiras (bancárias e não-bancárias) e instituições governamentais.

Através de seus comitês de Finanças, Compliance e Riscos, Tributário e Empresarial, Inovação e Desenvolvimento de Executivos, o IBEF-PR realiza vários eventos, discussões e compartilha conhecimento para contribuir com o desenvolvimento dos profissionais de finanças do Paraná.

 

 "Teste de invasão": novo serviço da PSafe identifica vulnerabilidades exploradas por hackers em ataques a empresas

Empresas interessadas poderão realizar até 4 checagens de suas infraestruturas gratuitamente

A PSafe, unidade de cibersegurança do grupo CyberLabs, lança nesta quinta (15) uma evolução em seu serviço de segurança empresarial, dfndr enterprise, onde empresas poderão descobrir e resolver vulnerabilidades em seus sites. O Teste de Invasão na Infraestrutura é uma ferramenta baseada em Inteligência Artificial, capaz de realizar uma busca automática por vulnerabilidades em sites corporativos e dar visibilidade imediata para as empresas sobre o nível de risco de suas infraestruturas e configurações aplicadas. Qualquer empresa poderá fazer até quatro checagens gratuitamente no site do dfndr enterprise. Por meio da checagem premium, uma análise mais extensa será oferecida.


Com a ferramenta, a PSafe democratiza o acesso a este tipo de teste, que muitas vezes não é financeiramente acessível para pequenas e médias empresas brasileiras. Para se ter uma ideia, os Pentests (Teste de Penetração) existentes no mercado podem chegar a custar R$22 mil, por domínio analisado, o que torna praticamente inviável um monitoramento frequente das infraestruturas da maioria das PMEs.

“O Pentest normalmente é realizado uma ou duas vezes ao ano por empresas já estabelecidas. Isso porque normalmente as empresas não possuem apenas um domínio, mas vários subdomínios, o que encarece ainda mais o processo e deixa vulnerável não apenas os microempreendedores, mas até as próprias empresas que apenas duas vezes por ano tem uma checagem completa de seus sistemas. Entendemos o impacto que um vazamento de dados pode causar a uma empresa, por isso disponibilizamos uma versão gratuita do Teste de Invasão na Infraestrutura para que empresários de todo o país possam checar as vulnerabilidades de seus sites”, explica Marco DeMello, CEO da PSafe e Presidente do Grupo CyberLabs.

Aqueles que fizerem a análise gratuita de seus domínios, através do Teste de Invasão, receberão da PSafe um relatório informando sobre brechas que possam levar a vazamentos de dados, incluindo as ações corretivas e preventivas que devem ser aplicadas para evitar danos. Já na versão premium, além de uma análise mais detalhada dos sistemas, os empresários terão o monitoramento semanal e contínuo de suas infraestruturas, além da proteção preditiva proativa do dfndr enterprise contra os principais golpes virtuais que levam ao vazamento de dados corporativos.

“Criamos um sistema cujo diferencial é ser uma solução inteligente e simples para um problema extremamente complicado. O dfndr enterprise funciona em modo ‘piloto automático’, o que significa que basta confirmar seu domínio, instalar nos dispositivos de trabalho, e ficar protegido contra os golpes virtuais. Não é necessário nem mesmo uma equipe técnica ou de segurança dedicada, é tudo bastante simples e intuitivo, para que seja acessível a todos”, explica DeMello.

As vulnerabilidades em sistemas corporativos se tornam um risco maior durante o trabalho remoto, em que os colaboradores usam dispositivos pessoais, muitas vezes sem proteções adequadas, para realizar atividades empresariais. “Esses dispositivos desprotegidos podem funcionar como portas abertas para a invasão de hackers a sistemas corporativos, e pelo que já pudemos identificar os colaboradores têm sido os alvos prediletos dos hackers para este tipo de ciberataque”, complementa o CEO.

 

Quatro a cada 5 brasileiros utiliza dispositivo pessoal para o trabalho

Atualmente, 79% dos brasileiros que trabalham utilizando computadores ou celulares, utilizam equipamentos pessoais para acessar dados corporativos, segundo pesquisa exclusiva realizada pelo dfndr lab, laboratório de cibersegurança da PSafe, com uma amostra de mais de 14 mil pessoas realizada em março de 2021. Esse comportamento abre margem para diferentes perigos, como conexão com redes sem segurança e download de aplicativos ou softwares maliciosos. Quase 50% dos respondentes indicaram ainda que usam os e-mails corporativos para fins pessoais, como se cadastrar em sites e trocar mensagens particulares, o que aumenta significativamente os riscos de vazamentos de dados e credenciais.

Veja a pesquisa na íntegra, clicando aqui.

O potencial de dano é agravado com o relato de um a cada 3 entrevistados garantindo não utilizar medidas básicas de segurança digital para acessar dados empresariais. Quando perguntados se tinham ativa a autenticação em dois fatores em seu e-mail de trabalho, 31% negaram e 42% dos respondentes afirmaram não saber o que é isso. A autenticação em dois fatores é uma camada extra de segurança oferecida por vários prestadores de serviços online para o acesso da conta, exigindo que o usuário forneça duas formas de senhas para sua entrada. A primeira é a senha padrão, e o segundo fator pode ser um código único enviado por SMS ou e-mail, ou no futuro próximo o uso de biometria de voz e/ou facial.

Como funciona o “Teste de Invasão”

O Teste de Invasão na Infraestrutura, do dfndr enterprise, é capaz de mapear todos os serviços corporativos que estão ativos e acessíveis via web. Durante a análise, o sistema verifica vulnerabilidades e autenticações fracas em cada um deles, através de um arsenal específico de checagem inteligente para serviços web.

Entre os itens verificados estão injeções indevidas de código, uso de componentes desatualizados, arquivos que permitem acessos não-autorizados, senhas fracas facilmente descobertas, uso de plugins e erros de configurações em CMS, se algum pesquisador independente encontrou algum erro e reportou em sites de recompensas, dentre outras. Para verificar todas as proteções oferecidas e checar se o site de sua empresa possui alguma vulnerabilidade, acesse este link.

Sobre o grupo CyberLabs
O maior grupo de Inteligência Artificial e soluções de IA para cibersegurança da América Latina surge da união de duas empresas brasileiras líderes em seus segmentos. A nova gigante da tecnologia tem como missão democratizar o acesso à Inteligência Artificial e promover uma internet mais segura para todos, a partir do compartilhamento de conhecimento de forma simples e compreensível para todas as realidades e culturas. A PSafe, unidade do grupo especializada em cibersegurança possui em sua base de dados mais de 15 bilhões de credenciais vazadas e ameaças distintas, utilizadas para proteção preditiva proativa a dispositivos pessoais e corporativos, que é capaz de detectar e bloquear golpes virtuais em menos de um segundo, utilizando técnicas avançadas de análise comportamental, heurística e inteligência artificial em tempo real.

 


Maior feira virtual de intercâmbio do mundo acontece em 24 de março (quarta-

feira), das 16h às 20h

 



A feira internacional de educação The Student World Virtual Fair tem ingresso gratuito e é exclusiva para brasileiros. Maior evento do mundo no segmento de intercâmbio, para participar basta ter um computador ou smartphone ligado à Internet e, em poucos cliques, os visitantes poderão interagir, ao vivo e de forma personalizada, com 87 instituições de 14 países, entre agências governamentais, escolas de idiomas e universidades, muitas delas ranqueadas entre as 300 melhores do mundo*. As inscrições podem ser feitas pelo link https://thestudent.world/brazil/pressbr .

Na plataforma virtual será possível encontrar informações sobre todas as modalidades de cursos (idiomas, high school, graduação, pós, mestrado, doutorado, MBA, técnicos e bolsas de estudos). A marca global gigante no setor anunciou que, mesmo após encerrar a pandemia, seguirá realizando as feiras somente em plataforma virtual.



Com experiência de 22 anos em feiras presenciais, realizadas até o início da pandemia em 50 cidades de todos os continentes, a tecnologia desenvolvida pela FPP EDU Media desde 2015 é única no setor de intercâmbio e está possibilitando fomentar o segmento e o sonho de profissionais e estudantes que buscam qualificação e novas vivências no exterior.


Para o CEO da empresa, Sebastian Fernandes, o formato virtual chegou para ficar. "O modelo conquistou a preferência dos estudantes e das instituições de ensino pelo acesso 'mais democrático', crescimento da participação de escolas de idiomas e universidades, além dos benefícios de praticidade, segurança, conforto e redução de custos", explica.  


A plataforma foi pensada detalhadamente para que os visitantes possam realmente ter a experiência de passear por uma feira, sem sair do conforto da sua casa. As instituições estarão on-line, ao mesmo tempo, em um único lugar para conversar por texto, áudio ou vídeo, de forma privada, com pessoas de qualquer parte do Brasil. Não existe nada parecido em nosso segmento. O ambiente é fácil de navegar, amigável e tem um design muito atraente", conclui Fernandes.  


Para a diretora executiva da BELTA (Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio), Maria Eglantine Gabarra, também com presença confirmada no evento, "o estudante quer fazer o seu curso presencial, pegar o avião. Mas a pesquisa por meio de feiras virtuais é uma tendência sem volta. No virtual, as pessoas não ficam sem respostas, já no presencial, pela alta procura nos estandes, isso acaba acontecendo".   


Os países mais procurados pelos brasileiros para intercâmbio, segundo a pesquisa Selo BELTA 2020, estão confirmados para o evento. São eles: Canadá, Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. Também participam da feira: Espanha, Alemanha, Dinamarca, Holanda, Itália, Portugal, República Tcheca, Suécia, Japão e Coreia do Sul.


SERVIÇO:


O QUÊ: Feira Virtual de Intercâmbio The Student World   

QUANDO: 24 de março (quarta-feira), das 16h às 20h

QUANTO: Entrada franca

INSCRIÇÕES E MAIS INFORMAÇÕES: https://thestudent.world/brazil/pressbr

TUTORIAL PARA PARTICIPAR DA FEIRA: 

https://www.youtube.com/watch?v=1d4NBKYAzqs   


VANTAGENS DO VIRTUAL


No conforto do lar: Os estudantes podem interagir com instituições do mundo inteiro sem sair de casa.

Acesso à todas as cidades brasileiras: Possibilitam a participação de estudantes de todo o país, não somente daqueles que vivem nas grandes capitais. 

Segurança à saúde: Em tempos de pandemia e distanciamento social, a feira online é a opção ideal.  

Economia de tempo e dinheiro: Não é necessário deslocamento, enfrentar filas, ter gastos com passagens, hotéis, alimentação.

Presença maior de escolas e universidades: Sem custos de viagens ao Brasil e acesso a um maior número de estudantes, as instituições aumentaram o interesse em participar da feira. 

Agilidade e acesso à informação: É possível realizar buscas de acordo com o tipo de instituição, sua localização e programas oferecidos, o que torna a experiência mais ágil e produtiva. É possível também enviar e fazer downloads de fotos, vídeos, links e documentos informativos mais completos. Além disso, os estudantes podem participar de chamadas de áudio e vídeo particulares e "ao vivo" com os representantes de instituições do mundo inteiro e agências de governo.  

Organização da informação: Os estudantes podem favoritar as instituições e programas que mais interessam, organizando suas listas para consultas posteriores e tomada de decisão. 

Acesso a informações pós-evento: Todas as conversas que os estudantes realizam com as instituições por meio da plataforma ficam salvas e podem ser acessadas futuramente por eles para lembrança de pontos importantes e compartilhamento.  

Redução do impacto ambiental (eco-friendly): Eventos online economizam recursos naturais e reduzem os impactos no meio ambiente, uma vez que diminuem a quantidade de papel distribuído e a emissão de gases. Não são necessários a produção de materiais gráficos e de comunicação visual, o deslocamento de expositores e visitantes, a geração de lixo.      


*Times Higher Education Rankings 2021.   

                                        

CONTATOS PRINCIPAIS:


Neiva Mello – neiva@neivamello.com.br  51. 99973.7375

Patrícia Muller – patr.mull@gmail.com  51. 99330.3975 

 
 


Mostrar texto das mensagens anteriores

Um ano de Covid-19: quais lições foram realmente aprendidas?

Novas cepas são desafio para profissionais de saúde e pesquisadores neste novo momento da pandemia; Paraná é o estado com maior número de variantes da Região Sul.

Encontro de pai e filho após 37 dias de internação
Arquivo pessoal

Ariel Faria Junior, 33 anos, é um dos casos de reinfecção da Covid-19. Mesmo com hipertensão, a primeira vez em que foi infectado, em junho, apesar do mal estar provocado pelo novo coronavírus, não precisou de internação. Já em janeiro, após perder o pai para a doença, Ariel teve 75% do pulmão comprometido e ficou 17 dias intubado na unidade de terapia intensiva do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR). Após 37 dias de internação, teve alta hospitalar e agora precisa de fisioterapia para fortalecer o pulmão.


 Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sugere que 70% dos casos do novo pico da Covid-19 no Paraná sejam relativos à nova variante P.1. Ela se mostra mais contagiosa e agressiva do que as variantes encontradas anteriormente no estado.  “Nós sabemos que as reinfecções virais acontecem quando a imunidade celular é insuficiente ou de curta duração. Ainda não foi elucidada a duração da proteção contra a reinfecção causada pela Covid-19. Por isso, uma das preocupações dos pesquisadores é a possibilidade das infecções assintomáticas não fornecerem imunidade protetora de longo prazo”, explica a infectologista do Hospital Marcelino Champagnat, Camila Ahrens.

Os casos de reinfecção e as novas cepas devem ser os principais desafios nesse segundo ano de pandemia. O Paraná, por exemplo, é o estado com maior número de variantes da Região Sul. E isso pode explicar o aumento de casos no estado no primeiro trimestre de 2021.

Descobertas

Nesse último ano, profissionais de saúde, hospitais e toda a cadeia envolvida no setor da saúde vivem uma rotina de descobertas, tristezas e conquistas. Muito se aprendeu sobre o novo coronavírus, mas também sobre a força e a capacidade de adaptação dessa área vital. Os procedimentos de cuidado foram modificados e adaptados à medida que as pesquisas avançavam. E os achados só poderiam ter relevância com a integração do estudo, da prática e de profissionais de todas as áreas na recuperação dos pacientes. 

“Não trabalhamos sozinhos e não temos como cuidar de um paciente sem total afinidade entre todos os membros da equipe. É preciso que médico, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e nutricionista estejam alinhados e trabalhando para que o paciente possa sair bem do hospital. Esse foi o nosso maior aprendizado”, ressalta a cardiologista e coordenadora médica da qualidade do Hospital Marcelino Champagnat, Camila Hartamnn. “O aumento da carga horária de trabalho e a complexidade dos pacientes atendidos foram outras dificuldades. É uma situação que um profissional aguenta por um ou dois meses. Por um ano, só com muito suporte e trabalho em equipe”, frisa. 

Profissionais que até então estavam focados na rotina de atendimento aos pacientes se viram desafiados a buscar no estudo dos casos possíveis avanços para o tratamento de outros pacientes. Como as descobertas de um grupo de pesquisadores da PUCPR e dos hospitais Marcelino Champagnat e Universitário Cajuru (ambos do Grupo Marista). Eles se dedicaram a estudos para compreender o comportamento do coronavírus e sua atuação de forma sistêmica a partir de dados coletados de pacientes internados. 

Com as observações, as condutas foram alteradas ou adaptadas. “Aprendemos que a  Covid-19 tem um tempo maior de lesão na camada interna dos vasos pulmonares, entre outras coisas, que alteraram a maneira como alguns procedimentos e práticas eram realizadas. Mas foram pontos que os resultados das pesquisas nos mostraram e é fundamental que ela ande sempre junto com a prática”, frisa a cardiologista. 

Adaptações

Em 12 meses de pandemia, o Hospital Marcelino Champagnat aumentou em cerca de 60% o número de leitos de UTI, passando de 30, em 2020, para 47. Quase 100% deles são dedicados exclusivamente a pacientes da Covid-19. O número de leitos total também foi ampliado em aproximadamente 20%, chegando hoje a 137 vagas. 

Para dar suporte a essas medidas, profissionais de saúde foram treinados e capacitados e 19 respiradores novos foram adquiridos - totalizando 44 equipamentos. Os investimentos foram feitos para atender ao aumento da demanda de casos, cada vez mais críticos, ocasionados pela pandemia e, ainda, para manter a qualidade e a segurança assistencial.

A estrutura e a gestão hospitalar também precisaram ser adaptadas. O Hospital Marcelino Champagnat foi um dos primeiros do Brasil a receber casos graves da doença. Logo no início da pandemia foram preparados protocolos de avaliação de casos, divisão de fluxos de atendimento - com espaço específico para pacientes com síndrome respiratória desde a entrada até a internação, além de investimentos em equipamentos e na infraestrutura. O hospital aportou mais de meio milhão de reais em obras, para criação de um centro cirúrgico específico, de antecâmaras de pressão negativa, capazes de filtrar o ar na entrada e saída de pacientes e profissionais de saúde, e de diversas barreiras físicas. Isso aconteceu em meio à interrupção de cirurgias eletivas e queda abrupta no faturamento do hospital.

O treinamento e o cuidado com as equipes ganharam ainda mais importância. Dos 690 colaboradores do Marcelino Champagnat, 300 foram contratados durante a pandemia, sendo que mais de 33% das contratações foram para o setor de enfermagem. "Em um ano, aprendemos mais do que nos últimos cinco ou dez anos. E creio que continuaremos absorvendo conhecimento e nos adaptando às mudanças repentinas de cenário que essa doença provoca. A situação hoje é muito mais grave que no ano passado, tanto na complexidade dos casos como no número de pessoas infectadas. Com certeza, sairemos de tudo isso muito mais fortes e resilientes", finaliza o diretor do Hospital Marcelino Champagnat, José Octavio Leme. 

Sobre o Hospital Marcelino Champagnat

O Hospital Marcelino Champagnat faz parte do Grupo Marista e nasceu com o compromisso de atender seus pacientes de forma completa e com princípios médicos de qualidade e segurança. É referência em procedimentos cirúrgicos de média e alta complexidade. Nas especialidades destacam-se: cardiologia, neurocirurgia, ortopedia e cirurgia geral e bariátrica, além de serviços diferenciados de Check-up. Planejado para atender a todos os quesitos internacionais de qualidade assistencial, é o único do Paraná certificado pela Joint Commission International (JCI).



   Uma homenagem para eternizar o amor: Zezé Di Camargo faz música para o pai Francisco e lança o clipe no "Fantástico"



Neste domingo (07/03), a partir das 20h, o programa Fantástico levará ao público uma grande homenagem. Em uma entrevista repleta de emoções com Zezé Di Camargo, o cantor irá mostrar a canção que ele fez para o pai, Francisco Camargo, em parceria com um grande amigo, Danimar. Trata-se da música “O Matuto”, que traz versos sobre o amor ao campo e à vida simples. A homenagem  conta com a participação especial de Lorena e Rafaela, dupla que o seu Chico admirava por ser jovem e manter o estilo de sertanejo raiz.

A entrevista irá mostrar os bastidores e clipe exclusivo, que tem direção de Anselmo Troncoso

GOVERNO BRITÂNICO E MINISTÉRIO PÚBLICO DE SÃO PAULO FIRMAM PARCERIA PARA O COMBATE À PIRATARIA DIGITAL

Acordo prevê a capacitação dos promotores de justiça do Ministério Público de São Paulo

Fevereiro 2021 – Na última sexta-feira (26), o Governo Britânico, representado pelo novo embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson, e o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), representado pelo procurador geral de justiça, Dr. Mario Luiz Sarrubbo, assinaram um termo de cooperação que oficializa a parceria entre Brasil e Reino Unido na proteção de direitos de propriedade intelectual.

O termo estabelece diferentes áreas de cooperação, que incluem o intercâmbio de melhores práticas, experiências, conhecimentos e informações não confidenciais, incluindo estatísticas obtidas através da implantação de projetos.


“Estou muito animado com a parceria entre o Governo Britânico e o Ministério Público de São Paulo. A pirataria digital é um desafio global que precisamos vencer para proteger criadores e suas obras e garantir produtos confiáveis ao público, e por isso a colaboração com outros países é tão importante,” afirmou Peter.

As primeiras ações do acordo estarão focadas na capacitação dos promotores de justiça do MP-SP, a ampliação de oportunidades de troca de informações, técnicas e ferramentas entre as partes e a realização de reuniões mensais entre os participantes.

O promotor de justiça e integrante da equipe do CyberGaeco (o braço do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado do MP-SP voltado à investigação de crimes cibernéticos) Richard Encinas e Maria Angelica Garcia, adida do Escritório de Propriedade Intelectual do Governo Britânico (IPO) serão os coordenadores dos projetos de cooperação no combate às infrações contra propriedade intelectual firmados a partir da assinatura do memorando.

A parceria teve início no fim de 2018, quando o promotor Richard Encinas, a convite do Governo Britânico, participou de uma visita de capacitação aos órgãos policiais, Ministério Público e Judiciário britânicos, em Londres.

Depois da visita, as ações desenvolvidas pela PIPCU (Police Intellectual Property Crime Unit - City of London Police) foram introduzidas no Brasil por meio de investigações piloto conduzidas pelo CyberGaeco. O resultado dessas ações foi reconhecido como extremamente eficaz, posicionando o Ministério Público de São Paulo como protagonista no combate a delitos cibernéticos, com ênfase na pirataria digital.

“A assinatura desse termo de cooperação representa a consolidação de trabalhos exitosos e de vanguarda de proteção à propriedade intelectual, iniciado com nossa visita de capacitação à Londres no final de 2018. Esperamos aumentar e potencializar essa proteção com a assinatura desse termo” disse o promotor.

No ano passado, o Governo Britânico participou da operação 404 contra pirataria digital, liderada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (SEOPI-MJ), realizada em 10 estados brasileiros.  Por meio da PIPCU, 27 sites com conteúdo pirata foram retirados do ar.

“Fico muito feliz em ver que esta parceria bem-sucedida, que começou com uma viagem à Londres em 2018, tenha culminado na assinatura de um acordo tão importante. Brasil e Reino Unido continuarão ampliando essa colaboração para, juntos, alcançarmos maior prevenção e melhores respostas contra as infrações de Propriedade Intelectual”, disse Angelica.

O governo britânico também facilitou a assinatura de um memorando de entendimento entre a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI) e o CyberGaeco, que pretende estabelecer a primeira unidade para crimes de propriedade intelectual no Brasil. O órgão funcionará a partir da experiência da unidade de crimes de propriedade intelectual da Polícia de Londres (PIPCU), referência mundial de eficácia no combate à pirataria digital.


 

Tributar mais ricos e destinar a programas sociais fortalece economia e promove igualdade

Estudo divulgado nesta semana pela USP comprova que transferência de renda eleva o PIB e faz bem a toda a sociedade. Campanha Tributar Super-Ricos aponta medidas para superar miséria pós-pandemia

Nesta semana foi divulgado um estudo produzido pelo Centro de Pesquisa em Macroeconomia das Desigualdades da Universidade de São Paulo (Made-USP) comprovando a importância de taxar os mais ricos para reduzir as desigualdades e sair da crise econômica a partir de medidas tributárias mais justas e progressivas.



Os pesquisadores constataram que uma política de proteção social financiada a partir da tributação do 1% mais rico, com transferência de R$ 125 por mês para os 30% mais pobres, pode ter um impacto positivo de 2,4% no Produto Interno Bruto.


“É perfeitamente possível desenhar um programa que combine redução da desigualdade com aumento do ritmo de crescimento econômico. Esses objetivos não são contraditórios", atesta a economista e professora da USP, Laura Carvalho, autora do estudo juntamente com Rodrigo Toneto e Theo Ribas.


Distribuir renda aos mais pobres têm efeito multiplicador na economia. Cada R$ 100,00 transferidos do 1% mais rico para os 30% mais pobres geram uma expansão de R$106,70 na economia, conclui a Nota de Política Econômica nº 008, emitida no dia 15 de fevereiro.


Como a maior parte do ganho adicional dos mais pobres vai para o consumo, uma tributação de R$ 1,00 a mais do 1% mais rico destinados aos 10% mais pobres elevaria o consumo agregado em R$ 0,63, reduzindo a desigualdade com crescimento econômico.


Salvar vidas e mover o país


“É uma das formas mais justas de reduzir desigualdades e movimentar a economia”, resume a presidente do Instituto Justiça Fiscal (IJF), Maria Regina Paiva Duarte. “O que parece óbvio, ficou demonstrado neste estudo. É preciso implementar urgentemente maior tributação sobre os mais ricos”, confirma a auditora-fiscal aposentada.


As conclusões do estudo vão ao encontro das ações propostas pela campanha nacional Tributar os Super-Ricos, articulada pelo IJF e outras 70 organizações sociais. Esta frente plural de entidades defende oito projetos de lei para aumentar a arrecadação em R$ 300 bilhões ao ano, taxando apenas 0,03% mais ricos do país: ou seja, 59 mil pessoas entre 210 milhões de brasileiros.


Pessoas físicas que ganham mais de R$ 70 mil mensais, com mais de R$ 10 milhões de patrimônio, ou que tenham recebido heranças e doações historicamente subtributadas, que passam de geração em geração sem contribuírem com os devidos e justos tributos, estão entre os que podem fazer uma contribuição fiscal mais justa.

 

Congresso pode promover igualdade


Os articuladores da campanha estão em tratativas com o Congresso Nacional para que essas medidas urgentes, apresentadas em agosto de 2020, sejam pautadas como forma de sair da crise investindo em políticas sociais. A pandemia e a suspensão da renda emergencial acentuaram ainda mais a vulnerabilidade social, jogando 60 milhões na pobreza e 14 milhões no desemprego, exigindo rapidez dos parlamentares.


Entre as propostas da campanha está o fim da isenção dos lucros e dividendos distribuídos nas pessoas físicas e da dedução dos juros sobre capital próprio, mudança nas alíquotas do IRPF, isentando os mais baixos rendimentos e ampliando a taxação para altas rendas, além do aumento da alíquota da contribuição social para os setores financeiro e extrativo mineral, entre outras medidas que também foram sugeridas no pacote.


A crise sanitária aprofundou a crise econômica, que já estava forte antes mesmo do flagelo do coronavírus. Na pandemia, ficou evidente a importância do Estado, que precisa ser fortalecido, ressalta a representante do IJF em artigo publicado essa semana.


“Precisamos de arrecadação. Revogar o teto de gastos que limita recursos para saúde e educação por 20 anos e afeta a população mais pobre e vulnerável, que depende do Estado para sobreviver. Não será possível promover o desenvolvimento econômico inclusivo, que retire o Brasil do mapa da fome, sem recursos para a saúde e sem pagamento de auxílio emergencial. Tributar os super-ricos é uma alternativa justa, solidária e que salva vidas”, conclui Duarte.






+News da Hora


83 organizações repudiam decretos de Bolsonaro que facilitam acesso às armas
 

Uma nota assinada por 83 organizações da sociedade civil manifesta repúdio e preocupação diante dos novos decretos publicados pelo governo de Jair Bolsonaro na último dia (12) fevereiro, que multiplicam as quantidades de armas e munição que cada cidadão pode comprar e portar licitamente, ao mesmo tempo que reduzem o controle do Exército e da Polícia Federal na fiscalização do comércio e aptidão para o porte.


A nota é organizada pela Rede Justiça Criminal, coalizão de nove organizações que luta contra o encarceramento em massa e por um sistema de justiça que não viole direitos, e assinada por organizações como Comissão Arns, Educafro, Agenda Nacional pelo Desencarceramento e Instituto Ethos. 



Para as organizações, o armamento que agora terá maior facilidade para circular legalmente irá alimentar o mercado ilegal e armar as milícias presentes em todo o país. 


Confira a nota completa abaixo:
 

A Rede Justiça Criminal vem a público manifestar repúdio e máxima preocupação diante dos novos decretos publicados pelo governo federal que multiplicam as quantidades de armas e munição que cada cidadão pode comprar e portar licitamente,  ao mesmo tempo que reduzem o controle do Exército e da Polícia Federal na fiscalização do comércio e aptidão para o porte. Além de terem sido publicadas de forma açodada, sem estudo de impacto social ou consulta à sociedade civil, representam um risco à sociedade, uma vez que ampliam o acesso ao armamento que pode ter como destino a ilegalidade. 

 

De acordo com o pacote de alterações publicado no dia 12 de fevereiro de 2021, que altera os decretos n.º 9.845, 9.846, 9.847 e 10.030, cada pessoa autorizada, por exemplo, poderá adquirir até seis armas de uso permitido. Integrantes de instituições como as Forças Armadas, Polícias e membros da Magistratura e do Ministério Público poderão adquirir mais duas armas de uso restrito, totalizando a permissão para o uso de oito armas. Permite que atiradores adquiram até 60 armas e caçadores até 30, só sendo exigida autorização do Exército Brasileiro quando superar essa quantidade. A aptidão psicológica exigida para que atiradores e colecionadores tivessem acesso ao armamento e que era antes atestada por laudo de profissional cadastrado pela Polícia Federal agora poderá ser emitida por qualquer psicólogo com registro no Conselho Regional de Psicologia.

 

É inaceitável que, sob o pretexto de regulamentar o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/2003), o governo subverta a vontade do legislador, acrescida de amplo debate público, que criou uma política de controle responsável de armas e munições e estabeleceu o conceito de efetiva necessidade como condição indispensável para a aquisição de arma de fogo.

 

Mudanças como essas deveriam passar pelo necessário debate nas duas casas do Congresso Nacional. Em junho de 2019, a tentativa do governo de flexibilizar as regras para posse e porte de armas foi paralisada pelo Senado Federal após a aprovação de um Projeto de Decreto Legislativo que sustava a medida do Executivo. Temendo a derrota na Câmara, Bolsonaro recuou e enviou um projeto de lei sobre o tema. 

 

Nesse ponto, destacamos que o relatório final da CPI do Tráfico de Armas (2006) ressalta que as apreensões feitas pela polícia mostram que “A análise inédita de mais de 150 mil armas levou esta Comissão a revelações surpreendentes, e gravíssimas, como a denúncia de que a maioria esmagadora das armas apreendidas com a bandidagem foi originalmente vendida pelas fábricas brasileiras a lojas estabelecidas, e para o próprio Estado, principalmente para suas polícias, e daí foram desviadas para o crime”[1].

 

O armamento que agora tem maior facilidade para circular legalmente irá, de acordo com as conclusões da CPI e de outros estudos[2], alimentar o mercado ilegal e armar as milícias presentes em todo o país. Além disso, no país com maior número absoluto de homicídios do mundo, já sabemos quem pagará a conta: jovens, negros, pobres e de periferia.

 

Por fim, a priorização de medidas que ampliam o descontrole sobre o porte e comércio de armas no contexto de uma das maiores crises sanitárias já vividas no mundo, em que somente no Brasil já morreram quase 240 mil pessoas até o momento da escrita desta nota, é mais uma evidência de que a morte está na centralidade da política empreendida pela atual gestão do Executivo.


Assinam a nota:

 

  1. Agenda Nacional pelo Desencarceramento 
  2. Aliança Nacional LGBTI+ 
  3. AMART 
  4. APEOESP - Sindicato da Educação do Estado de São Paulo 
  5. App Sindicato 
  6. Associação Brasileira de Lesbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexo -
    ABGLT 
  7. Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas Autistas - Abraça 
  8. Associação Comunitária Trupe 
  9. Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo 
  10. Associação de Mães e Amigos da Criança e Adolescente em Risco - AMAR Nacional 
  11. Associação de Produção e Consumo Consciente Comércio Justo e Solidário 
  12. Associação dos Amigos e Pessoas com Deficiência de Tramandaí 
  13. Associação Maringaense LGBT 
  14. Associação Pano de Roda 
  15. Banquetaço 
  16. Católicas pelo Direito de Decidir - Brasil 
  17. CEDECA D. Luciano Mendes - Associação Beneficente São Martinho 
  18. CEDIM RJ - Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres 
  19. Centro de Direitos Humanos de Sapopemba - CDHS 
  20. Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos 
  21. Cidades Afetivas 
  22. Coletivo aBertha 
  23. Coletivo Arte e Cidadania 
  24. Coletivo Familiares e Amigos de Presos e Presas do Amazonas 
  25. Coletivo Mangueiras 
  26. Coletivo RJ Memoria, Verdade, Justiça e Reparação 
  27. Comissão Arns 
  28. Comissão de Defesa do Estado Democrático de Direito da OAB-RJ 
  29. Comissão Pastoral da Terra 
  30. Comitê Elos da Cidadania 
  31. EDUCAFRO Brasil 
  32. Escola de Ativismo 
  33. Ethos Cidadãos 
  34. Fórum Grita Baixada 
  35. Fórum Nacional dos Usuários do Sistema Único de Assistência Social - FNUSUAS Região Sudeste 

 

  1. Fórum Permanente de Saúde no Sistema Penitenciário 
  2. Fórum Social de Manguinhos 
  3. Frente Estadual Pelo Desencarceramento do Amazonas 
  4. Frente pelo Desencarceramento do Rio de Janeiro 
  5. Fundação Avina 
  6. Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares - GAJOP 
  7. Geledes - Instituto da Mulher Negra 
  8. GESTOS- Sororopositividade, Comunicação e Gênero 
  9. GTP+ 
  10. IBD - Instituto Brasileiro da Diversidade 
  11. INESC - Instituto de estudos socioeconômicos 
  12. Iniciativa Direito à Memória e Justiça Racial-Baixada Fluminense-RJ 
  13. Iniciativa Negra por uma Nova Política sobre Drogas 
  14. Instituto de Estudos da Religião - ISER 
  15. Instituto de Promoção e Proteção de Direitos Humanos 
  16. Instituto Ethos 
  17. Instituto Igarapé 
  18. Instituto Pensar 
  19. Instituto Physis 
  20. Instituto Terra Trabalho e Cidadania 
  21. Mãe das Periferias 
  22. Mães de Manguinhos 
  23. Mães do Curió/Movimento de Mães da Periferia de Vítima Por Violência Policial do Estado do Ceará 
  24. Movimenta Caxias 
  25. Movimento Acredito 
  26. Movimento Acredito Santa Catarina 
  27. Movimento das Mães da Cinelândia 
  28. Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua 
  29. Núcleo Observatório das Metrópoles - Maringá 
  30. O Instituto (Associação Cultural de Estudos Contemporâneos - Instituto) 
  31. Pastoral do Menor Arquidiocese de Vitória - ES 
  32. Pastoral do Menor - Belford Roxo 
  33. Pastoral do Meu Menor 
  34. Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político 
  35. Policiais Antifascismo no Paraná 
  36. Projeto Cidadania 
  37. Projeto Saúde e Alegria 
  38. Rede Antirracista Quilombação 
  39. Rede Brasileira de Conselhos - RBdC 
  40. Rede de Comunidade e Movimento contra Violência 
  41. Rede de Mães e Familiares Vítimas de Violência da Baixada Fluminense 
  42. Rede de Proteção e Resistência 
  43. Rede do Cuidado 
  44. Rede Feminista de Juristas 
  45. Rede Justiça Criminal 
  46. Todos por Floripa 
  47. Visão Mundial 
  48. WWF Brasil

_______________________________________________________________________________

[1] Relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito Destinada a Investigar as Organizações Criminosas do Tráfico de Armas (2006).

 

[2] O Instituto Sou da Paz já realizou diversas pesquisas que demonstraram resultados semelhantes aos da CPI do Tráfico de Armas. Os estudos estão disponíveis em http://soudapaz.org/


Caso Marcinho: ex-jogador pode pegar três anos de cadeia por atropelamento de casal

Inquérito apontou o consumo do equivalente a 5 canecas de chopp antes do acidente



 

Acusado do atropelamento de um casal no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro, no último dia 30, o lateral do Botafogo Marcinho foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, porém, com agravante de fugir do local. O inquérito, finalizado na terça-feira, 2, apontou que o jogador dirigia em alta velocidade e havia consumido o equivalente a cinco canecas de chopp antes do atropelamento.

 

O delegado da 42ª Delegacia de Polícia da região já enviou o  inquérito ao Ministério Público, o próximo passo segundo o advogado Sergio Vieira é o órgão decidir, após análise, se oferece denúncia, arquiva ou solicita novas diligências no caso

 

“Como a acusação deve ser por duplo homicídio culposo, a pena pode variar de um a três anos de prisão. É importante frisar que sendo considerado mesmo culposo, não há somatório das penas. É praticamente impossível de haver prisão em um caso destes, sendo assim é possível que ele possa continuar jogando enquanto o processo é tramitado na justiça”, elucida Sergio Vieira.

 

Esta não é a primeira vez que jogadores de futebol se envolvem em problemas com a justiça, porém, o advogado Sergio Vieira aponta ser pouco provável haver alguma flexibilidade ou beneficiamento do réu.

“Marcinho defende que fugiu do local por medo de ser linchado, portanto, é provável que a defesa se encaminhe nessa linha, porém o ato pode endurecer a pena contra ele, caso fique comprovado que ele poderia prestar socorro sem risco pessoal”, argumenta o advogado.

 

Em caso de condenação, seja ela considerada culposa ou não, o jogador ainda pode recorrer aos tribunais superiores, sendo eles Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF)

 

Sobre Sergio Vieira

 

Sergio Rodrigo Russo Vieira tem 37 anos (São Paulo em junho de 1983). Formado em Direito em 2006 na Universidade Salvador, assumiu o cargo de Sócio Diretor do escritório Nelson Wilians & Advogados Associados em Manaus, que é atualmente é o maior escritório do país e conta com filiais em todos os Estados da Federação, empregando cerca de 2.000 colaboradores e com 450.000 processos ativos em sua base.

Principais realizações:

*MBA em Gestão e Negócios ministrado pelo CIESA. 
 
*Conselheiro Federal Suplente OAB Seccional AM pelo triênio 2019/2021.
 
*Membro da Comissão Nacional de Sociedade de Advogados junto ao Conselho Federal da OAB pelo triênio 2019/2021.
 
*Presidente da Comissão de Sociedades de Advogados Seccional AM pelo triênio 2019/2021


Portal ACidade ON, do Grupo EP, estreia projeto "Casa em Verso e Prosa" já com patrocínio

Página traz conteúdo desenvolvido pelos influenciadores digitais Cris Maia e Daniel Cruz sobre temas relacionados à casa, decoração e o modo de viver

“Casa em Verso e Prosa”: nova página do portal ACidade ON sobre casa e decoração estreia com adesão de patrocinador. Crédito: Divulgação.

O portal ACidade ON, que pertence ao Grupo EP, lança nesta segunda-feira, dia 01/02, a página “Casa em Verso e Prosa”, seção fixa dedicada a temas relacionados à casa e ao modo de viver das pessoas. O portal ACidade ON, que destaca notícias locais de Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Araraquara (SP) e São Carlos (SP), estreia este espaço onde serão abordadas às quintas-feiras e aos domingos dicas de decoração DIY, o “Faça Você Mesmo”, Receitas e Casas Inspiradoras.

O projeto “Casa em Verso e Prosa” foi criado há pouco mais de um ano pela jornalista Cris Maia e pelo paisagista e amigo de Cris, Daniel Cruz. Ambos produzem conteúdo para o canal próprio e agora a estreia da seção no portal ACidade ON é iniciada com a parceria comercial de marcas que encontram no projeto uma oportunidade de relacionamento com o público. O gerente de Transformação Digital do Grupo EP, Maurício Falsarella, comemora o lançamento e ressalta a importância do conteúdo de “Casa em Verso e Prosa” para o portal ACidade ON. “A página vertical Casa em Verso e Prosa está sendo inaugurada com o patrocínio do cliente Campinas Shopping Móveis. Isso demonstra que o mercado acredita na credibilidade da nossa marca e também é um termômetro de que este tipo de conteúdo tem relevância para o público. Estamos muito felizes em ter a Cris Maia e o Daniel Cruz neste projeto”.

Maurício Falsarella lembra ainda a importância que o tema ganhou durante a pandemia, onde as pessoas ficaram mais em casa e também passaram a investir mais nos lares, realizando mudanças para deixar os espaços funcionais e aconchegantes. Uma pesquisa realizada pela Ebit|Nielsen mostra que o setor de cama, mesa, banho e decoração apresentou expressivo crescimento no 1º semestre de 2020: 23,5%.

Daniel Cruz e Cris Maia, idealizadores do projeto “Casa em Verso e Prosa”. Crédito: Divulgação

Os idealizadores do “Casa em Verso e Prosa”, Cris Maia e Daniel Cruz, estão entusiasmados com a parceria com o portal ACidade ON. Eles destacam que o projeto “Casa em Verso e Prosa” é um espaço para compartilhar não só dicas de decoração, arquitetura, paisagismo, mas também experiências sobre o viver a casa. “Nós acreditamos que a casa é um espaço de histórias. Histórias dos seus moradores e da forma como se relacionam com o mundo. Uma casa não se faz só com paredes, tijolos, cimento, mas com pessoas que vivem ali e fazem daquele espaço um lugar singular. Por isso, trazemos outros temas que envolvem este universo, a exemplo das receitas. Buscamos tratar os temas com leveza para inspirar as pessoas a olharem para o seu canto e deixá-lo ainda mais acolhedor e com a sua cara”, ressalta Cris Maia.

Apesar do repertório técnico em sua área de atuação, Daniel Cruz traz para “Casa em Verso e Prosa” o lado descomplicado e humano por trás das mudanças e reformas. “Costumo dizer que a casa é o pano de fundo do conteúdo. Nossa ideia é trazer casas de verdade, que o nosso público se identifique para que nós possamos inspirar e compartilhar. E claro, com um pouco de prosa junto”, acrescenta Daniel Cruz.

A página “Casa em Verso e Prosa” pode ser conferida neste link.

 

O portal ACidade ON

No portal ACidade ON há também outras páginas dedicadas a diversos temas, como ACidade ON Circuito das Águas, com notícias da região turística, música (Derico Music Truck), gastronomia (Churrasqueadas), aventura (ON Adventure), mindfulness (ON Autoconsciente), automobilismo (Auto ON), cultura (Curadoria Hilst), estudos (Virando Bixo), games (Game ON), corridas de rua (ON Run) e animais (Mundo dos Bichos).

 

Sobre o Grupo EP

Grupo EP é formado por empresas dos setores de mídia (EP Mídia – EPTV, sites Globo e ACidade ON, rádios CBN e Jovem Pan, OA Eventos e participação na Rede Bahia), agronegócio (EP Agro - Ester Agroindustrial, empresa centenária do setor sucroalcooleiro controlada pela mesma família) e investimentos digitais e de tecnologia (EP Ventures), além do Instituto EPTV, responsável pelas ações de responsabilidade social do grupo.

EP Mídia é formada por um conglomerado de mídia fundado pela família Coutinho Nogueira em Campinas (SP), há 41 anos, e com atuação nas regiões de Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Central (SP) e Sul de Minas. Fazem parte as emissoras de TV e afiliadas da Globo: EPTV Campinas, EPTV Ribeirão, EPTV Central e EPTV Sul de Minas e sites Globo. Além da atuação em TV, o Grupo EP marca presença no rádio: CBN Ribeirão, CBN Araraquara, CBN São Carlos e Jovem Pan Ribeirão. Neste portfólio multiplataforma do Grupo EP fazem parte também o portal ACidade ON, com foco no hiperlocalismo, e a empresa de eventos Oceano Azul. Este conglomerado de mídia alcança mais de 12 milhões de telespectadores e representa 7,07% do consumo de todo o país. (Fonte: Cobertura EPTV 2020 | IPC Maps 2020). 

O Grupo EP tem também participação societária na Rede Bahia. 

Grupo EP – Credibilidade é tudo

  



 Menos de 10% das salas de cinema no Brasil têm recursos de acessibilidade.


Segundo o Estatuto da Pessoa com Deficiência, todas as salas de cinema deveriam contar com recursos de acessibilidade para deficientes visuais e auditivos, tais como audiodescrição, legenda descritiva e tradução em Libras

Brasil, janeiro de 2021: Na teoria, a experiência do cinema e qualquer ou qualquer tipo de entretenimento deveria ser voltado para todos os públicos, mas infelizmente isso não acontece na prática. É aqui que entra a Lei 13.146/15, que tem o objetivo de “assegurar e promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania”.


Apesar do cenário desfavorável em relação à inclusão social dos deficientes, o Brasil é o primeiro país no mundo a desenvolver uma tecnologia que permite a fruição individual de recursos de acessibilidade dentro das salas de cinema. O projeto surgiu a partir da regulamentação da ANCINE (Agência Nacional de Cinema), mas só seguiu por conta de produtoras de filmes e profissionais em Libras.

O cinema ajuda a aliviar o estresse, permite desenvolver a criatividade e fortalecer a capacidade de pensar criticamente, estimulando a imaginação. Além disso, trata-se de um entretenimento cultural. É um contato com o mundo que não é real, um mundo cheio de fantasia que vai ajudar no desenvolvimento de quem precisa, seja no âmbito do trabalho, da educação ou no psicológico do deficiente.

Pensando nisso, e no intuito de ajudar ainda mais a população especial, a Planeta Acessível está disposta a transformar em realidade o que está no papel. “Para nós é essencial que possamos fazer valer a lei. Estamos dispostos e disponíveis para qualquer causa que seja justa à inclusão social e acessibilidade para todos”, comenta Marcelo Costa, CEO da Planeta Acessível.


 

Mourão afirma que Brasil terá 150 milhões de vacinados até o fim de 2021 em palestra dos 126 anos da ACSP
 
Na sede da Associação Comercial de São Paulo, gestor também informa que os recursos públicos utilizados para pagar o Auxílio Emergencial estão perto do fim
São Paulo/ dezembro de 2020 – O vice-presidente da República, Antonio Hamilton Martins Mourão, afirmou, nesta segunda-feira (7), durante palestra em evento de comemoração aos 126 anos da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) realizada na sede da entidade, que o Brasil deverá ter cerca de 150 milhões de vacinados contra a Covid-19 até o fim de 2021. A distribuição das doses, segundo ele, começará a ocorrer em breve por todo território nacional. Um primeiro passo para que as pessoas possam voltar a viver normalmente, sem distanciamento social. O evento foi promovido pelo Conselho Político e Social (COPS) e contou com a participação dos senadores Heráclito Fortes e Jorge Bornhausen.
 
Mourão disse que o Governo lamenta as vítimas da doença, mas que o trabalho da medicina e dos gestores públicos de uma forma geral está sendo muito bom. “Falo de todos os governos; fizemos um trabalho fantástico”, acredita. O general declarou ainda que não existe segunda onda de coronavírus no País. “Nunca saímos da primeira; agora é apenas repique”, complementou.
 
Em relação ao Auxílio Emergencial, valor pago pelo Governo Federal para pessoas que perderam o emprego ou não conseguiram renda por conta da pandemia, Mourão diz achar muito difícil que a verba continue existindo. A ajuda foi um importante catalisador para as vendas do varejo neste período de crise econômica.
 
“Infelizmente, não há mais recursos públicos”, informou. Sobre o déficit nas contas, inclusive, o político falou que se nada for feito para conter esta sangria, o Governo não conseguirá se sustentar. “O Déficit e a produtividade estão no vermelho”, contou. “É preciso fazer uma reforma do Estado brasileiro que é grande e gasta mal”, opinou. “Temos de iniciar as privatizações programadas necessárias e equilibrar as contas para que as possamos transmitir mais segurança para os investidores."
 
Política internacional também foi tema da palestra. O vice-presidente Mourão disse que há uma evidente disputa de mercado entre China e Estados Unidos e que isso deve continuar mesmo com a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. “Não vai mudar nada; só a retórica que não será tão forte quanto era a do presidente Donald Trump”, ressaltou deixando a entender que o Brasil apenas observará, pois tem bom relacionamento com os dois países.
 
Amazônia – Hamilton Mourão falou que o Brasil está, sim, fiscalizando a Amazônia e que o desmatamento já caiu 44% desde julho deste ano comparado ao mesmo período de 2019. “Isto já é resultado de nossas ações de preservação ambiental”, declarou. O gestor refere-se à Operação Verde Brasil, uma iniciativa do Governo Federal que propõe multar quem desmata, além de disponibilizar equipes de combate a focos de incêndios na floresta.
 
Após a palestra, Mourão inaugurou o museu da Associação Comercial de São Paulo chamado de Espaço Lincoln da Cunha Pereira, uma homenagem ao ex-presidente da entidade falecido neste ano e que conta a história da associação, por meio de seus representantes históricos.

A videoconferência foi transmitida ao vivo pelo Facebook e YouTube. Para assisti-la acesse os links: https://www.facebook.com/associacaocomercialsp/videos/818151452341023 e https://www.youtube.com/watch?v=trGeokNYV_M.



 



Marcos Trombetta cria ferramenta inovadora de desenvolvimento pessoal e lança livro que explica como alcançou o sucesso financeiro

“Não importa qual seja o seu sonho: você é capaz de conquistar”. Há dez anos Marcos Trombetta saiu do garimpo, formou-se em Letras e realizou o seu maior sonho: tornar-se um empresário bem-sucedido e ajudar outras pessoas.

Uma década depois, o ex-garimpeiro soma um patrimônio milionário, além de 100 mil alunos ao redor do mundo, três formações em coach, milhões de visualizações na internet e cinco livros escritos. O último deles é o Eneamind – como construir uma nova realidade com o poder da sua mente, lançado pela Luz da Serra Editora.


O empresário, que viveu no garimpo por 15 anos, é exemplo de superação. Natural de uma pequena cidade gaúcha, filho de garimpeiro e de dona de casa, Marcos relata na obra que trabalhava em túneis de até 500 metros de profundidade, sem férias, com um salário anual de R$ 3,5 mil e que, por muitas vezes, colocou a própria vida em risco. Formou-se em Letras e, mesmo sem muita habilidade com o inglês, fez de tudo para sair “da lama”, como ele mesmo diz, e começou a trabalhar em uma escola de idiomas para mudar de vida. E esse foi o primeiro passo em busca da transformação pessoal e profissional. 

Hoje, auxilia milhares de pessoas a entender com funciona o percurso do sucesso, e criou um método chamado Eneamind, que tem como base nove poderes mentais do Eneagrama. No livro, o especialista ensina a liberar essa força para resolver qualquer problema da vida.

Entre os conceitos apresentados no livro, além do Eneagrama, estão a Lei da Atração e uma série de exercícios práticos para a mudança de paradigmas.

Mais do que uma metodologia, o Eneamind é uma filosofia de vida que pode ser aplicada por qualquer pessoa que queira ser o arquiteto da própria vida! Através dessa técnica, você vai descobrir seus medos primordiais, que começaram a se formar ainda na infância, e também vai conhecer seus desejos e aspirações (p. 10).

Ficha técnica: 

Título: Eneamind
Subtítulo: Como construir uma nova realidade com o poder da sua mente
Autor: Marcos Trombetta
ISBN: 978-65-81771-02-6
Preço: R$ 69,90
Páginas: 216
Formato: 16x23cm (capa dura)
Link de venda:  https://bit.ly/eneamind-marcos

Sinopse: Você quer saber exatamente quem é e onde quer chegar? Imagine materializar tudo aquilo que desejou e passar a viver a vida dos seus sonhos! Aprenda com alguém que já chegou lá!  Neste livro, o Prof. Marcos Trombetta traz para você o Eneamind, um método simples baseado nos nove poderes mentais do Eneagrama. O autor propõe exercícios para que você comece a mudar a sua realidade a partir da mudança dos seus paradigmas. Mais do que uma metodologia, trata-se de uma filosofia de vida que pode ser aplicada por qualquer pessoa que queira ser o arquiteto da própria vida!


Sobre o autor: Marcos Trombetta é coach, professor, consultor e mentor. Seus conteúdos versam sobre sucesso, desenvolvimento pessoal, conquista de objetivos e realização de sonhos.

Site:
https://marcostrombetta.com.br/

Redes Sociais:
Instagram: @marcos.trombetta
Facebook: Marcos Trombetta
YouTube: Marcos Trombetta


 MetaX reforça presença regional no Brasil.



Líder global de publicidade em TVs conectadas passa a contar com representantes em regiões estratégicas, apoiando o crescimento da CTV no país


Líder global em publicidade e dados em TVs conectadas, a MetaX Software está ampliando sua presença regional no Brasil. Após iniciar sua operação nacional em maio deste ano, sediada em São Paulo, a empresa passa agora a contar com representantes em diversas regiões estratégicas, reforçando sua proximidade e o acesso de empresas e agências locais ao universo da CTV.


Além da capital paulista, a MetaX passa a ter apoio e presença comercial em regiões como Rio de Janeiro, Sul (RS, SC e PR) e Centro-Oeste (Brasília, DF e Goiás). Até o fim do ano, a presença também será expandida para Norte/Nordeste e Interior de São Paulo, com times liderados por Vanessa Delgado, vice-presidente de negócios da MetaX.

“A TV conectada está crescendo exponencialmente no mundo – e no Brasil ela também já é realidade. É uma forma de estar nas telas grandes da TV, atingindo uma audiência de massa, com menos investimento e maior controle sobre a efetividade. Por isso, é uma opção não só para os grandes anunciantes, mas também para negócios locais, que podem atingir audiências específicas e estratégicas. Nossa presença regional ajudará no acesso e na popularização da publicidade em TV conectada em todo o País”, reforça Delgado.

No Rio de Janeiro, a MetaX passa a contar com o apoio de Humberto Matos, executivo de destaque no mercado local e relacionamento direto com a área comercial de veículos como Folha de S.Paulo, Abril, Buscapé, HBO, Jovem Pan, Snapchat e Waze, entre outros. Já a região Sul terá como reforço Chico Gorgonio, com 30 anos de experiência na Editora Abril, intercalando com passagens por Casa Cor, Caras, Nova Escola, UOL e Flix Media, além de consultorias independentes.

No Centro-Oeste, atuará Francisco Echavarria, que integrou o time de conglomerados de mídia como Grupo ZAP, Diários Associados, GRPCOM e Grupo Bandeirantes; enquanto em São Paulo a MetaX passa a contar com o reforço comercial de André Pasquali, executivo com 30 anos de experiência na área de desenvolvimento e implementação de operações digitais e de marketing em clientes nacionais e globais.


 Especialista em direito internacional relata o que pode mudar na imigração com o resultado das eleições americanas.

O advogado Daniel Toledo explica as propostas de cada candidato e como elas podem impactar a imigração para os Estados Unidos

São Paulo,  novembro de 2020 - As eleições nos Estados Unidos impactam em diversos fatores e situações em todo o mundo. A escolha entre Donald Trump e Joe Biden tem ramificações que podem transformar o que está acontecendo em outros países, mas algo que é de muita relevância, tanto para quem está dentro ou  fora do país, é a política de imigração, que inclusive teve grandes holofotes nos últimos meses.

O advogado especialista em direito internacional, Daniel Toledo, ressalta as diferenças entre o partido democrata e republicano quanto essa questão. “A princípio, as propostas de Joe Biden possuem caráter mais atraente para a imigração. No entanto, as pessoas estão acostumadas com democratas levantar propostas e não as executarem de fato. Por exemplo, um dos governos americanos que mais realizou deportações foi o de Barack Obama, no entanto, ele fazia isso de maneira silenciosa. Já o Donald Trump gosta da atenção da mídia e de televisionar essas questões, com toda a pirotecnia possível”, destaca.


A proposta do Joe Biden tem um tom mais aberto. Durante a campanha, ele sugeriu que não vai haver limite para os pedidos de asilo político, ou proteção, e isso pode ser uma situação perigosa, já que atualmente muitas pessoas pedem asilo no país, principalmente quem está em lugares com conflitos constantes, como acontece nos continentes asiático e africano. “Essa possibilidade pode trazer grandes problemas, como ocorreu na Europa, em que os asilados têm dificuldades para conseguir emprego, e se ajustar a um novo estilo de vida”, relata o advogado.

O especialista também expõe que as propostas do partido de Donald Trump podem soar mais impactantes para as pessoas que já estão nos Estados Unidos, com maior aderência de cidadãos que estão no país ilegalmente e com autorizações para estudo e trabalho oferecidos pelo Daca. “Ele promete uma solução permanente para o programa Deferred Action for Childhood Arrivals, o Daca, a cidadania americana, e também pretende fazer regulamentações em alguns outros vistos, algo que acho interessante. Por outro lado, colocou em prática o banimento, dificultando a contratação de estrangeiros especializados e a mão de obra que não existe no país”, Daniel esclarece. Esses fatores indicam que existe a necessidade de uma nova regulamentação de imigração, mais assertiva e eficiente.

Atualmente, existem inúmeros processos parados porque a imigração não possui pessoas o suficiente para dar continuidade nas demandas de solicitações de visto. Nos meados do ano, ocorreram diversas negociações entre o governo e os órgãos de imigração para a liberação de um valor emergencial, já que existia a possibilidade de demissão de aproximadamente 75% dos funcionários desse setor.

O capital provido pelo governo foi muito menor do que o pleiteado, então foi implementado um plano de demissão voluntária, aposentação de alguns colaboradores e afastamento de outros para que tudo pudesse ser enquadrado no planejamento financeiro de 2021.

Nesses últimos meses do governo, o presidente Trump tomou uma série de medidas que acabaram tumultuando internamente a imigração, o que causou a diminuição do número de processos protocolados e analisados e tornou tudo um caos durante a pandemia.  “Apesar da situação atual, acredito que para os imigrantes legais as propostas de Donald Trump são muito mais realistas, enquanto Biden promove campanhas cujo o cumprimento pode ser mais complicado, porque o país não tem condições de absorver toda a demanda”, finaliza Toledo.

Sobre Daniel Toledo

Daniel Toledo é advogado especializado em direito Internacional, consultor de negócios internacionais, palestrante e fundador do escritório Toledo e Advogados Associados. Ele também possui um canal no YouTube com mais de 73 mil seguidores https://www.youtube.com/danieltoledoeassociados com dicas para quem deseja morar, trabalhar ou empreender internacionalmente. Toledo é membro efetivo da Comissão de Relações Internacionais da OAB São Paulo e membro da Comissão de Direito Internacional da OAB santos.

Sobre a Toledo e Advogados Associados

O escritório Toledo e Advogados Associados é especializado em direito internacional, imigração, investimentos e negócios internacionais. Atua há quase 20 anos com foco na orientação de indivíduos e empresas em seus processos. Cada caso é analisado em detalhes, e elaborado de forma eficaz, através de um time de profissionais especializados. Para melhor atender aos clientes, a empresa disponibiliza unidades em São Paulo, Santos, Miami e Huston. A equipe é composta por advogados, parceiros internacionais, economistas e contadores no Brasil, Estados Unidos e Portugal que ajudam a alcançar o objetivo dos clientes atendidos. Para mais informações, acesse: http://www.toledoeassociados.com.br ou entre em contato por e-mail daniel@toledoeassociados.com.br.

 


Exportações
Visualizar como página web

Internacionalização de empresas é tema de entrevista à Rádio CBN 

Presidente da Faciap, Marco Tadeu Barbosa, falou da parceria com a AECIC (Associação da Empresas da Cidade Industrial de Curitiba) e a Otimiza Brasil visando dar suporte às empresas que queiram exportar, principalmente àquelas que não têm acesso ao mercado externo.

“Além da parceria com a AECIC, têm empresários de várias regiões do Estado nos procurando de olho no mercado exportador. Nosso papel é dar o suporte necessário a elas", disse Barbosa.

Ouça a entrevista


Rottas promove evento em Cine Drive-in para lançar empreendimentos em Ponta Grossa no Paraná.

#Rottas


Com mais de R$ 90 milhões em VGV, Porto Carvalho e Campobello Oficinas vão gerar novos empregos e trazer mais de R$ 75 milhões de investimentos para a cidade

Que tal unir diversão e trabalho em só lugar? Com este propósito, na última terça-feira, dia 20 de outubro, a Rottas Construtora promoveu um mega evento de lançamento dos empreendimentos Porto Carvalho e Campobello Oficinas, no Cine Drive-in, em Ponta Grossa (PR). Com um público de mais de 250 pessoas, entre eles corretores de imóveis, investidores e parceiros, os convidados puderam conhecer detalhes dos lançamentos, que prometem revolucionar o mercado imobiliário de Ponta Grossa. Juntos, os empreendimentos somam mais de R$ 90 milhões em VGV e vão trazer à cidade mais de R$ 75 milhões em investimentos, além de diversos benefícios, como geração de empregos e desenvolvimento de infraestrutura e fornecedores locais.


A iniciativa foi pensada para não gerar aglomerações e os convidados puderam acompanhar de seus carros as novidades da Rottas pelo telão. No dia, para deixar a experiência ainda mais agradável, foram distribuídos refrigerantes, pipocas e acessórios para festas, para que o público pudesse curtir o show da banda Nega Fulô, que fechou o evento. "Nossos empreendimentos vieram para marcar uma nova fase da Rottas, que traz projetos jovens e contemporâneos, marcados com o nosso novo estilo arquitetônico. Mas a essência de nossos produtos não mudou. A qualidade construtiva, a preocupação com a segurança, tranquilidade e custo benefício que a Rottas oferece continuam sendo o foco principal dos nossos projetos", afirma Paulo Rafael Folador, CEO da Rottas. Paulo ainda comentou que o evento foi pensado para movimentar o mercado imobiliário e levar para os parceiros de trabalho diversão. "Temos o desafio de surpreender, inovar e trazer sempre os melhores produtos e soluções para o mercado e nossos parceiros comerciais e é isso que fizemos hoje. Para nós, é um grande orgulho poder fazer parte deste momento histórico de franco crescimento que vive a cidade de Ponta Grossa", completa Paulo.

Lançamentos podem ser financiados pelo Minha Casa Minha Vida 

O Campobello Oficinas, localizado no bairro Oficinas, é um loteamento de casas diferenciado, com unidades entre 47 e 59 metros quadrados de área privativa, com dois e três quartos, sem taxa de condomínio. Dentre os diferenciais, traz ainda uma praça de convivência com quadra poliesportiva para os moradores, investimento realizado pela Construtora Rottas visando o lazer, bem estar e diversão dos moradores do novo empreendimento. Todas as unidades terão piso cerâmico, janelas em esquadrias de alumínio, área de serviço coberta e quintal privativo, com a possibilidade para a criação de uma edícula ou churrasqueira. O loteamento de casas hoje tem um acesso pela Rua Holga Holleben Mello, mas futuramente será pela Rua Florestopolis, pelo bairro Oficinas.

Já o Porto Carvalho é um novo conceito em morar bem que a Rottas traz para a cidade de Ponta Grossa. O primeiro condomínio clube com sobrados da construtora conta com unidades de 60 metros quadrados de área privativa e com muitas opções de lazer.  Entre os diferenciais do empreendimento estão portal personalizado com estrutura para portaria 24 horas, academia coberta e equipada, espaço gourmet, piscinas, quadra poliesportiva e quiosque com churrasqueira. Além disso, o condomínio clube conta Pet Place, Espaço Zen e Bikeshare. O empreendimento está localizado em uma região privilegiada, próximo ao Hospital São Camilo, Parque Monteiro Lobato e de frente com a UTFPR, perto de comércios, serviços e educação e a poucos minutos do centro da cidade, na Rua Doutor Washington Subtil Chueire. 

Com previsão de entrega até o segundo semestre de 2022, os lançamentos já estão sendo vendidos na planta, a partir de R$ 114 mil, e podem ser financiados pelo programa Minha Casa Minha Vida, com a possibilidade de utilização do FGTS para a compra. A construção tem a entrega garantida pela Caixa Econômica Federal e a documentação (ITBI e registro) são grátis. Mais informações, acesse www.rottasconstrutora.com.br ou entre em contato com o plantão de vendas pelo (42) 99935-0448, localizado na Rua Ermelino de Leão, 1.150, em Olarias. 

Sobre a Rottas

Com modernas técnicas de construção e gestão de obras, a Rottas Construtora foi fundada em 2010, pelos engenheiros Paulo Folador e Mario Augusto Stresser, com a proposta de oferecer aos clientes qualidade, planejamento e compromisso com as obras. Com mais de 180 mil m2 construídos, a empresa acumula um portfólio com mais de 4.300 unidades habitacionais, atuando em Ponta Grossa, Guarapuava, Curitiba e região metropolitana. 



Imagens relacionadas


Fabio Gurski
baixar em alta resolução



Fabio Gurski
baixar em alta resolução



Fabio Gurski
baixar em alta resolução



Fabio Gurski
baixar em alta resolução


Equipe Rottas
Equipe Rottas
Fabio Gurski
baixar em alta resolução



Fabio Gurski
baixar em alta resolução




Com uso de energia de fontes renováveis, empresa economiza R$ 1 milhão e reduz o equivalente a 721 toneladas de CO2.



Desde que entrou no Mercado Livre de Energia, fábrica da Neodent passou a utilizar energia vinda de Pequenas Centrais Hidrelétricas, biomassa, eólica e solar

Com mais de 6.870 consumidores e 324 comercializadores, o Mercado Livre de Energia vem crescendo no Brasil com a possibilidade de unir economia e sustentabilidade. Atualmente, 30% de toda a energia elétrica consumida no país já vem desse formato. Os dados são da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), referentes a 2019. E grande parte dessa energia vem de fontes limpas. De acordo com estimativas da Associação, 42% da geração de energia renovável é destinada ao mercado livre.


“Estamos constantemente explorando novas maneiras de sermos uma empresa mais sustentável, e encontramos no mercado livre essa possibilidade. Aliado a isso, temos o importante benefício de redução de custo e previsibilidade orçamentária, e ainda colaboramos para a preservação do meio ambiente”, comenta Matthias Schupp, CEO da Neodent, empresa líder nacional em implantes dentários e que, desde 2019, migrou para esse formato de consumo de energia na fábrica com sede em Curitiba.

O mercado livre é um ambiente de negociação em que consumidores podem comprar energia de formas alternativas à concessionária local. Isso significa que o cliente pode escolher o seu fornecedor de energia e negociar preços, prazos e forma de distribuição. Esse formato representou, em média, uma economia de 34% nas contas dos consumidores em 2019, segundo a Abraceel. “Desde a migração, tivemos uma economia de aproximadamente 1 milhão de reais”, conta Matthias.

Sustentabilidade

Dentro do mercado livre, a empresa paranaense passou a contratar energia incentivada, proveniente de fontes sustentáveis, como Pequenas Centrais Hidrelétricas, biomassa, eólica e solar. Com a mudança, só no ano de 2019, a empresa reduziu em emissões mais de 721 toneladas de CO2. Isso equivale ao plantio de 5.048 árvores ao longo de 30 anos em um projeto de reflorestamento.

Os dados constam no ‘Certificado Comerc Sinerconsult de Energia Renovável’, que é concedido às empresas que migraram para o mercado livre e passaram a consumir energia de fontes renováveis, colaborando para reduzir as emissões de gases poluentes na atmosfera. O relatório foi criado a partir da II Conferência de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, realizada no Rio de Janeiro (RIO-92). "Reduzir as emissões de gases é uma das metas de sustentabilidade da Neodent para os próximos anos. E esse relatório irá nos direcionar nas ações que temos em planejamento”, diz.

Sobre a Neodent

Fundada há mais de 25 anos, a Neodent é a empresa líder em implantes no Brasil, onde vende mais de um milhão e meio de implantes anualmente. A Neodent está entre os três principais fornecedores de implantes do mundo e está disponível em mais de 70 países. O sucesso da marca se deve a suas soluções odontológicas diretas, progressivas e acessíveis, que trazem novos sorrisos para milhões de pessoas. Sediada em Curitiba, Brasil, a Neodent® é uma empresa do Grupo Straumann (SIX: STMN), líder global em substituição de dentes e soluções odontológicas que restauram sorrisos e confiança.




News da Hora


Ganhadores do Prêmio Equilibrista e Revelação 2020 trazem agronegócio ao protagonismo.

Lar Cooperativa é a primeira empresa a ter profissionais reconhecidos nas duas categorias da premiação do IBEF-PR, que acontecerá no dia 29 de outubro de forma online

Mesmo diante de uma das maiores crises econômicas do país, o agronegócio foi um dos únicos setores a apresentar resultados positivos em meio à pandemia. Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, esse mercado foi fundamental para sustentar o PIB brasileiro, conseguindo, inclusive, bater recorde de grão nas safras e aumentar as exportações.


Prêmio Equilibrista 2020

Data: 29/10/2020

Horário: Das 19h00 às 20h30

Transmissão ao vivo pelo Vimeo

Mais informações e inscrições: https://equilibrista.ibefpr.com.br/premio



Conservathon: últimos dias para inscrição


Fundação Grupo Boticário e Fundação Araucária realizam maratona de ideação que destinará mais de R$ 600 mil para as melhores propostas apresentadas a três desafios para a conservação da natureza

Terminam no dia 8 de outubro as inscrições Conservathon, maratona de ideação para soluções criativas, inovadoras e aplicáveis que promovam o desenvolvimento e a conservação da Grande Reserva Mata Atlântica – o maior remanescente contínuo do bioma no Brasil. O evento é uma iniciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza em parceria com a Fundação Araucária. As equipes que criarem as três melhores ideias receberão prêmios de R$ 10 mil, R$ 5 mil e R$ 2 mil. Além disso, as 15 propostas que demonstrarem maior capacidade de execução serão selecionadas para um processo de mentoria e aceleração. Ao fim, as propostas que se destacarem receberão, somadas, apoio financeiro total de R$ 600 mil para serem desenvolvidas.

 O evento online e gratuito acontecerá entre os dias 13 e 15 de outubro. A programação completa, o formulário de inscrição e o regulamento estão disponíveis no site https://conservathon.teiadesolucoes.com.br/ 




5.849 projetos concorrem ao 1º Prêmio Machado DarkSide de Literatura, Quadrinhos e Outras Narrativas

Depois de pouco mais de dois meses, as inscrições para o 1º Prêmio Machado DarkSide de Literatura, Quadrinhos e Outras Narrativas chegaram ao fim com um número emblemático. A premiação alcançou a importante marca de 5.849 projetos inscritos para concorrer ao prêmio de R$ 100 mil divididos nas categorias Romance e Contos; Histórias em Quadrinhos; Obras de Não-Ficção; Outras Narrativas; e Desenvolvimento de Projeto. As obras selecionadas serão contempladas com um contrato de edição de R$ 20 mil cada. A DarkSide entra agora na etapa de avaliação dos projetos até dia 13 de novembro, quando serão anunciados os vencedores.


Sobre a DarkSide Books

A DarkSide® Books é a grande casa do terror. Nasceu no Dia das Bruxas, em 2012. Hoje, já mobiliza mais de 1 milhão de leitores nas redes sociais, que colecionam seus títulos — edições sempre caprichadas e em capa dura. A DarkSide® Books se tornou uma referência entre as novas editoras do mercado e mantém uma relação intensa, de admiração e troca, com seus fãs e seguidores, que não deixam de acompanhar, curtir, sugerir títulos e cobrar lançamentos com a Caveirinha. Além da qualidade do design e do acabamento gráfico das edições, esta legião de fãs busca, na DarkSide®, as preciosidades de um catálogo diversificado, que aposta em revelações da literatura mundial, premiadas no exterior (como Andrew Pyper, Caitlín R. Kiernan e Keith Donohue), em ícones do universo do terror e da fantasia (como Robert Bloch, Stephen King e Jim Henson) e em obras-primas que continuavam inéditas no país como Fábrica de Vespas, o premiado livro do autor Iain Banks.


Grupo BITTENCOURT apresenta o BConnected, maior evento online e gratuito da América Latina de fomento ao empreendedorismo em redes de negócios e franquias
A iniciativa inédita acontecerá de 19 a 23 de outubro, com mais de 50 horas de conteúdo exclusivo pela internet, incluindo mais de 100 palestras e fóruns de negócios internacionais 
São Paulo, agosto de 2020 – Entre os dias 19 e 23 de outubro, o Grupo BITTENCOURT - consultoria especializada no desenvolvimento, gestão e expansão de redes de negócios e franquias - realizará  o BConnected, evento que nasce projetado para ser o maior da América Latina sobre negócios, empreendedorismo e franquias com mais de 50 horas de conteúdo exclusivo pela internet, incluindo mais de 100 palestras e convidados internacionais de países como Estados Unidos, além da América Latina, Portugal e Espanha. 
Os objetivos do evento vão desde fomentar o empreendedorismo, a recuperação das empresas por meio de conteúdo relevante e prático para a transformação dos negócios, além de formação das equipes e colaboradores e por fim, oferecer oportunidades para investidores por meio de ampla feira de negócios que fará parte da programação. 
Todo o conteúdo será realizado de forma 100% online, gratuita e sem limite de inscrições, com a expectativa de atingir um público de mais de 50 mil pessoas. Também haverá o Fórum Brasil-Portugal e o Fórum Latinoamericano, para promover intercâmbio de negócios entre empreendedores brasileiros e redes de negócios desses países.  
“É uma grande oportunidade para os empreendedores e suas equipes terem acesso a um conteúdo de altíssimo nível e de forma democrática. Mais do que nunca, nosso compromisso é com o futuro dos negócios do país. Queremos fomentar o mercado e acreditamos em aproximar empresas e apoiar a profissionalização dos negócios e profissionais para construir um novo normal com muito mais propósito e resultados”, explica Lyana Bittencourt, diretora executiva do Grupo BITTENCOURT.
O público alvo são executivos e profissionais da indústria, do varejo, do franchising e de redes de negócios interessados em assuntos como transformação digital, inovação, novas tecnologias, mudança de modelos de negócios e outras tendências do empreendedorismo. 
Entre os destaques do evento estão as palestras de grandes nomes do mundo dos negócios e franquias nacionais e internacionais, como Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil; Chuck Runion, CEO e cofundador da Self Esteem Brands, uma das maiores franqueadoras dos Estados Unidos, detentora das redes de bem estar como Anytime Fitness, Waxing the City e Basecamp Fitness; Melissa Vogel, CEO da Kantar IBOPE Media; George J. Chanos, autor e chairman de mais de 100 lojas da rede de franquia de restaurantes Capriotti’s (EUA), entre outros. 
Formato prioriza agilidade, relevância e escala
Com o tema “Tração & Ação: Negócios ágeis, relevantes e escaláveis”, o BConnected nasce conectado com as necessidades do momento, de forma digital, gratuita, aberto para pessoas de todo o Brasil, com apoio de empresas patrocinadoras. Ele é resultado da união de expertises do Grupo BITTENCOURT, que há dez anos promove o Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias & Negócios, reconhecido por reunir presencialmente as principais lideranças empresariais, com a TD, a maior realizadora de eventos online do país. 
Por isso, promete ser uma experiência completa para quem já estava habituado ao impacto do Fórum, com a mobilidade e democratização do acesso do ambiente digital. “O momento é de ganhar força e de impulsionar o crescimento aos negócios, agindo no que nos torna únicos, sendo sistematicamente inquieto, ágil e, assim, proporcionar o inesperado para o cliente, o mercado e para um mundo em evolução. Nesse sentido, queremos fomentar um empreendedorismo forte, resiliente e ágil nesta mudança”, destaca Cláudia Bittencourt, fundadora e diretora geral do Grupo BITTENCOURT. 
Os conteúdos do evento serão direcionados para estimular a capacidade de adaptação, teste de novos negócios e mercados além de suas fronteiras, escalabilidade, práticas voltadas à geração de processos de inovação e percepção do coletivo, entrega de um propósito claro, integração, busca de novas competências e habilidades que vão além do seu ambiente tradicional de negócios. “É uma oportunidade de sair da inércia, ganhar relevância e ser necessário e não simplesmente opcional”, avalia a diretora executiva do Grupo BITTENCOURT, Lyana Bittencourt. 
Segundo Igor Lopes, sócio e fundador da TD, em um cenário de muitas mudanças e incertezas, é fundamental ir além das fronteiras e ampliar a percepção do coletivo na busca de novas competências e habilidades que vão além do seu ambiente tradicional de negócios. “O evento online e gratuito tem toda a possibilidade de atender a essa demanda”, complementa. 
Palestrantes confirmados:
- André Friedheim, presidente da Associação Brasileira de Franchising e sócio diretor da Francap;
- Anna Chaia, membro do conselho de administração das redes Burger King e Vivara;
- Camila Salek, sócia-fundadora da Vimer Experience Merchandising;
- Carla Sarni, fundadora da Sorrident’s;
- Carlos Ferreirinha, fundador da Bento Store;
- Chuck Runion, CEO e cofundador da Self Steem Brands;
- Clovis Souza, CEO e fundador da Giuliana Flores;
- Estevan Sartoreli, cofundador e CEO da Dengo Chocolates;
- Gabriel Grasiuso, CEO da Surplus Internacional;
- George J. Chanos, chairman da Capriotti’s;
- Hugo Bethlem, chairman e cofundador do Instituto Capitalismo Consciente Brasil;
- Humberto Damas, diretor de soluções no Grupo BITTENCOURT;
- Isaac Azar, sócio fundador da rede de restaurantes Paris 6;
- João Augusto S. Fugiwara - Diretor Regional da Subway® da América Latina e Caribe;
- João Brito, diretor comercial da BITTENCOURT;
- Luciano Barbosa, head da operação Xiaomi no Brasil;
- Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza;
- Marcello Farrel, diretor geral da AmPm/Ipiranga;
- Marcos Hirai, CEO da Omnibox;
- Maria Eva Mit Lazarin, CEO e cofundadora da Benkyou;
- Melissa Vogel, CEO da Kantar IBOPE Media no Brasil;
- Nicola Faoro, country operations manager do Grupo Calzedonia;
- Renato Mendes, co-fundador do fundo de investimento Organica e autor do best-seller "Mude ou Morra"; 
- Sara do Ó, fundadora e CEO do Grupo Your;
- Vicente Carvalho, fundador do site Razões Para Acreditar e da plataforma de vaquinhas online VOAA;
E muito mais.
As inscrições para o evento devem ser feitas no link: https://bconnected.com.br/
Ações socioambientais
Além do impacto social causado pelo impulsionamento de negócios, através do evento o Grupo BITTENCOURT apoia e incentiva o setor privado em iniciativas de desenvolvimento social e/ou ambiental. Esse ano os participantes poderão em parceria com o projeto Razões para Acreditar que é atualmente o maior portal de boas causas do país e fomenta o VOAA, Vaquinha Online com Amor e Afeto. Os participantes poderão escolher causas para apoiar e fazer suas doações online. 
Sobre o Grupo BITTENCOURT
Consultoria com mais de 3 décadas de mercado especializada no desenvolvimento, gestão e expansão de redes de negócios e franquias. O grupo foi fundado por Claudia Bittencourt, com o objetivo inicial de apoiar as empresas em seus processos e estratégias de crescimento. Hoje consolidada como uma plataforma de produtos e serviços diversos, atua junto à indústria e ao varejo como um dos maiores especialistas em expansão de negócios em diversos segmentos.
Sobre a TD
O TransformacaoDigital.com é uma empresa de tecnologia que conecta uma audiência segmentada e qualificada a empresas líderes em seus segmentos, por meio de soluções digitais e conteúdo de peso. Somos líderes na produção de eventos online no Brasil, realizando desde a curadoria de conteúdo, marketing, atração de público até a exibição dos painéis e entrevistas, oferecendo uma experiência diferenciada para o participante

+News da Hora
 Inscrições para curso "Direção de Filmes e Propaganda" ministrado por Roney Giah
Coordenado e ministrado por Roney Giah, o curso "Direção de Filmes e Propaganda" é voltado a futuros diretores, publicitários (que desejam expandir o conhecimento em audiovisual e direção), diretores de criação, apreciadores de cinema e filmes publicitários. As inscrições vão até 14 de setembro pelo link: https://www.espm.br/educacao_continuada/direcao-de-filmes-e-propaganda/
São Paulo, 10 de agosto de 2020 – Com o objetivo de capacitar profissionais para atuar como diretores de filmes para os mercados cinematográfico e publicitário, a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) anuncia o curso on-line Direção de Filmes e Propaganda, que será coordenado e ministrado pelo diretor e professor Roney Giah. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até 14 de setembro pelo link: https://www.espm.br/educacao_continuada/direcao-de-filmes-e-propaganda/
Parte do programa de Educação Continuada da ESPM, o curso conta com um conteúdo voltado a capacitar o aluno a compreender e dominar noções básicas de direção como a escolha e formação de equipe; liderança no set de filmagem; estruturação de um filme a partir da planilha de custos; criação de tratamento; concepção de storyboard; e como construir e apresentar um pitch para clientes ou para um canal.
Segundo o diretor e professor Roney Giah, a proposta do curso – ministrado no formato on-line, em tempo real, composto de cinco aulas – é capacitar os alunos a dominar, também, noções de plano, ângulo, enquadramento, movimento de câmera e iluminação. “Vamos abordar do micro ao macro, desde enquadramento, iluminação e formação de equipe até estrutura de roteiros, perfis de personagens, planilha de custos, criação de storyboard – entre outros itens demandados por um diretor tanto de filmes publicitários quanto cinematográficos”, afirma. O diretor acrescenta que os alunos terão que realizar exercícios práticos (produzidos com o celular).
As aulas serão ministradas de 14 a 18 de setembro de 2020, das 19 às 22 horas. O investimento é de R$ 740 e pode ser parcelado em até 10 vezes sem juros. Para o pagamento à vista, há desconto de 20%. A ESPM emitirá certificado.
Sobre Roney Giah | Com uma carreira de 25 anos pontuada pela convergência entre música, produção de áudio e criação de conteúdo, direção de filmes e propaganda, Giah desenvolveu uma rica variedade de projetos para provedores de conteúdo, agências de publicidade e marcas. Formado em Música pelo Musicians Institute of Technology (MIT), em Los Angeles (1993), e em Engenharia de Som pelo IAV, em São Paulo (2003), atuou como produtor de áudio e desenvolveu trilhas para marcas como Colgate, HSBC, Bank of America, Pringles e Mattel – contas atendidas por agências líderes do mercado no Brasil e exterior.
Como RTV, Roney Giah trabalhou por três anos na Giacometti Comunicação (2011-2014); na sequência, fundou a própria produtora – Doiddo Filmes – na qual expandiu seu know-how na direção de filmes, séries de TV e comerciais. Seu trabalho na Doiddo Filmes foi reconhecido com quatro Leão de Cannes, sendo dois de ouro e dois de prata; conquistou, ainda, três Clio Awards. Na Doiddo Filmes, Roney Giah dirigiu filmes e projetos para agências como WMcCann, Young & Rubicam, Havas WW, MullenLowe do Brasil, Giacometti Comunicação, para marcas como NET, Nestlé, ASICS, TNT Energy Drink, Merck Sharp & Dohme, TELECINE, entre outras. Como músico, artista e produtor de conteúdo, Roney Giah lançou 10 CDs e foi reconhecido pela Billboard Awards e pelo John Lennon Festival Award, assim como pelo Prêmio VISA. Giah também criou e desenvolveu uma séria animada – Escolinha de Deuses – selecionada pelo canal 21st Century Fox, em 2018. Mais informações sobre o curso | https://www.espm.br/educacao_continuada/direcao-de-filmes-e-propaganda/



















Teias da Inovação MCTI faz debate sobre fomento ao elo academia-indústria para alavancar inovação
Evento gratuito está com inscrições abertas; iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações visa incentivar o empreendedorismo
            
                                  Palestrantes: Carlos Américo Pacheco, Sebastião Sahão Jr. e Marcelo Oromendia
Agosto, 2020 –  O projeto Teias da Inovação MCTI, agora on-line, promove mais um evento gratuito nesta quinta-feira, dia 6. Com o tema “Academia e Indústria: Investimento e Relacionamento Para a Inovação Durante e Pós-pandemia”, a ação tem abrangência nacional e qualquer interessado pode se inscrever pelo site: www.teiasdainovacao.com.brDesta vez, o programa abre espaço para o debate sobre os mecanismos de fomento e investimento a ambos os setores, e como tais ecossistemas precisam se organizar, no “novo cenário”, para dar sequência ou iniciar projetos de inovação, tendo como grande base a colaboração mútua. Ambos os campos precisam estar entrelaçados de modo que o setor acadêmico possa trazer resultados práticos ao mercado, impactando positivamente a sociedade, por exemplo, nas esferas comerciais, de serviços, de saúde, entre muitas outras.
Entre os palestrantes estão Carlos Américo Pacheco, Diretor Presidente da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de S. Paulo); Sebastião Sahão Jr., Presidente do CPQD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações); Marcelo Oromendia, CEO da 3M. Vanderleia Radaelli, especialista Líder em Ciência e Tecnologia do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), será a mediadora.
Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, Secretário Nacional de Empreendedorismo e Inovação do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações), participa do evento: “O programa promove uma aproximação entre o MCTI e as cidades brasileiras de médio porte, com grande potencial de se tornarem ecossistemas locais de inovação. Vamos aproveitar para divulgar programas e instrumentos de apoio à inovação e ao empreendedorismo inovador. Nosso foco é sempre auxiliar para que esses polos sejam pensados e implementados de forma sustentável", afirma.
O Teias da Inovação é uma iniciativa do MCTI em parceria com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico), o CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) e a ANPEI (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras). Realizado em diferentes cidades do Brasil, e agora também em âmbito nacional, o projeto tem como público-alvo startups, incubadores, empresários, empreendedores, estudantes, pesquisadores, cientistas, educadores e governos locais. Entre os temas abordados estão: transformação digital, empreendedorismo, tendências de futuro, novos modelos de negócios e pesquisa e desenvolvimento.
“A interação entre pessoas e organizações é um fator importante para incentivar a inovação e novos negócios. Os debates trazem a experiência de grandes profissionais, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do ecossistema de inovação”, conta Alberto Paradisi, pesquisador principal e coordenador do projeto.
Edições anteriores
O projeto teve sua quarta edição on-line no último dia 21 de julho. Com o tema Cidades Inteligentes: Conexões e Transformações para o Futuro”, o programa, focou no município de Juazeiro do Norte (CE). A terceira edição on-line foi, como o próximo será, de abrangência nacional, realizada no dia 7 de julho, com o tema “Teias para Startups: Financiamento, Investimento e Fomento à Inovação Durante e Pós-Pandemia”. O segundo evento transmitido pela web foi em 18 de junho, com foco regional no ecossistema de Caxias do Sul (RS). A estreia no formato on-line foi duas semanas antes, em 4 de junho, com o tema nacional “Os Possíveis Cenários de Inovação Para os Ecossistemas Brasileiros”. Os três eventos on-line receberam mais de 800 inscrições e chegaram a 107 cidades do Brasil. Antes de ser reconfigurado para o momento da pandemia, o Teias da Inovação MCTI esteve presente nas cidades de Cuiabá (novembro/2019), Aracajú (janeiro/2020) e Vitória (março/2020). Foram debatidos, respectivamente, os temas “Communities Meeting - Conectando Ecossistemas de Inovação”, “Perspectivas e Futuros para a Inovação em Sergipe” e “Make Together - Integrando o Ecossistema Capixaba de Inovação”.
Serviço:
“Academia e Indústria: Investimento e Relacionamento Para a Inovação Durante e Pós-pandemia”.
Data: 6 de agosto, quinta-feira.
Horário: das 16h às 17h30.
Programação:
16h00 – Boas-vindas
16h10 – Abertura Oficial pela mediadora Vanderleia Radaelli
16h15 – Apresentação Carlos Américo Pacheco
16h20 – Apresentação Sebastião Sahão Jr
16h25 – Apresentação Marcelo Oromendia
16h30 – Debate + Quiz
17h05 – Perguntas do público
17h25 – Encerramento
Sobre o MCTI
A missão do MCTI é produzir conhecimento e riquezas para o Brasil, além de contribuir para a qualidade de vida dos brasileiros. Para desenvolver suas atividades, o Ministério conta com unidades de pesquisa, entidades vinculadas e organizações sociais para garantir e promover o avanço da ciência, tecnologia, inovação e comunicações visando o desenvolvimento sustentável e a melhoria da sociedade do país.
Sobre o CNPq
Fomenta a pesquisa científica e tecnológica e incentiva a formação de pesquisadores brasileiros. Criado em 1951, desempenha um papel primordial na formulação e na condução das políticas de ciência, tecnologia e inovação. Sua atuação contribui para o desenvolvimento nacional e o reconhecimento das instituições de pesquisa e pesquisadores brasileiros pela comunidade científica internacional.
Sobre o CPQD
Com foco na inovação em tecnologias da informação e comunicação, mantém um portfólio abrangente de soluções que são utilizadas nos mais diversos segmentos de mercado, no Brasil e no exterior, soluções que aceleram a geração de valor no processo de transformação digital contribuindo para a excelência dos usuários, a reinvenção de modelos de negócios, a segurança e a conformidade e a criação de novos produtos.


Sagração é tema de live da artista @glaucianasser
A cantora e compositora Glaucia Nasser tem realizado uma série de lives intitulada “Canto & Prosa”, com conteúdo e roteiros @fundacaobrasilmeuamor. As lives acontecem sempre às terças-feiras, às 21h, e o tema central desta edição (14/7) será: “Canto & Prosa: Sagração”.
 Assuntos como loucura, poder e ciência, o fio condutor dessa edição será Dr. Simão Bacamarte, ilustre personagem do conto O Alienista, de Machado de Assis. Sendo assim, a trajetória do médico e pesquisador será um dos vieses para a tratativa. 
Questões como - o que há de do Dr. Bacamarte em você? Há loucura na pretensão de estabelecer a linha divisória entre Razão e Alienação? – serão lançadas aos seguidores. Ou seja, a ideia é discutir sobre a própria condição humana: todos são loucos, menos nós mesmos, o que não deixa de ser uma forma de loucura. Em resumo, uma live que fará repensarmos nós mesmos.
Serviço:
Live: Canto & Prosa
Instagram: @glaucianasser
Data: 14/7/20 (terça-feira)
Horário: 21 horas








+News


Ação  públicapede um bilhão de reais de indenização por má conduta da OMS durante a pandemia da covid-19.

Ação movida pelo advogado e consultor jurídico Dr. Anselmo Ferreira Melo Costa, busca reparar danos ao Brasil que teriam sido causados pelas políticas de quarentena e isolamento social recomendados pela OMS. A indenização prevista é de 1 bilhão de reais a ser revertida para o fundo em prol à população afetada pela covid-19 no Brasil.



Devido à pandemia da covid-19, o mundo inteiro se viu vivenciando uma situação até então só presenciada no século passado com a gripe espanhola, de isolamento social e quarentena. Seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Assim, muitas autoridades locais brasileiras, prefeitos e governadores, decretaram lockdown em suas respectivas cidades e estados, no intuito de proteger a vida dos cidadãos e evitar a sobrecarga do sistema de saúde. Contudo, hoje diante das contradições e do escrutínio ao qual a OMS está sendo submetida, muitos apontam que as políticas adotadas podem não ter sido bem sucedidas.

Por este motivo, a igreja Templo Planeta do Senhor, 
com sede na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, entrou com uma ação civil pública contra a OMS. O advogado e consultor jurídico, Dr. Anselmo Ferreira Melo Costa, representante da Organização, revela detalhes sobre o processo: ”a ação civil que ingressamos busca reparar danos causados pela negligência e omissão da Organização Mundial da Saúde, organismo internacional, possível de ser demandado, conforme se dispõe o art. 109, II, da CF/88, não restam dúvidas quanto a sua possibilidade de figurar no polo passivo. Ocorre que, acredita-se que os danos poderiam ter sido menores, se então a população tivesse sido alertada tempos antes, logo quando ocorreram os primeiros casos na China, o que evidencia a negligência da OMS e sua ineficiência.”

Segundo o advogado, a ação requer que a OMS seja citada em seu escritório regional no Brasil para dar celeridade ao processo: “como a ação é concernente aos danos que a má gestão da OMS está causando ao Brasil, queremos que a representação da mesma no país seja citada.”

Responsabilidade da OMS

O Dr. Anselmo Ferreira Melo Costa cita em que fontes se baseia para considerar a OMS culpada de negligência: “A Organização só reconheceu que o vírus era transmissível entre humanos em 22 de janeiro, um mês depois do surgimento da doença em Wuhan (primeiro caso confirmado como infecção por COVID-19 é datado de 8 de dezembro de 2019), e só considerou a doença uma ameaça para o mundo em 11 de fevereiro. Estima-se que tal demora contribuiu para transformar a epidemia chinesa em uma pandemia. Para piorar tal cenário, um relatório publicado pelo jornal alemão Der Spiegel relatou que o presidente da China pediu à Organização Mundial de Saúde para atrasar a divulgação de informações sobre a transmissão do novo coronavírus. O caso também foi citado na imprensa britânica pelo jornal Daily Mail. Outra evidência interessante é de que, no dia 31 de dezembro do último ano, o Governo do Taiwan tentou alertar a OMS quanto a gravidade do vírus e foi ignorado.”

Interesses políticos

A ação movida pela Organização também questiona os interesses políticos por trás da Organização Mundial da Saúde: “O que se nota é que a Requerida está mais preocupada com interesses políticos do que com a própria saúde em si. É notório que a colaboração da OMS, junto a China, para retardar os alertas decorrentes do vírus, atrapalharam, e muito, as devidas pesquisas quanto à doença causada pelo mesmo e a respectiva cura”, afirma trecho da ação.

Indenização

O Dr. Anselmo revela que a ação pede indenização no valor de 1 bilhão de reais a ser revertida para as vítimas da doença: “o que pedimos é mais do que justo e trata-se de uma indenização em um valor de R$ 1.000.000,00 (um bilhão de reais) , que será instituído ao fundo previsto no art. 13 da Lei de Ação Civil Pública e revertido, de alguma forma, em prol à população afetada COVID-19.”







Anguilla inaugura chatbot no Brasil
Ilha caribenha abre mais uma forma de contato com agentes de viagem consumidores
Your image description goes here
Anguilla é um dos destinos mais exclusivos do Caribe
São Paulo, 7 de julho de 2020 - A ilha de Anguilla, localizada no nordeste do Caribe, perto de Porto Rico e de St. Maarten, ficou famosa, entre outras belezas, por ter mantido a tranquilidade e a exclusividade já difíceis de encontrar em outras praias da região. Em tempos de pandemia, tornou-se um bom exemplo de combate à COVID-19, registrou apenas 3 casos confirmados, ficou mais de 60 dias sem qualquer ocorrência e, por isso, acaba de ser declarada livre do vírus pela Organização Mundial de Saúde.

Em 2019, Anguilla recebeu 95 mil turistas, 20% a mais do que em 2016, que, até então, era tido como o melhor ano em relação a número de visitantesEnquanto se prepara com rígidos protocolos de segurança, higiene e saúde para voltar a receber viajantes do mundo inteiro, que buscam suas praias de águas tranquilas e de tom azul-turquesa, o turismo da ilha faz novo investimento no Brasil: por meio da Interamerican Network, agência de comunicação que representa a ilha na América do Sul, passa a disponibilizar um chatbot via WhatsApp com informações do destino. 

Chatbot é um programa de computador planejado para simular uma conversa via chat de mensagens escritas. Por meio de comandos pré-determinados, fica apto a dar respostas mais rápidas a quem acessa a ferramenta em busca de informações, de maneira bem prática. A última edição do estudo “Ecossistema Brasileiro de Bots revela que o uso da ferramenta no Brasil mais do que triplicou em 2019, chagando a 61 mil chatbots e voicebots (programas que usam mensagens de voz ao invés de mensagens de texto). 

No caso de Anguilla, para receber as informações da ilha em português é necessário adicionar o número 11-3214-7500 à agenda de um smartphone. Mesmo este não sendo um número de celular, basta buscar o contato no WhatsApp e a tela de chat aparecerá. Para ativar o chatbot, basta escrever “Oi como a primeira mensagem. O programa de computador passará a enviar mensagens com opções numéricas para acessar determinados dados, como informações gerais sobre a ilha, hotelaria, atrações, vida noturnaa melhor maneira de chegar até Anguilla, entre outras. 

Para obter informações sobre a ilha, visite também o site oficial do Conselho de Turismo de Anguilla em www.IvisitAnguilla.comO destino tambétem canais no Facebook: Facebook.com/AnguillaOfficial, Instagram: @Anguilla_Tourism e Twitter: @Anguilla_TrsmUse a hashtag: #MyAnguilla. 
Sobre Anguilla
Aninhada no nordeste do Caribe, Anguilla é uma beleza tímida, com um sorriso caloroso. Formada por coral e calcário, coberta de verde, a ilha é brindada com 33 praias, consideradas as mais bonitas do mundo pelos viajantes mais experientes e pelas principais revistas de viagens. Uma cena culinária fantástica, uma grande variedade de acomodações de qualidade com preços variados, uma série de atrações e um calendário rico em festivais fazem de Anguilla um destino atraente e fascinante. Anguilla fica fora dos roteiros principais, por isso, manteve um caráter e apelo encantadores. No entanto, pode ser facilmente acessada via Porto Rico ou St. Maarten. Romance? Elegância pé na areia? Chique descomplicado? Felicidade sem limites? Anguilla é BeyondExtraordinary<span class="NormalTextRun SCXW177993479 BCX0" data-ccp-charstyle="normaltextrun" style="margin: 0px; padding: 0px; user-select: text; -webkit-user-drag: none; -webkit-tap-highlight-color: transparent; b
#NewsdaHora

Vinícola Carmen faz homenagem à Frida Kahlo com um rótulo especial

Frida Kahlo completaria 113 anos em 6 de julho. Ícone da força feminina,  a artista mexicana é símbolo de reinvenção, tanto em sua arte quanto em sua vida. Uma referência histórica que, em seu tempo, conseguiu transformar o tradicional, rompendo tabus. Seu legado levou essa geração a acreditar que um clássico pode ser atual. 

A vinícola Carmen, primeira a ser fundada no Chile, em 1850, resolveu homenagear a artista mexicana com um dos seu rótulos, lançando o Carmen Gran Reserva Frida Kahlo - Carmènére. A linha Gran Reserva de Carmen traz em sua proposta a Reinvenção dos Clássicos,  isso porque a Viña Carmen é conhecida justamente por sua tradição e qualidade, mas nunca deixou de agregar à sua essência  atributos de tendência e inovação, se reinventando ao longo dos anos..  Além disso, foi na Viña Carmen que a uva Carmènére –  originária da França e que estava extinta no mundo todo – foi redescoberta -, e tornou-se patrimônio chileno.

Além de uma embalagem linda, o este vinho, faz parte de uma linha Gran Reserva que é super reconhecida, conquistando mais de 90 pontos mais de 120 vezes nas premiações mais importantes do mundo. O Carmen Gran Reserva Frida Kahlo Carmènére 2017, que é o vendido no Brasil conquistou 91 pontos por Descorchados 2019. Ele é elaborado com a uva Carménère, é proveniente do Vinhedo Peñasco, no Vale do Colchagua e traz uma complexidade aromática e exuberância. 

Então, que tal celebrar a data brindando à Frida que vive em você com este vinho especial? E o que acha de presentear aquela amiga que é uma referência para você? 


 

Informações técnicas


Vinícola: Carmen

Origem: Chile

Variedades:  Carmènére (100%)

Teor alcoólico: - 13.5

Temperatura de Serviço: - 16 a 18ºC

Harmonizações perfeitas: carnes vermelhas, queijos maduros, massas.

Valor médio: R$ 186,00

Onde comprar: Mistral Importadora 






________

Use Máscara.
Compartilhe esta Idéia.
____________








Online Artes

Cinco artistas indicados pela Gravura Galeria de Arte participam de exposição internacional virtual em Los Angeles
A exposição virtual coletiva "Madre Tierra", contra o racismo e a violência, que será realizada na Galeria de Arte Menduina Schneider em Los Angeles, Califórnia, a partir do dia 9 de julho, contará com cinco artistas brasileiros, indicados por Regina Galbinski Teitelbaum, representando a Gravura Galeria de Arte. São eles: Benjamin Rothstein, Graça Craidy, Kika Herrmann, Silvia Brum e Susan Mendes. Além deles, mais de 40 artistas da Argentina, Uruguai, México, Espanha, Itália, Paraguai e Colômbia também participarão do evento. 
Cada artista inscrito na exposição apresentará uma obra com a temática “Mãe Terra contra o racismo e a violência”, com medidas e técnicas livres. 
Os trabalhos serão exibidos através das Redes Sociais e site da Galeria de Arte Menduina Schneider, através dos seguintes links: 
A exposição está agendada até o dia 31 de julho. 





Conexão Waldo Rafael
Assunto Drive-in
1Parte







Live Curitiba  Somos+Curitiba. Um local para ofertar entretenimento onde as pessoas assistem, de dentro de seus carros, a filmes, lives, stand-up comedy, reprises .
Os ingressos serão vendidos exclusivamente pela internet no site: www.diskingressos.com.br a programação está disponível no www.somosmaiscuritiba.com.br


Planeta Drive-in In
O
drive-in em funciona na Pedreira Paulo Leminski -  Os ingressos, comercializados por carro, estão disponíveis no site www.planetadrivein.com. Mais informações nas redes sociais oficiais da Planeta Brasil Entretenimento e do Planeta Drive-In.

Auto Cine Show
Cinema da Autocine Show, traz a possibilidade de poder criar um momento único de interação e bem estar, respeitando todas as medidas de saúde, 
Pensando na segurança dos clientes e com contato mínimo, os ingressos estão disponibilizados no site - www.autocineshowoficial.com.br


Conexão Waldo Rafael

Assunto 
#MusicaNews
Parte 2






Seis
músicas que mudaram o mundo em períodos de dificuldades 
Momentos difíceis podem ser vistos como inspiração para as produções artísticas mais marcantes da história.


A música esteve presente desde os primórdios da sociedade e foi responsável por registrar - e até alterar - acontecimentos durante a história. Guerras, manifestações e a união de pessoas com diferentes propósitos foram influenciadas diretamente pela música. "A pandemia do novo coronavírus impossibilita shows, como o Woodstock, que entraram para a história, porém, a produção musical continua, e os músicos tiveram de se adaptar ao isolamento", afirma o produtor musical e professor de Música do Colégio Positivo - Internacional, Leandro Ramos. 
Álbum "Pra não dizer que não falei das flores" de Geraldo Vandré
Geraldo Vandré

Álbum "The Times They are a-changin'" de Bob Dylan
Bob Dylan

Álbum "The Wall" de Pink Floyd
Pink Floyd

Álbum "Imagine" de John Lennon
John Lennon
Álbum "Greatest Hits" de Tupac Shakur
Tupac Shakur

Nenhum comentário:


Postar um comentário

Assim que possível retornaremos sua mensagem
Atenciosamente
Equipe Blog Leite Quentee news




























Ana e Augusto Camargo abrem exposição Arte em Movimento

Os artistas visuais Ana Maria e Augusto Camargo abriram a exposição Arte em Movimento nesta no último dia, 20 de novembro,  na Galeria de Arte (loja 15) do Shopping Novo Batel, em Curitiba. A mostra fica em cartaz até 30 de novembro e pode ser vista de segunda a sábado, das 10 às 20 horas.

Na série vórtex, Ana Maria mostra em suas obras movimentos giratórios ao redor do centro que podem ser sentidos através do gestualismo. Sua criação é intuitiva e surgiu através de pesquisa e da descoberta que, além dos vórtices serem muito fortes na natureza, no corpo humano e na física, eles estão também nas meditações. Já as obras de Augusto traduzem uma forma de arte impulsiva e sem traços previamente determinados, que ganham contornos, cores e movimentos nas telas.

Sobre os artistas

Ana Maria Wilhelm de Camargo tem escritório de design em Curitiba desde 1987 e atua na criação de marcas, livros, projetos culturais e design vestível. Ama a arte desde a infância e teve formação com grandes professores como Suzana Lobo, Elvo Benito Damo, Amarilis Puppi e Luiz Carlos Andrade Lima. Ela participou de várias mostras coletivas de design e arte e fez sua primeira exposição individual em 1991 na Sala D, na Secretaria de Cultura do Paraná. Em 2018, apresentou a mostra Retratessência na IMG Galeria de Arte. Atualmente expõe suas telas em seu ateliê e na Artestil Galeria de Arte, tendo como marchand Liliana Cabral.

O curitibano Augusto Camargo cresceu vivenciando a criação artística de perto através de sua mãe Ana Maria. Seu lado prático e proativo o levou para a área da Administração e do Empreendedorismo, mas num contraponto à revolução tecnológica atual, ele decidiu estudar arte abstrata de Jackson Pollock, conhecida como “Action Painting”. Ele empresta do filósofo Gaston Bachelard um de seus lemas: “Nada é rígido, para quem alternadamente, pensa e sonha”.



Serviço:

Exposição Arte em Movimento



Data de permanência: até 30 de novembro, de segunda a sábado, das 10 às 20 horas
Local: Shopping Novo Batel, na Galeria de Arte, Loja 15. Alameda Dom Pedro II, 255, Batel, Curitiba



Exposição Arte em Movimento




Kodak | Uma revolução fotográfica
A câmera revolucionária nasce sob o slogan "Você aperta o botão, nós fazemos o resto".
Veja aqui
COMUNICADO DE AQUISIÇÃO
Interprint se juntará ao grupo japonês Toppan
O fechamento da transação está de acordo com o cronograma estabelecido entre as
duas multinacionais
Após a assinatura no mês de junho do contrato com a empresa alemã Wrede Industrieholding,
a Toppan Printing Co., Ltd. (Tóquio / Japão) adquirirá 100% das ações da Interprint GmbH.
As empresas se concentram então na implementação proativa de todas as formalidades
necessárias.
A assinatura do contrato é agora seguida pelo chamado processo de conclusão. Isso significa
que uma “antitrust approval” deve ser obtida nos vários países onde a Interprint e a Toppan
têm instalações. Devido à estrutura internacional de ambas as empresas, esse processo leva
algum tempo e está em andamento.
Enquanto isso, o Toppan Group Japan, como novo proprietário da Interprint, aproveitou a
oportunidade para conhecer os funcionários da unidade de Arnsberg, na Alemanha, matriz do
grupo, durante as festividades de comemoração do aniversário de 50 anos da empresa às
margens do lago Sorpe, em Langscheid. Na ocasião, a fabricante alemã de papéis decorativos
convidou todos os seus funcionários locais e seus familiares. Hideo Yoshikawa, CEO da
Toppan Europe GmbH, parabenizou a Interprint por seu aniversário e disse: "Esperamos poder
começar nossa cooperação conjunta em breve. Meu objetivo é continuar a história de sucesso
da Interprint nos próximos 50 anos. Estou ansioso por isso!”.
Holger Dzeia, CSO da Interprint, comentou: “Estamos satisfeitos que a conclusão do negócio
esteja seguindo conforme o cronograma. Acreditamos que esse processo será concluído nas
próximas semanas. Atualmente, estamos trabalhando em nossos lançamentos para as
próximas feiras internacionais. Esperamos apresentar nossas inovações e tendências em
produtos na ZOW e na Euroshop, em fevereiro do próximo ano. A Interprint sempre foi e
continua sendo um parceiro confiável e inovador para o futuro.”
INTERPRINT DO BRASIL
Rua Gilvani Augusto Criminácio, 315 | São José dos Pinhais (PR)
Contatos : (41) 3513 9400 | brazil@interprint.com
Site: www.interprint.com | Instagram: @interprint.gmbh





Minuto Leitura, um programa que vai somar à sua grade e que tem o  objetivo de apresentar importantes obras da literatura mundial, de forma fácil ao mesmo tempo em que informa. Nesta edição, vamos falar a respeito do livro "O Apanhador no Campo de Centeio  por J.D. Salinger "




Duração do áudio 2'20''

TEC/VINHETA DE ABERTURA -  MINUTO LEITURA COM JANARY DAMACENA



A adolescência é um período dos mais complexos na vida da maior parte das pessoas. É quando realizamos grandes descobertas a respeito do mundo e tentamos nos inserir nesse contexto, enquanto partimos em busca da autoafirmação por meio de nossos valores, crenças e pensamentos. É literalmente uma fase de transição entre a infância e a vida adulta. E é, também, o momento em que se encontra o jovem Holden Caulfield. Um rapaz de família rica, que vive em um internato e, durante um fim de semana, revisita sua curta história de vida antes de encarar a verdade e os problemas que o aguardam em casa. 

Escrito em 1951 pelo norte-americano J.D. Salinger, “O Apanhador no Campo de Centeio” é um marco na história da literatura por tratar a adolescência como uma fase da vida e não apenas uma passagem entre idades. Antes do livro, existiam as crianças e os adultos. A adolescência, com seus dilemas e preocupações, não era um conceito sólido na sociedade ocidental. Por isso, quando o livro foi publicado, passou a instigar diversos outros escritores e, literalmente, expandiu a mente de grande parte da sociedade na época. Tanto pelos excessivos palavrões usados no linguajar do Jovem Caufield, quanto pela forma simples e direta com a qual o Salinger escreve.
A história nos leva pelos excessos e dramas do narrador juvenil que foge do internato ao descobrir que seu rendimento escolar foi bastante insatisfatório – na verdade, das cinco matérias que estudou no semestre, conseguiu ser reprovado em quatro; e isso acabou por lhe render na expulsão do colégio. Esse fato desagradaria muito seus pais e, por isso, Caulfield começa a pensar no que fazer antes de enfrentar as consequências de seus atos. Uma leitura rápida e divertida que mostra as desventuras do personagem principal frente aos problemas de ser quase um adulto. 

Por Janary Damacena





Comunicação em tempos digitais

As empresas alteraram a maneira de dialogar com os consumidores
*Por Giovane Oliveira
Desde as pinturas rupestres até os dias de hoje, muita coisa mudou no campo da comunicação. Atualmente, a área é dominada pela tecnologia, fator decisivo para quem deseja manter a competitividade no mercado. Por isso, eu recomendo a todos os gestores: invistam em inovação e melhorem seus serviços!
As empresas estão alterando a forma de falar com os clientes. O autoatendimento, por exemplo, cresceu 26,04% no ano passado, segundo a E-Consulting. Cifra bastante expressiva! Afinal, ele é dinâmico, prático e assertivo. Assim, tem empatia com as novas gerações e caminha adiantado para o porvir. 
Por isso, conforme previsões do Fórum Econômico Mundial, a robótica avançada e a inteligência artificial estão entre as ciências impulsionadoras de mudanças futuras. Uma das principais razões é a necessidade de responder aos consumidores de forma cada vez mais rápida. O desafio está em saber inserir a estrutura de maneira estratégica, visando aumentar produtividade e lucros. 
Hoje, há diversas ferramentas capazes de modernizar o diálogo. O Agente Virtual CPC - Contato com a Pessoa Certa, por exemplo, confirma os dados do interlocutor. Enquanto isso, o operador economiza tempo e energia para realizar ações mais complexas, como negociações. O maior benefício é a otimização das atividades. Além disso, o período de espera é reduzido e o usuário fica mais satisfeito.
Se você não quer deixar sua companhia no século passado, adiante-se! A transformação aliada à competência humana garante melhores resultados.
*Giovane Oliveira é diretor de tecnologia da Total IP - Soluções e Robôs para Contact Centers

















Proposta em discussão na Câmara quer acabar com impostos federais na venda de produtos que tenham material reciclável na composição

Segundo o deputado Luizão Goulart, autor do PL 3.776/2019, objetivo é incentivar a coleta seletiva, além de promover justiça fiscal para quem usa insumos, como plásticos e metais recicláveis

  • Repórter 
  • Data de publicação: 
Deputado Luizão Goulart / Foto: Câmara dos Deputados





#news














































O  filme do Sul foram selecionados para a 19ª Goiânia Mostra Curtas

Ao todo, festival exibe na edição deste ano 86 filmes, entre ficção, animação, documentário e experimental de todas as regiões do Brasil. Evento, com entrada gratuita, acontece de 8 a 13 de outubro.


A Região Sul do Brasil tem 10 filmes representantes nas mostras competitivas da 19ª Goiânia Mostra Curtas. São cinco produções do Paraná, três do Rio Grande do Sul e duas de Santa Catarina: A mulher que sou (PR); Aquele Casal (PR); Metanoia(PR); Bicho do Mato (PR); Vivi Lobo e o Quarto Mágico (PR); Ressurreição (RS); Céu da Boca (RS); Só sei que foi assim (RS);Baile (SC); e Licença Poética (SC).




O festival divulgou a lista dos filmes selecionados depois de receber mais de 1.000 inscrições para sua mostra competitiva. A seleção completa está disponível através do link: http://www.goianiamostracurtas.com.br/19/lista-filmes/  

As quatro mostras competitivas têm 70 filmes selecionados, sendo que alguns participam de mais de uma categoria: Curta Mostra Brasil (38), Curta Mostra Goiás (11), Curta Mostra Animação (18) e 18ª Mostrinha (6). São 36 curtas de ficção, 20 animações, 13 documentários e 1 experimental, sendo produções de 15estados brasileiros e do Distrito Federal. Além dessas, outras 16 estarão na Mostra Especial, não competitiva.

No total, 86 filmes poderão ser assistidos pelo público gratuitamente de 8 a 13 de outubro, no Teatro Goiânia, em Goiânia (GO). Este ano houve um expressivo número de inscrições. “O processo de seleção foi árduo e os curadores tiveram trabalho na definição dos escolhidos, diante da qualidade das obras que chegaram até nós”, ressalta a diretora-geral do Goiânia Mostra Curtas, Maria Abdalla, que agradeceu a participação tão significativa e parabeniza aos selecionados.

Foram 555 produções inscritas de ficção, 264 documentários, 123 experimentais e 61 animações, somando um total de 1.003 filmes. As maiores participações foram de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Não houve inscrições apenas do Acre, Amapá e Rondônia.

De acordo com Maria Abdalla, a participação de quase todo o Brasil revela uma grande ânsia para alavancar a produção audiovisual brasileira. “É isso que renova as nossas forças para seguir com a luta diária que vivemos para realizar os festivais, para que nossas produções tenham a visibilidade que elas merecem dentro e fora do País”, pontua.

Categorias
A 19ª Goiânia Mostra Curtas terá quatro mostras competitivas. Na Mostra Brasil, que apresenta um panorama da produção nacional em curta-metragem, com curadoria de Maria Abdalla, são 38 filmes. Para dar visibilidade à produção local, que se encontra em franco desenvolvimento e ascensão, a Mostra Goiás apresenta 11 filmes, tendo como curador Eduardo Valente. Além desses curtas goianos, outros dois estão na Mostra Brasil, totalizando 13 selecionados de Goiás. Na Mostra Animação, estão 18 produções selecionadas pelo curador Cesar Cabral. Já na Mostrinha, dedicada ao público infantil e com curadoria de Gabriela Romeu, 6 filmes serão exibidos, com foco na diversão e educação.

Premiação
Os vencedores da edição deste ano ganharão o Troféu Icumam. Entre os prêmios estão também locação de equipamentos, cursos de formação audiovisual, serviços de pós-produção, finalização, distribuição e prêmios de aquisição. Os curtas-metragens da Mostra Brasil vão concorrer também ao prêmio de Melhor Filme, que será escolhido pelo Júri SescTV. Já o Melhor Filme de cada mostra será eleito pelo Júri Elo Company. Além disso, o festival terá ainda a Mostra Especial, que não é competitiva, mas temática.

O Festival

A 19ª Goiânia Mostra Curtas trará para a capital de Goiás cineastas, produtores, distribuidores, exibidores e representantes do governo e de agências de fomento.Além da exibição de filmes, a programação deve incluir, debate, encontro com realizadores, laboratórios de roteiros audiovisuais, painéis, masterclasses, oficinas e evento de network, como eventos que fazem parte da Feira Audiovisual.

O festival é realizado pelo Icumam Cultural e Instituto, que busca outras parcerias junto a empresas, instituições e organizações do terceiro setor para garantir a realização da melhor forma possível. Até o momento, conta com o patrocínio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE, Fundo Setorial do Audiovisual - FSA e Agência Nacional do Cinema – Ancine; e apoio da Unimed, Sesi Go, Sebrae Go, Fecomércio Go e Sesc

+ News.


Eventos em Maringá, Curitiba e Londrina promovem o mercado de franquias
Salão de Franquias será espaço para que franqueadores possam conhecer futuros parceiros comerciais, de olho na expansão em mercados locais

Proporcionar o contato direto entre franqueadoras que querem expandir seus mercados e pessoas que tenham interesse em empreender e ter acesso a esse modelo de negócios. Esse é o principal objetivo do Salão de Franquias, que será realizado pela primeira vez pelo Sebrae/PR. Serão três edições do evento: em Maringá, no dia 9 de agosto, em Curitiba, no dia 23, e em Londrina, em 11 de setembro.  A programação é uma iniciativa do Sebrae/PR, Fecomércio PR e da Associação Brasileira de Franchising (ABF).
Em cada um dos encontros terão mais de 25 franqueadores prontos para receber interessados no modelo de Franchising. Os empreendedores poderão se inscrever e terão a oportunidade de conversar com os empresários dos segmentos que mais atendam aos seus interesses. Segundo o coordenador estadual de Comércio e Mercado do Sebrae/PR, Lucas Hahn, o objetivo é proporcionar um relacionamento que possa resultar no fechamento de negócios entre as partes envolvidas.
“Será um evento destinado à troca de informações e ao networking entre os empreendedores e os franqueadores. Para as empresas, essa será uma chance de conhecer e entender as oportunidades nos mercados locais, além de mostrar para os empreendedores quais são as particularidades para a abertura dos negócios”, explica.
Devem estar presentes franqueadores das áreas de alimentação, vestuário, serviços, comércio, entre outros. O Salão de Franquias contará ainda com a presença de duas franquias gaúchas. Contato e informações pela Central de Relacionamento - 0800 570 0800.
“Dentro desse cenário de alta procura por novos empreendimentos, o ramo franchising é muito importante. O Sebrae tem grande capilaridade e participa desse processo de criação e formatação de franquias, especialmente pelo fato da maioria das franquias serem de micro e pequenas empresas.  A ideia é que o evento seja referência no País para a troca de informações entre franqueadores e futuros franqueados”, avalia.
Perfil
A franquia representa uma porta de entrada para pessoas que desejam empreender pela primeira vez, seja por necessidade ou por oportunidade. Outro perfil muito comum é o de empresários que querem expandir seus negócios e diversificar seus ramos de atividades. Segundo o consultor do Sebrae, isso se deve à redução do risco para o empreendedor.
“Você já tem uma base instalada, uma gestão estruturada em prática. A partir de um modelo já estabelecido e de informações estratégicas adicionais, você pode replicar isso em outro mercado com condições muito próximas. Existem outros fatores que influenciam, mas há uma chance maior de ser um negócio bem-sucedido, uma vez que se trata de um modelo que já foi testado e aceito pelo mercado”, explica.
Números
O Paraná possui atualmente 210 empresas franqueadoras em 12 setores produtivos. Desses, 72% são de micro ou pequeno porte, de acordo com o Sebrae/PR. O Grupo Boticário é o que conta com mais franquias no Estado, com um total de 3.806 unidades. Nacionalmente, esse setor conta com 2.877 franqueadoras e um faturamento total de R$41,4 bilhões no primeiro trimestre de 2019





Churrasco Profissional na Construsul
Referência internacional na produção de churrasqueiras profissionais, a Scheer Churrasqueiras adaptou produtos e conceitos para os ambientes domésticos, com as melhores soluções para a arquitetura de Varandas e Espaços Gourmet. Inovações serão apresentadas na Construsul.
As Varandas e Espaços Gourmet são hits da Arquitetura ContemporâneaCada vez mais as famílias e amigos se reúnem em casa, tendo a boa comida como um dos centros de atenção.O churrasco e as carnes grelhadas em cortes especiais estão entre as iguarias prediletas. Para atender à demanda, a Scheer Churrasqueiras, referência internacional na produção de churrasqueiras profissionais, criou uma linha de produtos que segue o mesmo conceito e padrão de qualidade dos equipamentos dos melhores restaurantes do mundo.
Com expertise de mais de 40 anos, a marca exporta para 80 países, com soluções  xclusivas, patenteadas e certificadas pelos mais conceituados institutos internacionais. Para quem vai construir ou reformar, são inúmeras opções, com projetos customizados, para qualquer estilo de ambiente e orçamento. De 30 de Julho a 02 de Agosto, a Scheer Churrasqueiras apresenta algumas de suas melhores soluções na Construsul – Feira Internacional da Construçãoque acontece no Pavilhão da FIERGS, em Porto Alegre. Confira as novidades.

http://www.scheer.com.br/


6ª EDIÇÃO DO FICC - FESTIVAL INTERNACIONAL DE CERVEJA E CULTURA TRAZ NOVIDADES EXCLUSIVAS
Com patrocínio da Belotur, evento ocorre nos dias 10 e 11 de agosto, mesclando gastronomia, rock, cultura e arte
A 6ª edição do Festival Internacional de Cerveja e Cultura de Minas Gerais (FICC) promete agitar a capital mineira. O evento, que tem patrocínio da Belotur, ocorre nos dias 10 e 11 de agosto trazendo para o público música de qualidade, gastronomia, intervenções artísticas, espaço kids e muita cerveja boa. Além dos ingredientes essenciais para uma festa de primeira, o FICC também exerce o papel de fomentar o turismo da cidade por meio de um dos maiores cartões postais de Belo Horizonte: o Mineirão.


ATRAÇÕES:
O menu da 6ª edição, que tem como país homenageado o Brasil e sua pluralidade cultural, contará com diversas opções gastronômicas para harmonizar com os mais de 500 rótulos disponíveis. Já estão confirmadas grandes cervejarias de Minas Gerais e de outros Estados, com cervejas premiadas nos mais importantes concursos do mundo.
Entre as intervenções artísticas, seguindo a tradição do evento, haverá pintura ao vivo, performances circenses, feira com produtores locais, artesanato e artes plásticas. O playlist é composto pelas bandas Gamp, Audergang, Ira!, Tianastácia, Nação Zumbi, Dangers, Poison Gas, Glasgow9, Valentina (The Voice Kids), Departe, Beto Bruno (Cachorro Grande), Samuel Rosa e Atom - Pink Floyd Tribute.
Mais uma vez o evento conta com a apresentação da FICC Beer Band, formada exclusivamente para o evento. A banda é coordenada pelo baterista do Pato Fu, Glauco Mendes, e tem a participação do baixista do Skank, Lelo Zanetti, do vocalista Maurinho Berro D'água - recém saído do Tianastácia - e do ex e eterno baixista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos.
“A apresentação dessa sexta edição promete emocionar também o publico com a participação especial da jovem Valentina Francisco, grande destaque de uma das edições do The Voice Kids e ainda como os músicos de BH, Vinícius Cavalo e o guitarrista e produtor musical Marcelinho Guerra. O repertório vai dos clássicos dos rock nacional e internacional garantindo muita vibração do início ao fim”, destaca Fred Barros, sócio da Play Cultural.
O FICC é uma realização da Dimensão Montagens e da Play Cultural, parceria dos produtores culturais Fred Barros e Diogo Kfoury. “Nosso intuito é fomentar a cultura por meio de projetos autossuficientes. A Play Cultural sempre prezou por isso e o FICC é um exemplo de que nossos objetivos têm sido alcançados”, comenta Diogo Kfoury.


INGRESSOS:
Os convites podem ser adquiridos no https://www.eventosgofree.com/ficc_1412, com valores que vão de R$ 20 a R$ 60, em diferentes categorias. Crianças de até 12 anos não pagam mediante apresentação do documento de identificação e acompanhadas dos pais.
Meia-entrada Solidária: estão disponíveis para qualquer pessoa ingressos a metade do custo, mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível (não é necessária comprovação de estudante, nesse caso).

SERVIÇO:
6ª Edição do Festival Internacional de Cerveja e Cultura (FICC)
Data: 10 e 11 de agosto de 2019 (sábado e domingo)
Horário: de 12h às 0h no sábado e, no domingo, de 12h às 22h

Local: Estacionamento do Mineirão – Pampulha – Belo Horizonte

Amigos do HC e Wizo promovem bazar de roupas, calçados e brinquedos para ajudar o hospital.


Os Amigos do HC e a Organização Feminina Wizo do Paraná organizam, nos dias 31 de julho e 01 de agosto, um bazar beneficente para arrecadar recursos para o Complexo Hospital de Clínicas da UFPR. Será a sétima edição do evento, que disponibiliza ao público, a preço bem acessíveis, roupas de marcas novas e seminovas, sapatos, bolsas, acessórios, artigos para casa e mesa e brinquedos, dentre outros materiais, todos doados pela comunidade israelita de Curitiba.
“O bazar é o resultado de uma grande parceria entre os Amigos do HC e a Organização Feminina Wizo. É muito importante que todos participem, para arrecadarmos mais recursos que serão muito bem aplicados nos projetos do Hospital de Clínicas”, destaca Pedro de Paula Filho, presidente dos Amigos do HC.
Sarita Kulysz, presidente da Wizo Paraná, também destaca como muito positiva a colaboração com os Amigos do HC. “Realizamos diversas atividades durante o ano que beneficiam uma série de entidades. Este bazar terá parte dos recursos revertida para o Complexo Hospital de Clínicas. É muito importante para nós colaborarmos com o HC, arrecadando valores que vão ajudar nos atendimentos dos pacientes”, afirma.
O bazar será realizado na sede da Associação dos Amigos do HC, no bairro Alto da Glória, entre às 9h e 18h, nos dois dias de evento.
Serviço:
Bazar Beneficente Amigos do HC e Organização Feminina Wizo do Paraná
Data: 31 de julho a 01 de agosto
Horário: 9h às 17h
Local: Av. Agostinho de Leão Jr., 336 – Alto da Glória

Bella Falconi conta como evita a competição  entre suas duas filhas.


Bella Falconi tem partilhado em suas redes sociais diversas fotos com as duas filhas, Vicky e Stella, demonstrando todo seu afeto à família. Suas filhas Stella tem 11 meses  e Vicky, está com quase 4 anos, e são a paixão de Bella e de seu marido, Ricardo Maguila.

Após o nascimento de Stella, Bella afirma que procurando evitar competição e ciúmes, estando atenta a ambas, para que a filha mais velha, Vicky não se sinta desprivilegiada com a vinda de um novo bebê: “Não há competições, há ciúmes. Lido com isso procurando dar uma atenção igual às duas e mostrando a importância de ambas para mim”.

Especialistas e psicólogos apontam que é absolutamente normal que irmãos sintam ciúmes entre si, e que esse sentimento surge normalmente quando o novo irmão nasce, e o mais velho tem entre 2 e 5 a
nos




Feijoada do Pequeno Príncipe chega à sua 12ª edição.


Evento beneficente que alia humor à gastronomia será realizado no dia 03 de agosto, no Museu Oscar Niemeyer

A Risoada chega, neste ano, à sua 12ª edição. O tradicional evento beneficente em prol do Complexo Pequeno Príncipe alia um dos principais pratos da culinária brasileira, a feijoada, com o melhor do humor. O acontecimento será realizado sábado, dia 03 de agosto, no Salão de Eventos do Museu Oscar Niemeyer.

Nesta edição da Risoada, a cozinha será comandada pelos chefs Sandro Duarte e Vinicius Thomaz, que, juntamente com os alunos do curso de Chef de Cuisine e Restaurateur do Centro Europeu, irão preparar a deliciosa feijoada. Como acompanhamento, haverá sorteio de prêmios, música e momentos de muito humor, comandado pelo padrinho do evento, Miau Carraro.



Toda a renda arrecadada com a Risoada será revertida para as atividades de assistência em saúde e pesquisa do Pequeno Príncipe.

Patrocinadores e apoiadores
Conheça os patrocinadores e apoiadores desta edição: Mondelez, Centro Europeu, Agisa, BS Autocenter, Pipoteca, Pumatronix, Via Web System, Alegra, Bier Hoff, Caldo Gostoso, WK Aços, Agapanthus, Centro Espanhol do Paraná, MKG, Museu Oscar Niemeyer, Governo Paraná, Santa Fé, Serra Verde.

Serviço – 12ª edição da Risoada
Data: 03 de agosto
Horário: 12h
Local: Museu Oscar Niemeyer, no Salão de Eventos (Rua Marechal Hermes, 999 Centro Cívico)
Ingressos: R$ 65 (com todas as bebidas inclusas). Crianças de seis a 12 anos pagam R$ 35. Meninos e meninas menores de cinco anos são nossos convidados, mediante retirada antecipada de convite. Os valores podem ser pagos à vista em dinheiro, no cartão de débito ou crédito, em até três vezes.
Vendas e informações: (41) 2108-3880
Sérgio Tannuri lança ebook com Direitos do Paciente e Familiares.







Sérgio Tannuri, jornalista e advogado especializado em Direitos do Consumidor,  apresentador do quadro “Advogado do Povo” do programa Aqui na Band (Tv Bandeirantes) lança ebook com os Direitos do Paciente e Familiares, que pode ser baixado gratuitamente no site –www.pergunteprotannuri.com.br






Debate sobre questões de gênero promovido pela Aller Editora é um bom motivo para ir a FLIP
A Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) é notória pela diversidade de temas, eventos e pessoas que fazem da cidade fluminense, por cinco dias, a capital brasileira da literatura e, por extensão, do pensamento. Por isso, nenhum lugar poderia ser mais adequado para o debate “Faces do sexual: fronteiras entre gênero e inconsciente”, marcado para o dia 12 de julho, às 11h30, na Casa PublishNews


E se não puder ficar para a Flip 2019 inteira, vale a pena fazer um bate-e-volta nesse dia.
Com participação de uma poderosa trinca de psicanalistas — Christian Dunker, Vera Iaconelli e Rafael Kalaf Cossi —, o evento também marca o lançamento da obra que leva o mesmo título do debate, publicada pela Aller Editora, pela primeira vez na FLIP. Organizado por Cossi e com a participação de vários profissionais, o livro reúne textos sobre a questão do gênero – justamente em um momento em que o tema suscita muita discussão – sob uma ótica multiforme.
Ora reflexivos, ora provocadores, mas sempre originais, os artigos oferecem leituras que ultrapassam a ortodoxia psicanalítica ou filosófica, desafiando o leitor a entender a diversidade de gênero pela via da diversidade de abordagens. Além de Cossi e Dunker, a obra conta com textos de Vladimir Safatle, Patricia Gherovici, Patricia Porchat, Carla Rodrigues, Pedro Ambra e Beatriz Santos.
Sobre os participantes do debate: Rafael Kalaf Cossi tem graduação em Psicologia, mestrado e doutorado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (USP) e participa das atividades da Escola de Psicanálise do Fórum do Campo Lacaniano (EPFCL-SP). Vera Iaconelli é psicanalista, doutora em Psicologia pela USP, diretora do Instituto Gerar e articulista do jornal Folha de S. Paulo. Christian Dunker é professor titular do Instituto de Psicologia da USP, Livre Docente em Psicologia Clínica, fez pós-doutorado na Manchester Metropolitan University e é Analista Membro de Escola (A.M.E.) do Fórum do Campo Lacaniano. 

Serviço do evento:
Data: 
12 de julho de 2019 – sexta-feira
Horário: 11h30 à 12h30
Casa Publishnews – Paraty, Rio de Janeiro
https://www.flip.org.br/evento/faces-do-sexual-as-fronteiras-entre-inconsciente-e-genero/
Tema da palestra
: Faces do sexual: as fronteiras entre inconsciente e gênero
Palestrantes: Rafael Kalaf CossiChristian Dunker e Vera Iaconelli

Casa Cor 2019 recebe desfile que homenageia Curitiba.

Quem for curtir as atrações da Casa Cor 2019, maior mostra de arquitetura e decoração do Paraná, nesta quarta-feira, dia 26 de junho, poderá conferir o desfile “Curitiba Sua Linda”. Organizado e produzido pelo curso de Design de Moda do Centro Europeu, em parceria com a Prefeitura Municipal, o evento trará as principais tendências do mercado da moda Mais informações nos sites www.centroeuropeu.com.br e www.casacor.abril.com.br/mostras/parana. o Inverno 2019.

As peças contam, por exemplo, com estampas desenvolvidas a partir de gravuras da artista Denise Román, além de valorizar ícones da capital paranaense, entre eles o pinhão.



Arquiteto e lighting designer Ugo Nitzsche vem a Curitiba
Profissional fará uma palestra exclusiva na Sleepy Store.


No próximo dia 27 de junho, o arquiteto e lighting designer, Ugo Nitzsche, vem a Curitiba para um evento exclusivo na Sleepy Store. Com o tema “Iluminação para Criar Atmosferas”, a palestra é voltada para especificadores e será apenas para convidados.


Fundador da NTZ Iluminação arquitetônica – escritório de arquitetura do Rio de Janeiro com representantes em São Paulo e Curitiba – Nitzsche foi apontado como um dos novos talentos da iluminação no Brasil, pela Lume Arquitetura - primeira revista especializada em iluminação de arquitetura do país. Ele também recebeu do concurso bienal nacional o Prêmio Abilux - nas categorias: residencial, bares/ restaurantes e eficiência energética de projetos, como melhor projeto de iluminação arquitetônica do Brasil em 2006; 2009; e em 2011 como melhor projeto de iluminação residencial do Brasil. Teve em 2015 quatro projetos premiados - dentre eles o de melhor projeto de iluminação comercial do Brasil.
Formado em 2004 pela Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro-RJ, Ugo Nitzsche iniciou seu contato com a iluminação em 2001 trabalhando na LaLampe, uma das mais renomadas lojas de iluminação e luminárias de design do país, e em escritórios de importantes lighting designers – Maneco Quinderé e Nils Ericson – onde adquiriu conhecimento e experiência técnica e conceitual sobre efeitos e a aplicação da iluminação em projetos, antes de montar seu escritório. 
Sobre a Sleepy Store
A Sleepy Store, primeira loja exclusiva da marca de colchões Simmons em Curitiba, escolheu o novo Jockey Plaza Shopping para abrir suas portas. Conhecida pela alta tecnologia, inovação e design arrojado, a Simmons é referência no segmento e reconhecida como uma das melhores fabricantes do mundo.
Para Álvaro Vazques, proprietário da loja, a proposta da Sleepy Store é oferecer uma experiência de compra para o consumidor, com consultores bem treinados e capacitados para orientar sobre as características de cada colchão. “Nosso atendimento é de concierge, e o trabalho é de envolvimento e entrega de um produto excelente, que oferece o melhor sistema de molas ensacadas em seus colchões one side, que nunca precisam ser virados”, finaliza Vazques

Em webinar, XGEN aborda a gestão do conhecimento através da Inteligência Artificial

São Paulo, junho de 2019 – Os chatbots estão automatizando as demandas mais simples nas empresas. Em virtude disso, os assuntos mais complexos são derivados para o atendimento humano e, desta forma, gerando impacto no dia a dia das equipes de atendimento.
Diante deste cenário, torna-se fundamental gerenciar a comunicação, conteúdos e o conhecimento da empresa. Atenta a esta necessidade, a XGEN, especializada em plataformas de Inteligência Artificial para canais de atendimento, apresentará o webinar Gestão Estratégica do Conhecimento – A tecnologia combinada com o poder da Inteligência Artificial.
O webinar, que será realizado no dia 13 de junho, às 14h, mostrará também como é possível ir além da área de atendimento, disponibilizando a Gestão do Conhecimento para outros setores da empresa com foco na solução de problemas relacionados a Compliance, Certificação ISO, Governança e padronização de procedimentos.
A inscrição gratuita pode ser realizada através do linkhttps://conteudos.xgen.com.br/webinar-gestao-do-conhecimento



Evento debate os desafios da transformação digital na gestão empresarial

Encontro reunirá executivos de finanças para discutir novas estratégias e insights em todos os setores da economia 


A transformação digital, apoiada em tópicos como big data, inteligência artificial e internet das coisas, tem promovido a disrupção em todos os setores da economia, alterando modelos empresariais e a gestão dos negócios. Até mesmo as empresas mais tradicionais têm compreendido a importância da inovação para a sustentabilidade financeira do negócio.




O benchmark entre startups de sucesso com organizações que contam com décadas de história e os desafios da transformação digital na gestão empresarial estarão no centro dos debates durante o CFO SAB durante três dias. O evento, realizado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF-PR) e EBDI, será realizado em Campina Grande do Sul, nos dias 12, 13 e 14 de junho. Esta é a segunda edição do encontro que reúne executivos de finanças para debater novas estratégias e casos de sucesso, além de ser uma oportunidade para trocar experiências.

“O objetivo do evento é oportunizar que os gestores tenham uma imersão em debates e a troca de insights. Esperamos que cada um retorne para as suas empresas com soluções que realmente transformem as estratégias das organizações”, explica o presidente do IBEF-PR, Claudio Enrique Lubascher.

Lubascher cita ainda que a transformação digital permite aos gestores uma visão aprofundada do negócio e maior previsibilidade para planejar os próximos passos das companhias. “Colocar em risco a saúde financeira da empresa não é uma opção. Precisamos sempre pensar em soluções e inovações. O uso estratégico e inteligente da tecnologia permite que o ciclo de decisões seja mais curto e assertivo. Mas, para tirar o máximo da tecnologia, é preciso conhecer a fundo os pontos de melhoria e potencialidades do negócio, assim como as melhores formas de trabalhar”, completa.

Já Maurício Zanforlin, vice-presidente do IBEF, afirma que o encontro é aguardado pelos profissionais e uma ótima oportunidade de adquirir conhecimento. “Serão três dias de imersão intensiva com a troca de experiências e práticas de sucesso entre 50 CFO’s das maiores e mais importantes empresas da região Sul. O evento é uma oportunidade única para os gestores em nível de direção que buscam o aprofundamento e soluções que os debates gerarão, além do fortalecimento e ampliação do networking com os seus pares. São pilares centrais da proposta de valor do IBEF-PR”, finaliza.


Mais informações sobre o evento em www.ebdicorpo.com.br/cfo-pr.

Serviço

2ª edição do SAB |CFO IBEF-PR
Quando: 12, 13 e 14 de junho
Onde: Plaza Ecoresort Capivari – Estrada Municipal Antônio Kovalski BR 116, KM42, Campina Grande do Sul, Paraná
Mais informações e inscrições em www.ebdicorpo.com.br/cfo-pr

Cuidados com equipamentos a gás precisam ser redobrados no inverno.


Manutenção correta dos aparelhos pode evitar acidentes com monóxido de carbono

Com os termômetros registrando temperaturas cada vez mais baixas, o trabalho dos aquecedores a gás aumenta - afinal, ninguém quer abrir mão do conforto em atividades como tomar banho e lavar louça. Além disso, é normal que as pessoas deixem portas e janelas fechadas por mais tempo, a fim de manter o calor dentro de casa. Por isso, a manutenção com os equipamentos a gás precisa ser ainda mais cuidadosa, já que ambientes mal ventilados se tornam o cenário ideal para o acúmulo de um gás tóxico: o monóxido de carbono. Sem cor e nem cheiro, este gás é de difícil percepção e sua inalação pode ser fatal.


Para evitar acidentes, é fundamental que a manutenção dos equipamentos seja realizada a cada seis meses ou de acordo com as indicações do fabricante. Além disso, de acordo com Hamilton Azevedo, Gerente de Serviços ao Cliente da Companhia Paranaense de Gás (Compagas), alguns cuidados básicos precisam ser tomados. "Os equipamentos a gás devem ser mantidos em bom estado de conservação, estar sempre com a manutenção em dia e instalados em locais com ventilação adequada. Essas recomendações valem para o ano todo, mas no inverno, quando as pessoas permanecem por muito tempo em lugares fechados, é preciso ter ainda mais atenção", revela.

A falta de ventilação e a má instalação dos aparelhos a gás - principalmente aquecedores de água - são, segundo o Corpo de Bombeiros, as maiores causas de acidentes com monóxido de carbono em edificações. Por isso, é indicado verificar as instalações dos dutos da chaminé, que podem sofrer desgaste com o acúmulo de vapor de água, a pressão, os bicos de entrada do gás e da água, além dos queimadores. "O local ideal para a instalação dos aquecedores a gás é a área de serviço, que costuma ser o local mais arejado da casa", explica Azevedo.

Outro fator importante para garantir a segurança no uso dos equipamentos é assegurar, durante a execução dos projetos de engenharia, a ventilação adequada das áreas onde estes aparelhos serão instalados, bem como a correta instalação das chaminés, de acordo com medidas e ângulos padronizados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A norma da ABNT que descreve as medidas necessárias para a adequação de ambientes residenciais para a instalação de aparelhos que utilizam gás combustível é a NR 13103.

Aumento de consumo

A Compagas também alerta para o maior consumo de gás nos meses mais frios do ano. Isso porque, no inverno a temperatura inicial da água é mais baixa, fazendo com que seja necessária mais energia para que a água chegue aos 38ºC (temperatura média), aumentando o consumo de gás. Comparativamente, no verão, os dias mais quentes e a incidência solar maior, faz com que a energia necessária para que a água chegue a temperatura desejada seja menor - assim, o consumo de gás também será mais baixo. “Essa e as demais dicas valem tanto para os clientes da Compagas quanto para quem consome o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP)”, destaca Azevedo.

Dicas de segurança

Com algumas indicações simples, a Compagas orienta sobre como utilizar os aparelhos de forma correta:

- Verifique se a chama dos equipamentos é de cor azul. Se ela estiver com outra coloração (amarela, alaranjada ou roxa), o equipamento pode estar funcionando de forma defeituosa. Neste caso, chame um profissional qualificado para que revise o equipamento e a ventilação.

- Certifique-se de que as saídas dos gases ao exterior estão livres de obstruções e instaladas de forma regulamentada.

- Não utilize fornalhas e fornos de cozinha para esquentar o ambiente; é perigoso.

- Esteja atento para a vida útil do equipamento. Caso esteja comprometido, é aconselhável sua substituição.


Sobre a Compagas - Concessionária responsável pela distribuição de gás natural canalizado no Estado do Paraná. Empresa de economia mista, tem como acionista majoritária a Companhia Paranaense de Energia – Copel, com 51% das ações, a Gaspetro, com 24,5% e a Mitsui Gás e Energia do Brasil, com 24,5%. Em março de 2000, a empresa passou a ser a primeira distribuidora do Sul do país a fornecer o gás natural aos seus clientes, com a inauguração do ramal sul do gasoduto Bolívia – Brasil (Gasbol). Atualmente, a Compagas conta com mais de 45 mil clientes dos segmentos residencial, comercial, industrial, veicular e geração de energia elétrica e está presente em 17 municípios: Araucária, Curitiba, Campo Largo, Balsa Nova, Palmeira, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Colombo, Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Campina Grande do Sul, Paranaguá, Londrina, Carambeí, Castro e Arapoti
_____________

Inpespar promove palestra sobre o mercado imobiliário da capital.


Curitiba, maio de 2019 – O Instituto Paranaense de Pesquisas e Desenvolvimento Imobiliário e Condominial (Inpespar), do Secovi-PR, promove, no dia 28 de maio, às 8h, uma palestra com o tema “Análise do Mercado Imobiliário de Locação, Compra e Venda”, no auditório José Martins Sobrinho, na sede da entidade, na Rua Doutor Pedrosa, 475, Centro, Curitiba. As inscrições são gratuitas para diretores e gerentes de empresas associadas ao Sistema Secovi.
            O evento conta com a participação de Jean Michel Galiano, presidente do Inpespar, Leonardo Baggio, vice-presidente de Locação e Administração Imobiliária e Luciano Tomazini, vice-presidente de Lançamentos e Comercialização Imobiliária do Secovi.
            As inscrições podem ser feitas diretamente no site da entidade: http://www.secovipr.com.br/

Serviço:
Palestra: Análise do Mercado Imobiliário de Locação, Compra e Venda
Data: 28 de maio
Horário: 8h
Local: Secovi - Rua Doutor Pedrosa, 475, Centro





Duetto Velvet é o papel oficial da Casa Cor Paraná 2019
Indústria paranaense investe em ação de marketing no principal evento de arquitetura, design, paisagismo e decoração do Estado.


A indústria paranaense SEPAC é a detentora das marcas de papel tissue oficiais da CASACOR Paraná, que está aberta ao público até o dia 07 de julho, em Curitiba.



No evento, o público também vai conferir e conhecer mais o Duetto Velvet, um papel especial criado e produzido pela SEPAC.

Pensado para ter todas as características que agradam o consumidor final, o produto possui toque aveludado promovendo uma delicada sensação tátil com muita qualidade, maciez e resistência. A indústria paranaense aposta nesse produto com o diferencial da delicadeza da cor da embalagem e seu tubete.

Segundo a gerente de Marketing da SEPAC, Cristiane Takayama, o Duetto Velvet apresenta o seu diferencial a partir da embalagem. Ele é elegante como a CASACOR Paraná. “Estar no evento é uma ação estratégica, gerando a oportunidade de mostrar os nossos produtos para formadores de opinião. Os visitantes poderão conhecer o produto e todos os seus diferenciais”, afirma Cristiane.





Documentário inédito contrapõe o sonho da vida urbana sustentável aos excessos e desigualdades da cidade
A produção integra a série A Cidade no Brasil, dirigida por Isa Grinspum Ferraz, e estreia no SescTV no dia 15 de maio, às 21h
Foto: Gabriel Barrella.

O SescTV exibe Cidade Natural ou Desperdício, documentário faz uma analogia da vida urbana sustentável com a urbe como espaço para acumulo de riquezas e exageros, levando ao consumismo desnecessário e à desigualdade socioeconômica. O episódio inédito vai ao ar no dia 15/05, quarta-feira, às 21h, integra a série A Cidade no Brasil, dirigida pela cineasta Isa Grinspum Ferraz.  (Assista também em sesctv.org.br/aovivo.)
  
Produzida a partir do livro de mesmo nome do antropólogo, poeta e ensaísta Antonio Risério, publicado em 2012, A Cidade no Brasil traz reflexões de pensadores contemporâneos sobre aspectos e dimensões do fenômeno urbano no país e apresenta um olhar atento sobre as cidades brasileiras, desde a sua criação até a atualidade. No total são 10 episódios, sendo oito de aproximadamente 26 minutos e dois episódios especiais (o primeiro e o último) de 40 minutos cada. Todos já estão disponíveis sob demanda, em alta definição, com legendas em português, inglês e espanhol, no site do SescTV, em sesctv.org.br.
O episódio Cidade Natural ou Desperdício apresenta entrevistas com o líder indígena Davi Kopenawa; os educadores Eduardo Cardoso e José Eli da Veiga; os arquitetos e urbanistas Alexandre Delijaicov e Guilherme Wisnik; e o cientista Carlos Nobre, além do próprio Risério, que se apoia nos pensamentos do filósofo grego Platão para distinguir a cidade natural da urbe da luxúria ou do desperdício. O antropólogo comenta que a primeira atende as necessidades primárias das pessoas, como morar e comer, e a segunda satisfaz outras demandas, caracterizando-se em metrópole do excesso, da acumulação irracional de riqueza e das falsas necessidades.  
O educador Eduardo Cardoso acredita que as pessoas veem a cidade como uma oportunidade para se realizarem na vida pessoal e profissional. Porém, de acordo com ele, o capitalismo não deixa a urbe acolher a todos, tanto socialmente como ambientalmente, provocando desigualdade entre seus habitantes. José Eli da Veiga, agrônomo, economista e professora do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo – USP, assegura que não dar atenção à educação na primeira infância e não ter acesso ao saneamento básico são algumas das piores diferenças entre a população. Já o arquiteto e urbanista Alexandre Delijaicov chama a atenção para a forma de moradia dois terços dos habitantes de áreas urbanas em todo o país, que estão em terrenos sujeitos à riscos de deslizamento e de inundação.
A importância dos rios para as cidades também é destacada no episódio. O líder indígena Davi Kopenawa fala do quão relevante é a água para o seu povo e o arquiteto e urbanista Guilherme Wisnik se preocupa com a escassez das reservas desse líquido, temendo a possibilidade de não haver um caminho de volta. Segundo ele, na América Colonial, incluindo o Brasil, as urbes nasceram dando as costas para os rios. “Eram, literalmente, fundos de quintais, áreas de técnicas, de transferências, de trocas de mercadoria, de lixo”, esclarece. Wisnik comenta, também, que o mesmo fenômeno continua acontecendo em metrópoles pelo país, os rios são colocados de lado em prol de uma paisagem com avenidas expressas, carros poluindo o meio ambiente e periferias imensas.
Ainda neste episódio, Antonio Risério discute sobre uma nova visão de cidade que está se configurando atualmente no Brasil e o cientista Carlos Nobre articula sobre o desenvolvimento humano que, para ele, deve ter foco na sustentabilidade.
Com trilha sonora assinada pelo DJ Dolores, a série A Cidade no Brasil é pontuada por imagens de arquivos garimpadas em cinematecas e centros culturais do Brasil, de Portugal e da França, e outras atuais filmadas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, Recife, Salvador e Belém.
Uma plataforma gratuita sob demanda
Além do acesso à programação ao vivo do canal, o site do SescTV oferece uma seleção de programas e séries brasileiras que podem assistidas na íntegra, gratuitamente, sem necessidade de cadastro. Basta acessar sesctv.org.br. São shows, documentários, debates e entrevistas, que tratam de temas como arquitetura, literatura, filosofia, teatro, política, sociedade, ética e cotidiano. Dentre os programas estão as séries Arquiteturas e Habitar Habitat, ambas dirigidas por Paulo Markun e Sergio Roizenblit; Estilhaços eHiperReal, dirigidas por Kiko Goifman; Filosofia Pop, dirigida por Esmir Filho e apresentada por Marcia Tiburi; Super Libris, de José Roberto Torero, e Galáxias – Olhares sobre o Brasil, de Isa Grinspum Ferraz.
Sobre o SescTV
O SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente às operadoras de TV por assinatura, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes artistas da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.
SERVIÇO:
Série: A CIDADE NO BRASIL
Direção: Isa Grinspum Ferraz
Produtora: Texto e Imagem
Realização: SescTV
No SescTV
7º episódio: Cidade Natural ou Desperdício
Estreia: 15/5, quarta, às 21h
Reapresentações: 17/5, sexta, às 19h; 18/5, sábado, às 18h; 19/5, domingo, às 14h; 20/5, segunda, às 11h; 21/5, terça, às 19h.
Classificação Indicativa: Livre
Online sob demanda
Todos os 10 episódios estão disponíveis em sesctv.org.br, gratuito.
Idioma Original: Português
Legendas: Português, Inglês, Espanhol
Todos os episódios:
- A Cidade
- Cidade Ameríndia, Metrópole Neoindígena
- O Brasil Nasceu Urbano k
- A Cidade Africana
- Cidade de Vidas Embaralhadas
- Sertão, Cidade e Segregação
- Cidade Natural ou Desperdício
- Cidade e Migração
- Vanguarda e Tradição
- Direito à Cidade
Para sintonizar o SescTV:
Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/ao vivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv









  .




PlayPlus produz primeiro docudrama autobiográfico contando a trajetória de Rafael Ilha   
Episódios contam a história do vencedor de A Fazenda em cinco episódios exclusivos para assinantes do PlayPlus    

docudrama “10 Chances. O homem que desafiou a Morte”, uma produção original do PlayPlus, conta a trajetória de Rafael Ilha. Os cinco episódios liberados semanalmente para os assinantes da plataforma estarão disponíveis a partir desta quinta-feira. No documentário, dirigido por Rafael Gomide, Rafael Ilha revisita a fama precoce, seu estrelato como integrante do Polegar, grupo musical dos anos 1980, os problemas com as drogas, as prisões, e, a vitória na última edição do reality show A Fazenda, que pela preferência do público, o tornou milionário. “Este documentário autobiográfico deixa claro que tudo é possível para aquele que crê. Basta ter muita força no sentido mais amplo da palavra e fé”, comenta Rafael Ilha. Confira o teaser aqui.



No primeiro episódio, Rafael lembra da fase em que era garoto propaganda de comerciais que marcaram época e algumas passagens como a entrevista que fez com o ex-presidente Jânio Quadros, que o cobrou notas no boletim escolar. Simony, Rodrigo Faro e Gugu Liberato também participam desse primeiro episódio. “Desde pequeno eu sempre quis fazer sucesso, era mais que uma meta, era uma obsessão”, conta Rafael, que na infância já negociava contratos e cachês. “Eu queria ser famoso, ser reconhecido pelas pessoas, ser amado, queria dinheiro para comprar meus sonhos”, conta.
A ação de lançamento do docudrama acontece nesta quinta-feira, dia 09, durante a exibição do Power Couple. O casal que conquistar a liderança no reality terá acesso exclusivo ao primeiro episódio do documentário. E, a partir daí, os episódios serão liberados para o público. O PlayPlus exibe o Power Couple com transmissão diária e conteúdos exclusivos para assinantes como a íntegra das provas.  
Sobre o PlayPlus      
PlayPlus é o primeiro marketplace de streaming e VoD do Brasil com conteúdo próprio, canais nacionais e internacionais, lançado pelo Grupo Record. Parte dos conteúdos oferecidos são gratuitos para qualquer usuário. Outro segmento é o modelo de assinaturas para até quatro perfis. Além disso, o PlayPlus dá a opção de o usuário adicionar conteúdo específico na modalidade de Add-On, como um “A La Carte”, e assim montar o seu pacote e programação de vídeos.      
Além da programação e de todo o acervo da Record TV, a plataforma conta com produções originais, os canais ESPN, Disney, PlayKidsFish TV, Supertoons, podcasts, rádios como Transamérica, Nova Brasil, 89 Rádio Rock, entre outras.  

Nenhum comentário: